Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Colégio Santo Inácio - Visão de futuro [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


sábado, 20 de novembro de 2010

Colégio Santo Inácio - Visão de futuro



Em 1960, Fortaleza era uma cidade pacata e tinha apenas 500 mil habitantes, que quase não frequentavam a Praia do Futuro: o loteamento do local havia apenas começado. A energia elétrica era fornecida pela Serviluz e a TV Ceará Canal 2 entrava no ar – mas era pouco assistida, pois havia só 100 aparelhos de televisão na cidade. Assim era Fortaleza quando o Colégio Santo Inácio foi inaugurado, no dia 1.º de março. A iniciativa dá a dimensão do pioneirismo dos primeiros responsáveis pela escola. “Há 50 anos era impossível se pensar a sociedade como está hoje. Os jesuítas viram, primeiro, a missão: nós podemos educar a sociedade cearense. E depois, a oportunidade de evangelizar através da educação”, diz o Padre Ponciano Petri, Diretor do Colégio.

A Pedra Fundamental da nova sede, no bairro Dionísio Torres, deu novo impulso ao Colégio Santo Inácio,
que passou sete anos funcionando na Igreja Cristo Rei, como Pré-Escola Apostólica Nossa Senhora de FátimaExternato e Ginásio Cristo Rei. Bem maior, o novo prédio passou a abrigar mais alunos e séries. A partir dos anos 70, as instalações foram ampliadas, com a construção do segundo piso e do ginásio coberto. E o patrimônio aumentou, com a aquisição dos sítios Montevidéu e Santo Afonso. Porém, mais do que o crescimento das instalações, o Colégio Santo Inácio ampliou sua missão educacional. “Os padres da época foram ousados, criativos e dinâmicos, conseguindo responder à necessidade daquele momento. O Colégio faz parte de uma História de séculos de educação jesuíta”, diz o Padre Ponciano Petri.
Nas décadas seguintes, o Colégio se reformulou, abrigando histórias de vida e ajudando a formar profissionais e cidadãos, inclusive através do Curso Noturno, para alunos carentes. Na área tecnológica, o Santo Inácio foi pioneiro, com a instalação do Laboratório de Informática. Acompanhando as inovações
da sociedade, foram feitas reformas administrativas e pedagógicas, sem perder os ideais inacianos – o que dá a certeza aos responsáveis de que o Colégio continuará desempenhando seu papel. “No futuro, o Santo Inácio vai ser um diferencial porque vamos precisar, cada vez mais, de uma sociedade solidária, crítica e responsável”, comenta o Padre Ponciano Petri. “Estaremos preparados para responder às necessidades, não simplesmente educando para o futuro, mas educando para a sociedade do futuro”, completa.


1960 - Depois de 7 anos instalado na Igreja Cristo Rei, o Colégio Santo Inácio é inaugurado oficialmente no dia 1.º de março, com a Pedra Fundamental do novo prédio - que só recebeu alunos 2 anos depois.


O Colégio Santo Inácio pertence à Companhia de Jesus, que foi fundada por um espanhol basco, Inácio de Loyola, em 1540. 
A Companhia de Jesus, como missão apostólica no campo da educação, tem várias instituições educativas no Brasil e em todos os continentes.
O Colégio Santo Inácio iniciou suas atividades no ano de 1955, na sacristia da Igreja de Cristo Rei, como uma pequena escola, com o nome de Pré-Escola Apostólica Nossa Senhora de Fátima, uma iniciativa do Pe. Antônio Monteiro da Cruz, SJ, assessorado por um grupo de educadores leigos. No ano de 1956, passou a ser chamado de Externato Cristo Rei, com regime de semi-internato. Com o aumento de alunos, tornava-se necessário um espaço maior para a ampliação do então Ginásio Cristo Rei.

