Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Especial Sobral - A Princesa do Norte completa 241 anos [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


domingo, 6 de julho de 2014

Especial Sobral - A Princesa do Norte completa 241 anos


O Fortaleza Nobre hoje presta uma homenagem aos 241 anos de Sobral, comemorado ontem (05 de julho).

Sobral é o segundo município mais desenvolvido do estado do Ceará, atrás apenas de Fortaleza, de acordo com o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).
A cidade também é destaque nas exportações, sendo o único município do interior que compete com a Capital a liderança nas exportações do Estado. A cidade de Sobral é considerada, de acordo com o IBGE, uma Capital Regional.
A cidade ficou conhecida internacionalmente por ter sido o local de comprovação da Teoria da Relatividade de Albert Einstein, em 1919. O sítio urbano de Sobral foi tombado como patrimônio cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1999.
A cidade de Sobral foi apontada por 2 vezes (2011/12 e 2013/14)pelo guia de investimentos estrangeiros editado pelo grupo jornalístico britânico Financial Times como uma das 10 cidades do futuro da América, a única cidade brasileira do seu porte.

Um pouco de história: Com a emigração de fugitivos que fugiam dos portugueses após a rendição dos holandeses pelo Tratado de Taborda no século XVII e ao redor da Fazenda Caiçara, surgida em 1726, foi fundada por Antônio Rodrigues Magalhães uma fazenda que convergia com as rotas das boiadas na época da carne de charque.
Nas terras da Fazenda Caiçara foi em 1756 edificada a Matriz da Caiçara e ao redor desta aglutinou-se um povoado. Depois foi construída a Igreja do Rosário e do Bom Parto, e ao redor destas surgiram moradias.
Destas iniciativas surgiram a povoação chamada Caiçara, até quando esta foi elevada à categoria de vila em 1773 com a denominação de Vila Distinta e Real de Sobral e recebeu foros de cidade em 1841.
Na segunda metade do século XVIII com o sucesso econômico da Charqueada, o desenvolvimento de Sobral chegou a superar o de Fortaleza, sendo assim, nesta época, uma das mais importantes cidades do Ceará, junto com as cidades de Icó e Aracati
Sobral era o centro intermediador dos produtos agrícolas da Serra da Meruoca e da Serra Grande para o resto do estado do Ceará e para o estado do Piauí.

Em 1861, foi proibido o sepultamento nos arredores das igrejas e desta forma criado o primeiro cemitério de Sobral, o Cemitério de São José.

Sobral foi um dos centros abolicionistas do Ceará desde 1871. Quando foi proclamada a libertação dos escravos em 1888, a cidade já não tinha nenhuma pessoa escravizada desde 2 de janeiro de 1884, tendo sido a 23ª cidade do Ceará a aderir ao movimento abolicionista.

Com as secas de 1877 e 1879, foi iniciado o projeto da Estrada de Ferro de Sobral com o intuito de ligar Sobral a um porto, no caso Camocim e assim criar um escoadouro dos produtos da Serra da Meruoca e da Serra Grande e dar a Princesa do Norte uma maior assistência devidos aos problemas gerados pela seca. Com isto foi inaugurada, em 1882, uma estação de trem, o que veio consolidar Sobral como centro urbano e comercial.


"Fazendo coro a 200 mil vozes nessa data onde se comemora os 241 anos de Sobral resolvi compartilhar um pouco da história do Dr. José Saboya de Albuquerque. Figura política,tão ou mais importante para a história de Sobral e do Ceará,do que talvez, a Família Ferreira Gomes(atual e importante família política sobralense, detentora dos destinos do estado-pelo menos até dezembro de 2014.) 

Dr. José Saboya de Albuquerque-filho de Ernesto Deocleciano, rico industrial e político sobralense e de Francisca Saboya de Albuquerque.Herdou do avô materno (Cel. José Saboia)o nome, algumas pessoas chegam a confundir Cel. José Saboia com Dr. José Saboya.Nasceu em Sobral a 06 de agosto de 1871. Formado em Ciências jurídicas pela Faculdade de Direito do Recife foi nomeado juiz substituto da Comarca de Sobral a 02 de maio de 1892 e promovido a juiz de direito a 14 de agosto de 1899. De sua pública briga com o Bispo-Conde Dr. José Tupinambá da Frota teve suas funções na magistratura abreviadas pelo 'Governador #lecista' Professor Menezes Pimentel, 1935. (O termo lecista era dado aos membros da Lec-Liga Eleitoral Católica partido da Igreja Católica, criado em 1932 por D.Sebastião Leme. Visava combater os herejes e barrar o crescimento protestante,e foi no Ceará tomado por raposas políticas-extinto em meados da década de 40.) 

1.1 Francisco deMenezes Pimentel e sua Conturbada Relação com a Elite Política Sobralense-Ao político quiteriense a História do Ceará reserva páginas manchadas de sangue, (em 1937 enquanto interventor federal o político lecista manda destruir o Caldeirão do Beato Zé Lourenço no Crato-fim do Movimento Messiânico no Brasil, matando cerca de 2000 almas entre crianças velhos e adultos.)Sua relação com Sobral foi um misto de amor e ódio, que o tempo não foi capaz de apagar. Mas,como chegou Menezes Pimentel ao poder? Em 1934, começa o segundo período getulista-governo constitucional, "no Ceará a luta se tornou renhida e violenta, faz-se mister esclarecer que a vitória da Lec-Liga Eleitoral Católica se configurou de uma certa historicidade..." BARROSO, Parsifal-Uma História do Ceará 1889-1954, BNB-Fortaleza,1984. Pág 122,pár 3.

Os deputados da LEC por diferença de 1 voto, garantido pelo chefe político sobralense Chico Monte, (ficaram aquartelados no 23º BC. Como forma de garantir os votos? OP. CIT pág.123 pár.2.) A essa época Chico Monte debutava pela LEC, protegido pelo Bispo-Conde Dom José Tupinambá da Frota.


Família Saboya (Parte da alta aristocracia cearense do primeiro quartel do século findante). Da esquerda pra direita: Em pé Evangelina Saboya, Sinhá Saboya, Dr.Plínio Pompeu, Mariinha, Dr.Ernesto Saboya e Sentada, seria Lúcia Saboya? Foto de 1922 do Arquivo Santana Júnior.


Na outra ponta o expoente era o então juiz de direito, que depois de aposentado seria um dos 7 chefes políticos mais fortes do Ceará. Uma prova disso é que anos a frente-1945, 02 de dezembro, haveria eleição para 2 vagas senatoriais, fora a eleição para 17 deputados federais. Por força das circunstâncias e conveniências, (menos por ideologia), juntam-se num amarrado político para preencher as duas vagas ao senado os dois chefes políticos sobralenses-Chico Monte e José Saboya, até então inimigos a 'ferro e fogo'. São eleitos; Dr.Plínio Pompeu de Saboia Magalhães, (genro de Dr.José Saboya)e Olavo Oliveira, raposa política granjense, elevado a Câmara Alta por Chico Monte-LEC. O chefe político da UDN, Dr.José Saboya, além de garantir a vaga senatorial ao seu genro-Dr.Plínio Pompeu, ainda faria 5 das 17 vagas da Câmara Baixa

1.2 Cenário político Cearense em 1945... A eleição de 02 de dezembro de 1945 marcara o fim do Estado Novo,(primeiro governo getulista 1930 a 1945), tendo tido inclusive como presidente interino o cearense de Guaramiranga-José Linhares."No Ceará chegara ao fim a 'década perdida' que teve a frente do Palácio da Luz (onde hoje funciona a Academia Cearense de Letras), Francisco de Menezes Pimentel"(1935 1937, eleição indireta e de 1937 a 1945 como interventor federal), tendo concorrido no pleito citado a uma vaga senatorial contra Dr.Plínio Pompeu não obtendo nem sessenta por cento dos votos do mesmo.


Bodas de Ouro do casal José Saboya de Albuquerque e Sinhá Saboya; Sobral, 1943

O cenário político do Ceará em 1945 estava assim dividido; o PSD que de 1930 a 1945 houvera sido sucessor dos aliancistas virara UDN e recebera os seguintes manda-chuvas: Fernades Távora (pai do ex-governador Vírgilio Távora)/Dr.José Saboya e José Accyóli (filho do ex- 'dono do Ceará' oligarca Pinto Accyóli), que por divergir dos rumos do partido deixa-o e vai para o pequeno PDN-Partido Democrático Cristão. Quanto aos remanescentes da LEC-Liga Eleitoral Católica agora-1945, passariam a assinar PSD, dominados pelos 'caciques'; Menezes Pimentel, Chico Monte e Antônio Gentil. Nome não menos importante era do líder classista Olavo Oliveira e o seu PPS-Partido Popular Sindicalista. 'Partidos de aluguel' davam sustentação política para os três grupos acima; PCB/PDC/PRP/PL e PAN. Velhas práticas mesmo diante dessas 'mudanças' no Brasil e no Ceará, continuaram a prevalecer; a força do latifúndio, o poder do coronelismo, a compra de votos e o agora decadente? Voto de cabresto. 


1.3 Dr.José Saboya, Família e Morte- Dr.José Saboya de Albuquerque foi parte da aristocracia cearense do primeiro quartel do século findante. Casou a 30 de novembro de 1893 com Maria da Soledade Miranda Pêssoa, a Sinhá Saboya. Desse enlace matrimonial nasceram 7 filhos; Francisco Saboya de Albuquerque e Lúcia Saboya de Albuquerque que faleceram quando crianças. Evangelina Saboya de Albuquerque c/c Teodore Zizemer que veio a ser gerente da Fábrica de Tecidos Sobral (pertencente a família e que viria a ter o nome do avô paterno Ernesto Deocleciano.



Francisca Saboya de Albuquerque(Chiquitita) c/c Sérgio Saboia. Maria da Soldade Saboya magalhães(Mariinha)c/c Senador Plínio Pompeu de Saboia magalhães, (avós paternos da ex-senadora, ex-deputada estadual e a mais nova membro do TCE-Tribunal de Contas do Estado, Patrícia saboya, primeira esposa de Ciro Gomes). Ernesto Saboya de Albuquerque c/c Fernandina Saboya de Albuquerque (foi deputado federal e presidente do BNDES). Pudenciana Saboya Mont'alverne (Nasinha) c/c o Promotor de Justiça e suplente de senador Dr.José Maria Mont'alverne (pais da historiadora Giovanna Saboya). O importante magistrado/industrial e chefe político sobralense Dr.José Saboya de Albuquerque faleceu no Rio de janeiro a 26 de abril de 1950, e lá foi sepultado. Anos depois teve seus restos mortais transladados para Sobral onde descansa no Cemitério São José."  

Santana Júnior


Fontes: "O passado é a matéria prima do historiador"-Parsifal Barroso. Bibliografia: MAGALHÃES, Plínio Pompeu de Saboia. Revista da ASEL-Academia Sobralense de Estudos e Letras. Sobral, agosto de 1971.-BARROSO,Parsifal-Uma História da Política do Ceará-1889 a 1954, BNB-S.A.Fortaleza,1984.-FARIAS,Airton.História do Ceará, Getulista, editora Tropical. Fortaleza,1997. Texto Santana Júnior.
Informações: Wikipédia

Fotos: Santana Júnior e Blog Fotos em preto e branco de Evangelina Saboya de Albuquerque


3 comentários:

  1. Remarkable issues here. I am very satisfied to look your article.
    Thank you so much and I'm having a look forward to touch you.
    Will you please drop me a mail?

    Here is my web blog diy home improvements

    ResponderExcluir
  2. I'm really enjoying the design and layout of your blog.
    It's a very easy on the eyes which makes it much more pleasant
    for me to come here and visit more often. Did you hire out a developer to create your
    theme? Exceptional work!

    Have a look at my blog :: clash of clans astuce

    ResponderExcluir
  3. WOW just what I was searching for. Came here by searching for taxi
    moscow airport

    Look at my blog: moscow international airports

    ResponderExcluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: