Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


sexta-feira, 8 de março de 2013

Panorama Artesanal - Três décadas



Anos 90


Encravado entre pequenas casas, o prédio do Panorama Artesanal chama a atenção de quem passa pela avenida Presidente Castelo Branco (Leste-Oeste) por possuir uma grande extensão em comprimento e por conta da característica decoração com cerâmicas de cor laranja. 


Panorama Artesanal está abandonado e serve apenas de base para antenas de operadoras móveis de telefonia. Foto: Dayvison Teixeira

O prédio tem uma estrutura pouco vista em outras construções de Fortaleza. A parte inferior, que tem a entrada voltada para Avenida Leste-Oeste, conta com 30 apartamentos. O meio é composto por 100 lojas que, antes, abrigavam um centro de artesanato. Por fim, cinco torres na parte superior somam mais 90 apartamentos. Pertenceu ao Grupo M. Dias Branco.


Foto: Dayvison Teixeira

O contador José Almir Pereira, 61, morou por 26 anos no Panorama Artesanal. “Em 1981, fui um dos primeiros a chegar. E, em 2007, fui o último a sair”, revela. Hoje, morador do bairro Meireles, ele diz sentir um aperto no coração toda vez que passa em frente ao prédio. “Sinto saudades. Era um clima de companheirismo. A vizinhança fazia as festas de São João, Natal, Ano Novo, Dia das Crianças. Era um favelão organizado”, relembra.


Foto: Dayvison Teixeira

Almir conta que os moradores até tentaram comprar os apartamentos, mas o medo de existirem problemas estruturais fez com que muitos desistissem da ideia. “O Governo não podia ter se apropriado dele e deixar ao acaso." Opina.


Foto: Dayvison Teixeira

O secretário do Turismo do Ceará, Bismarck Maia, informou que o prédio foi adquirido em 2008 pelo Governo para abrigar as instalações da futura Escola de Turismo do Estado, através da construção de um hotel-escola. 


Foto: Dayvison Teixeira

A construção, datada de 1981, é localizada no bairro Arraial Moura Brasil, próxima ao Marina Park Hotel, a antiga Cadeia Pública (ex-Emcetur) e atual Centro de Turismo (Cetur), e da Estação Ferroviária João Felipe, nos limites do Centro Histórico de Fortaleza. O prédio possui 190 unidades habitacionais/apartamentos.

Foto: Dayvison Teixeira

Previsto para se tornar uma escola de hotelaria e gastronomia, o Condomínio Residencial Panorama Artesanal, localizado na Avenida Presidente Castelo Branco, deverá ser gerenciado por escolas portuguesas e suíças desses dois setores, com os quais a Secretaria de Turismo do Estado (Setur) tem dialogado. Hoje tido como um espaço abandonado, que serve de "abrigo" para dependentes químicos, o equipamento, conforme o projeto da Setur, irá se transformar em uma unidade de capacitação de referência no País e no exterior.

Foto: Dayvison Teixeira

De acordo com o secretário de Turismo do Estado, Bismarck Maia, a ideia de chamar escolas portuguesas e suíças para gerenciar o equipamento se deve ao "know how" dos dois países nesses setores. Ele ressalta que as escolas estrangeiras apenas atuarão no gerenciamento, não participando dos investimentos para a construção do espaço.

Foto: Dayvison Teixeira

A construção está prevista para ser iniciada ainda esse ano, devendo se estender por cerca de um ano e seis meses.

Conforme Bismarck, ainda não foi definida a quantidade de pessoas que serão capacitadas anualmente pela escola - o que só será apresentado após a conclusão do projeto executivo. Da mesma forma, ainda não há definição sobre quanto será investido pelo Governo do Estado.

De todo modo, afirma o gestor, tão logo seja concluído o projeto, a Setur irá procurar bancos de fomento que financiem a construção. "Quando tiver o projeto, vou colocá-lo debaixo do braço e vou procurar o financiamento", ressalta.

Foto: Dayvison Teixeira

Bismarck frisa que, embora a gestão do equipamento seja estrangeira, "está resguardada" a participação de escolas regionais e de acadêmicos do Estado. 

No fim do ano passado, foi dado início ao cadastro de famílias cearenses interessadas em hospedar turistas. Conhecida como "bed &  breakfast" - "cama e café", em inglês, a atividade é comum em países europeus, por exemplo, e está sendo estudada como uma forma de atender ao crescimento da demanda por leitos no Estado. Conforme o secretário, a expectativa é que sejam criados, através desse sistema, na Capital, entre 3 mil e 4 mil leitos, com um total de 1.500 domicílios cadastrados. A criação dessa quantidade de leitos, com investimento apenas em novos hotéis, frisa, demoraria "de oito a dez anos". Para que o projeto tenha início, complementa, a Setur tem tentado firmar uma parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

O condomínio residencial Panorama Artesanal, localizado entre a avenida Presidente Castelo Branco (Leste-Oeste) e as ruas Senador Jaguaribe e do Trilho,tem  área total de 3.053 m2 e construída de 15.659 m2.

Cursos 

Uma equipe técnica da Setfor está elaborando projeto pedagógico e estatuto de funcionamento da Escola Municipal de Turismo. Deverão ser ofertados, permanentemente, pela Prefeitura de Fortaleza, cursos de camareira, garçom, atendimento ao público, recepcionista, governança, idiomas, gestão (preparação de gerentes de restaurantes e hotéis), emissão de bilhetes (para atender as agências de viagem), animação turística, marketing e promoção, gastronomia dentre outros. Toda a organização e fundamentação da Escola está baseada nas diretrizes curriculares nacionais para a educação profissional de nível técnico da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação do Ministério da Educação e, também, nas normas do Conselho de Educação do Ceará.

Foto Arquivo O Povo

Ressalta-se que a carga horária mínima para habilitação de um técnico em Turismo e Hospitalidade é de 800 horas/aulas, segundo informa o professor Afonso Matos, um dos responsáveis pela criação do estatuto da entidade.

A expectativa da secretária de Turismo de Fortaleza, Patrícia Gomes de Aguiar, idealizadora do projeto, era de ver a Escola funcionando até o segundo semestre de 2010. “O projeto vem compor uma estratégia macro de preparação da cidade para o Turismo como um todo e, em especial, para a Copa do Mundo de 2014”, afirmou Patrícia Aguiar. 
É... Até agora, nada!

O edifício encontrava-se completamente abandonado e servindo apenas de base para antenas de operadoras móveis de telefonia. Localizado em frente ao Marina Park Hotel, ele tem como limites as ruas do Trilho, General Sampaio e Senador Jaguaribe. O estado de degradação é lamentável!

Vídeo O Povo

As pichações tomam conta da fachada. Portas e janelas foram quebradas. Por dentro e por fora, há muita sujeira. A escuridão e o mau cheiro completam o cenário na antiga garagem. Segundo o vigilante Gerson Valetim, 47, que trabalha na segurança do prédio, pessoas costumavam entrar no local para usar drogas. Informação confirmada por um comerciante que trabalha próximo e não quis se identificar. O fato pode ser facilmente detectado pela grande presença de latas de alumínio cortadas que ficam espalhadas pelo chão, denunciando o uso do crack.








Andamento da reforma em foto de junho de 2015

Saiba Mais

O prédio de 32 anos, encontrava-se em estado de completo abandono e era alvo de vandalismo e pichações, além de se transformar em depósito de lixo. A Secretária do Turismo planeja construir uma escola de profissionalização em turismo, estamos aguardando que o projeto saia do papel e vire uma realidade!!!


Fontes: O Povo e Diário do Nordeste

5 comentários:

  1. Adoro o blog Fortaleza Nobre, mas eu esperava ver neste post mais sobre a história, funções, ascensão e declínio do edifício Panorama Artesanal (que tanto me despertava curiosidade todas as vezes que eu passava por ele). O post foi mais uma notícia do que vai ser feito. Falou se demais em escola de turismo e hotelaria e o tópico Saiba Mais é só um resumo do que já foi dito no resto do post, que desta vez pareceu ter mais caráter noticioso que histórico. Eu esperava outra coisa: mais história (o que eu achava ser a especialidade do blogue).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Jáder, mas foi o que eu consegui encontrar, sinto muito!

      Excluir
    2. Ah, se o amigo encontrar algo "mais completo", favor colocar o link, eu tbm gostaria de ler!

      Excluir
  2. Morei no panorama em 1981, boas lembranças de lá, foram 3 anos maravilhosos...Gostaria de saber se alguém tem fotos de agora?

    ResponderExcluir
  3. Sempre a curiosidade me.bate ao passar em frente, o porque desse abandono.

    ResponderExcluir