No dia 1º de março de 1960, data oficial de fundação do Colégio, foi lançada a pedra fundamental, o prédio que ficou funcionando ainda na Rua Gonçalves Ledo, 830. Em 1963, foi transferido para a Av. Desembargador Moreira, 2355 – Dionísio Torres, sede atual, com o nome de Colégio Santo Inácio.
Na história do Colégio Santo Inácio, além de seu fundador, foram diretores os jesuítas: Pe. Gerardo da Silveira Sá (in memorian), 1963 – 1967; Pe. José Correia (in memorian), 1967 – 1972; Pe. Pedro Alberto Campos, 1972 – 1977; Pe. Antonio Farias Camurça (in memorian), 1977 – 1979; Pe. Luciano (in memorian), 1980 – 1986; Pe. Pedro Vicente Ferreira , 1986 – 1988; Pe. Manuel Madruga, 1988 – 1991; Pe. Benjamin Gesteira, 1992 – 1995; Pe. Pedro Vicente Ferreira,  1996 – 2001; Pe. José Ivan Dias, 2002 – 2005; Pe. Antônio Tabosa, 2005 – 2008. 
Todos os diretores que passaram pelo Colégio Santo Inácio deixaram suas marcas e colaboraram com uma das obras educativas da Companhia de Jesus.
Atualmente, o Pe. Raimundo Kroth é o Diretor Geral e desenvolve sua gestão com a colaboração de educadores leigos e jesuítas.

1967 - O Colégio amplia seu patrimônio, com a aquisição dos sítios Montevidéu e Santo
Afonso, sob a direção do Padre Gerardo da Silveira Sá. Algumas turmas ainda estavam instaladas
na Igreja Cristo Rei.

  • 1971 Todas as séries - na época denominadas Primário, Ginásio e Científico - passam a funcionar em uma única sede, na Avenida Desembargador Moreira, sob a direção do Padre José Correia.

1972 - O Colégio Santo Inácio abre turmas mistas: é a primeira escola religiosa a admitir meninos e
meninas na mesma sala. Nova sede passa por reformas: em 1973 é construído o ginásio coberto.

  • 1980 O Colégio elabora nova proposta pedagógica, com novidades: professoras polivalentes e o início da pré-escola. Escola passa a gerenciar sozinha o Curso Noturno, sem convênio com a Secretaria de Educação.
  • 1992 Sob a direção do Padre Benjamin Gesteiraque ficou à frente do Colégio por três anos, o Santo Inácio passa por uma reorganização administrativa. São construídas as salas do Ensino Médio.


  • 2009 - Aquisição de recursos para manutenção e renovação geral do Colégio: Direção do Santo Inácio assina um contrato com a Marquise para a construção de uma nova sede, no mesmo terreno.

2010 - No dia 24 de maio, o Colégio Santo Inácio é homenageado pela Assembleia Legislativa do Estado do Ceará pelos 50 anos de fundação. Diretores, professores e alunos participam de sessão solene, no Plenário 13 de Maio.





Fonte: Site do colégio e Diário do Nordeste

4 comentários:

  1. Bom dia, Leila!
    Os colégios jesuitas são mesmo dos melhores, em todo o Brasil. O "nosso" Sto. Inácio, tradicionalíssimo, em Educação de qualidade, é dos melhores da terrinha,pela sua visão de futuro.
    Estava lendo este post, conversando com meu marido. Pensei então, pra variar, fazer minha habitual "ilustração".
    Conheci O Sto. Inácio de Goa-Índia - lá é conhecido por Loyola. Meu marido que é goez, estudou no Loyola de Goa, na década de 1940. Acredito que seja o mais antigo colégio jesuita do Oriente, quiçá do mundo. Lí há pouco tempo, na internet, cartas de Francisco Xavier(santo) à Inácio de Loyola (santo) datada de 1542, já falando da futura instalação do colégio jesuita em Goa.

    Parabéns ao cinquentenário Colégio Sto Inácio!
    Parabéns á vc, Leila, pela "pedagógica" matéria!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Amo as suas sempre bem-vindas ilustrações rsrs

    Beijos, beijos e beijoss

    ResponderExcluir
  3. Colégio dos melhores anos. Grandes e lindas lembranças!

    ResponderExcluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: