Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


terça-feira, 2 de junho de 2009

Messejana


O monumento tem 12 metros de altura e pesa 16 toneladas. A sua estrutura é de aço

A solenidade de entrega da Estátua de Iracema, na Lagoa de Messejana foi no dia 01/05/2004

Messejana era um aldeamento indígena e chamava-se São Sebastião de Paupina. Em 1759, com a expulsão dos Jesuítas, esta passou a ser chamada Vila Nova de Messejana. Em 1921 deixou de ser um município independente e é anexado à Fortaleza .

Em Messejana nasceu o escritor José de Alencar.
O bairro é conhecido também pela Lagoa da Messejana, onde há uma estátua representando a personagem Iracema, da obra de José de Alencar. Outros lugares e instituições referenciais do bairro são: o Hospital de Messejana (construído em 1930 pelo arquiteto Emílio Hinko), Hospital de Saúde Mental de Messejana, Vila Olímpica de Messejana, Terminal integrado da Messejana e a própria casa onde nasceu José de Alencar, transformada hoje em museu.
Messejana também é conhecida pelo cemitério mais antigo de Fortaleza, o Cemitério Público de Messejana (1836) e pela Feira de Messejana, uma das maiores feiras de Fortaleza que acontece todos os domingos.

Uma cidade chamada Messejana

No passeio pelo cotidiano de um dos maiores bairros de Fortaleza, um retrato das contradições que marcam a vida da Capital. Messejana, que já foi cidade de Pernambuco, é hoje um bairro que, entre outros paradoxos, ostenta dois grandes hospitais públicos.

Um dos maiores bairros de Fortaleza já foi município. Messejana, antes mesmo do Ceará ser Ceará, era uma cidade pertencente aos domínios de Pernambuco. Já há muitos anos incorporado à municipalidade de Fortaleza, o bairro guarda uma particularidade: compreende vários "bairros" - mais conhecidos como "comunidades" - dentro de si. Isso faz com que seja formado por realidades totalmente diferentes e, às vezes, conflitantes.

No bairro, está um hospital que é referência nacional e que é motivo de orgulho para todos os seus vizinhos. O Hospital do Coração atende gratuitamente pacientes de todo o Brasil e faz dele um dos equipamentos públicos mais conhecidos de Messejana. Além disso, Messejana também conta com o Hospital Gonzaguinha, outra unidade de saúde de grande porte.

É um dos bairros mais tradicionais e antigos de Fortaleza. O comércio ferve por aqui. Não só na atividade formal, mas também nas feiras do bairro. E foi exatamente por causa do comércio que a aldeia indígena, antes conhecida como Paupina, se transformou na Grande Messejana.

Messejana é um bairro sobre duas rodas. O comerciante Edson Maia é quem organiza a motoromaria para Canindé todos os anos. E garante, por aqui não faltam aventureiros.
É também um local de forte espiritualidade. A igreja na praça é um símbolo do local. Dentro dela está guardado um presente pela comemoração dos 402 anos do bairro. O governo português enviou uma coroa de prata e ouro e uma bandeira do divino Espírito Santo.

Foi em Messejana que nasceu um dos gênios da literatura brasileira, José de Alencar. E uma homenagem a esse filho ilustre do bairro foi feita no local, a estátua que hoje é um dos principais cartões postais da Capital. A personagem mais famosa da obra alencarina. O banho da índia Iracema na lagoa é apreciado por quem passa por lá. Por quem vai pescar, ou só aproveitar a vista. De fato, encantadora.

6 comentários:

  1. gostei muito das suas fotos...parabéns
    mais gostaria muito de ver fotos antigas do bairro como..como moradora deste bairro a tempos gostaria muito de ver...beijos

    ResponderExcluir
  2. Muito bacana o texto!

    ResponderExcluir
  3. BOA TARDE,
    ONDE POSSO ENCONTRAR UMA REVISTA DO BAIRRO...QUE DE ARTIGOS PARA INFORMATICAS, BELEZA,LOJAS ETC...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola meus amigo nossa que linda essa estatua no meio da lagoa de messejana adorei a cidade nao conhecia mas quero pegar minhas ferias e vou correndo conhecer essa cidade linda que eh messejana abraço jose gadelha junior que DEUS abençoe todos voces

      Excluir
  4. Boa noite, vi em algumas portagens (incluindo essa) a datação do cemitério público de messejana como sendo de 1836...gostaria de saber a fonte dessa informação, pois encontrei registros de que a construção se deu em 1869

    http://www.fortaleza.ce.gov.br/sites/default/files/u1767/messejana_-_edmar_freitas_0.pdf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A única fonte que encontrei com essa data de 1869 é essa do livro do Edmar Freitas. O Cemitério de Messejana é tido como um dos mais antigos de Fortaleza, mas se essa data é correta, essa afirmação cai por terra, pois o São João Batista é de 1866. Indo um pouco mais atrás, temos o ano de 1848 como sendo assentada a primeira pedra para construção do Cemitério de São Casemiro...

      Excluir