Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Ginásio Municipal de Fortaleza - Atual Filgueiras Lima
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Ginásio Municipal de Fortaleza - Atual Filgueiras Lima



Conforme a Lei municipal nº 140 de 1º de abril de 1949, de autoria do então vereador João Ramos de Vasconcelos César (Foto ao lado), é criado o Ginásio Municipal de Fortaleza

Em 02 de maio de 1951, começam as atividades funcionando na Rua Barão do Rio Branco nº 1594, na Praça do Carmo, onde atualmente, localiza-se o Instituto do Ceará*

Seu primeiro diretor foi o advogado Jacinto Botelho de Sousa. Em 1963 através da lei municipal nº 2.121 foi elevado à categoria de Colégio, sendo conhecido como Colégio Municipal de Fortaleza

Em 1966, recebeu o nome de Colégio Filgueiras Lima, uma homenagem ao educador e poeta cearense Antônio Filgueiras Lima**. Atualmente chama-se Colégio Municipal Filgueiras Lima e fica na Avenida dos Expedicionários, 3910 no Jardim América


Foto de 17 de janeiro de 1951, quando no Instituto funcionou o Ginásio Municipal. Vemos da esq. para direita: O professor Geraldo Hugo Lira, o diretor Jacinto Botelho, professor Lauro de Oliveira Lima, professor Ferdinando Tamburini, o vereador Leôncio Botelho e o professor João César de Vasconcelos. Arquivo Nirez 

Matéria de 1966 sobre a mudança de nome do Ginásio Municipal de Fortaleza para homenagear a memória de Filgueiras Lima

Colégio Municipal Filgueiras Lima
José Maria C. de Oliveira

"O Ginásio Municipal de Fortaleza, transformado em Colégio, com a criação do 2º. ciclo, acaba de mudar de nome e de sede.

Passou a denominar-se Colégio Municipal Filgueiras Lima, numa homenagem mui justa e mui merecida aquele educador conterrâneo, subitamente falecido no ano passado, em pleno apogeu de suas múltiplas atividades intelectuais.

Quanto à sede, transferiu-se do vetusto casarão da Praça do Carmo - que o abrigou por quase três lustres - para majestosa sede própria, construída ao rigor da técnica moderna e localizada à Avenida dos Expedicionários.

Sobre o Colégio Municipal melhor do que as pálidas palavras do comentarista, falam os milhares de alunos que, nos últimos quinze anos, ali beberam a luz benfazeja da instrução, guiados pelas mãos hábeis de mestres devotados e competentes. 

Palacete construído em 1921 por Jeremias Arruda, onde se instalou em 1951 o Ginásio Municipal.

Tarefa não menor será falar sobre a personalidade polimorfa de seu ilustre patrono - Prof. Filgueiras Lima - a quem estava ligado por laços de uma amizade sincera e desinteressada.

Analisar a atuação de Filgueiras Lima, nos campos educacional e intelectual, é tarefa que escapa as nossas limitadas possibilidades, pois, por mais fortes que sejam nossas palavras, não podemos retratar, com as cores vivas da realidade, a trajetória luminosa do poeta de Terra da Luz.


O seu nome - com que foi batizado o Colégio Municipal - constituirá um exemplo - palpitante às gerações futuras e servirá de legenda para que, naquela casa de ensino, todos sigam, sem desfalecimentos, o caminho do dever e a trilha da instrução.


Prédio da Avenida dos Expedicionários, 3910. Crédito da foto


Nenhuma homenagem maior ou melhor poderia ter sido prestada ao ilustre educador, cujo nome será dessa forma, reverenciado, a todo instante, pela mocidade estudiosa e pelos professores, que devem ter sempre, na lembrança, esta afirmação de seu patrono: - 
"Ensino como quem reza, com a alma de Joelhos”.

Foto de 2011

Somente louvores merecem o Exmo. Sr. Prefeito Municipal, o Sr. Secretário Municipal de Educação, o Sr. Diretor do Colégio Municipal e todos quantos, direta ou indiretamente, contribuíram para tão dignificante homenagem à memoria de Filgueiras Lima."

Foto de 2011

Datas Históricas:

 01/04/1949 - Criado, pela Lei municipal nº 140, o Ginásio Municipal.

 02/05/1951 - Instala-se o Ginásio Municipal de Fortaleza em antiga casa na Rua Barão do rio Branco nº 1594, na Praça do Carmo, onde funciona hoje o Instituto do Ceará (Histórico, Geográfico e Antropológico), tendo como diretor o professor Jacinto Botelho de Sousa.

 26/07/1951 - Decreto Municipal nº 1.022, desta data, aprova o regimento interno do Ginásio Municipal de Fortaleza (publicado no D. O. E., l.°.8.51).

 19/11/1953 - Publicado o órgão literário do Grêmio Professor Joaquim Nogueira, do Ginásio Municipal de Fortaleza, O Orientador, que é dirigido pelo estudante Francisco Coêlho Figueiredo e tem como redatores Raimundo Batista da Silva e Marilza Barros de Sousa.

 03/04/1966 Inaugura-se a nova sede do Ginásio Municipal Filgueiras Lima, na Avenida dos Expedicionários, esquina com Avenida Borges de Melo, em frente ao 10º Grupo de Obuses - 10ºGO, com 14 salas de aula e funcionamento em três turnos. O estabelecimento custou mais de 200 milhões de cruzeiros.


*"O prédio, hoje ocupado pelo Instituto do Ceará, ainda passa despercebido. Espremido entre lojas e um estacionamento, quem trabalha ali perto nem enxerga a escada que leva ao andar superior, as paredes amarelas, as grades do portão, a placa com o nome da instituição. O Instituto, uma sociedade civil sem fins lucrativos e pautada pela ciência e pela cultura, parece continuar um lugar, de certa maneira, impenetrável às pessoas comuns." Alan Santiago

**Antônio Filgueiras Lima (Foto ao lado) nasceu em Lavras da Mangabeira em 21 de maio de 1909 e faleceu na madrugada do dia 28 de setembro de 1965 em Fortaleza, deixando viúva D. Amazonia Braqa de Filgueiras Lima, com quem se consorciara em 1935 e de quem teve os filhos, Rui, Antônio e José. Foi educador e poeta cearense. Fundou 350 escolas, reformou o ensino normal e primário e promoveu várias campanhas educativas.

Foi, em seu tempo, uma personalidade marcante e amplamente conhecida no Ceará. Sem forçar espaço ou perseguir notoriedade, conceituou-se como poeta e educador entre seus contemporâneos, sobretudo junto à juventude, sua área principal de atuação. Sua família nunca se descuidou da perpetuação de sua memória, de vez em quanto acendida, pela reedição de seus livros e por outras formas de comunicação visual e fonográfica.



Para maiores informações: (85) 3494-1077 (Tel do colégio)




Fontes: Postal do Ceará, Cronologia Ilustrada de Fortaleza de Miguel ângelo de Azevedo, Wikipédia, Diário do Nordeste, http://www.poetafilgueiraslima.art.br/ 
e https://www.facebook.com/pages/Colégio-Municipal-Filgueiras-Lima

6 comentários:

  1. Vejo com saudade fotos tanto do ginásio quanto do colégio, estudei nos dois de 1963 a 1966. estava na primeira turma de primeiro científico do novo estabelecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ernane, tudo bem? Você conheceu Antonio Tadeu Cidrão, Edgar Correia Coelho, Luiz Correia Coelho? Eu estudei nos dois colégios de 1962 a 1968

      Excluir
  2. Minha mãe chama-se Lourdinha é também estudou lá nesta época

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente o histórico do nosso colégio municipal de Fortaleza, hoje batizado com o nome colégio Filgueira Lima está completamente esquecido.

    ResponderExcluir
  4. Vontade grande de saber por onde andam meus colegas dos 2 colégios. Saudade grande

    ResponderExcluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: