Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Clube Iracema [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Clube Iracema



Em 1939, o Iracema inaugurou sua sede própria, na Praça dos Voluntários.

A exportação do algodão, acelerada a partir de 1860, enriqueceu Fortaleza. Um crescimento populacional acompanhou esse progresso econômico e cultural. De 16.000 habitantes daquele ano, a cidade, em trinta anos, mais que duplicaria sua população, contando com 35 065 habitantes, no final de 1890. Daí surgiu uma classe média, mais esclarecida e atuante politicamente. A década de 1880 a 1890 foi de grandes transformações sociais, começando com a libertação da escravatura em toda a Província do Ceará, no ano de 1884. Após a Guerra do Paraguai, o país sofreria uma sequência de crises políticas conduzindo à decadência e fim do regime imperial, com a implantação da República, em 1889.


Rara foto do Salão principal do Restaurante do Clube Iracema, no Palacete Ceará em 1924.

Restaurante do Clube Iracema 1924

Naquele ano de 1884, no dia 28 de junho, fundou-se o Clube Iracema, motivado por uma reação democrática ao exclusivismo do aristocrático Clube Cearense. Durante vinte dias, um grupo de jovens comerciantes e intelectuais preparou o baile inaugural que seria realizado no dia 19 de julho. Entre seus fundadores estavam: Francisco Perdigão de Oliveira, Francisco Theóphilo Gaspar de Oliveira, João Barros, Francisco Carneiro Monteiro, os irmãos Antônio e Joaquim Costa Souza, João Guilherme da Silva, W. Aires, José Marçal, Antônio Martins Junior - o cronista Pery- e Papi Junior, tendo este último, sugerido o nome da nova sociedade recreativa.


Carnaval no Clube Iracema - Acervo Sérgio Roberto

Carnaval no Clube Iracema - Acervo Sérgio Roberto

A primeira sede foi instalada em um sobrado, na esquina das ruas Senador Pompeu e Guilherme Rocha. Um ano depois, o Iracema absorveria o “Reform Club” - uma sociedade literária de empregados do comércio - e então, sediada na Rua Formosa, hoje Barão do Rio Branco, onde tempos depois se instalaria a Faculdade de Farmácia e Odontologia


Acervo Sérgio Roberto

Contava em suas dependências, com um pequeno teatro. Com sua origem reivindicatória político-social, tornou-se o Clube Iracema um importante centro de atividades reformistas, liderando campanhas para a emancipação dos escravos e a proclamação da Republica. Nesse clube nasceu o Gabinete de Leitura, o Instituto do Ceará, a Fênix Caixeiral, a Academia de Letras, a Padaria Espiritual, as sociedades abolicionistas Perseverança e Porvir e a Libertadora Cearense.


Acervo Sérgio Roberto

Mas... plus ça change , plus c’est la même chose - isso tanto mais muda, mais fica a mesma coisa. Com o fechamento do Clube Cearense, na passagem para o século XX, o Clube Iracema absorveu a antiga elite econômica fortalezense, que se unindo àquela jovem associação laboriosa e inteligente, adaptou-se aos novos tempos, confirmando sua privilegiada posição social na cidade. O Iracema, como se escreveu na época, tornou-se um ateneu das actividades culturais que nobilitam a sociedade de nossa terra. Festas beneficentes, sessões literárias, concertos e recitais abrilhantavam seus salões, onde se amiudavam os refinados bailes e partidas dançantes. Ali se apresentaram Arthur Napoleão, Dalmau, Galiani, Landário Teixeira, Vicenzo Cernicchero, Alberto Nepomuceno, Ciro Ciarlini, Joaquim Franco, Moreira de Sá, Frederico do Nascimento e outros insignes músicos. Também ali se exibiram a Prima-dona Sidônia Springer e os barítonos Cesare Baracchi e Dominici. O Clube Iracema tornou-se uma legenda na cidade, sem equivalentes, até 1913, quando, então, surgiu o Clube dos Diários. Simbolizava o refinamento na convivência social, a solicitação da inteligência e beleza na alegria do viver. Por muitos anos, o Iracema ocupou vários casarões no centro da cidade. Em 1922, sediou-se no Palacete Ceará, na Praça do Ferreira, hoje ocupado pela Caixa Econômica Federal.

Palacete Ceará - Teve dias e noites de glória, sediando o Clube Iracema.  
Palacete Ceará, foi construído no início do séc. XX

No réveillon de 1939, o Iracema inaugurou sua sede própria, na Praça dos Voluntários. Sua linha arquitetônica traduz um dos mais belos exemplos do “art déco” da cidade. Em 1947, esse prédio foi desapropriado pela Prefeitura Municipal, para ali instalar seu centro administrativo. Depois o clube foi incorporado ao Clube dos Diários na Associação Clube dos Diários - Iracema.

Foto de 1922. Reorganização da Academia Cearense de Letras, no Palacete Ceara 
(Clube Iracema).

O Clube Iracema foi fundado pelos "graúdos do comércio". Nasceu, então, uma rivalidade entre os sócios do Iracema e do Cearense, competindo na ostentação dos desfiles carnavalescos. O Club Iracema privilegiou as atividades culturais, registrando em seus salões intenso movimento artístico-literário.


Carnaval Clube Iracema em 1935 - Acervo Sérgio Roberto

Dançarinas Espanholas. Bloco do Clube Iracema - Acervo Sérgio Roberto

Acervo Sérgio Roberto

Saiba mais:


No dia 28 de Junho de 1884 surge mais um clube diversionário em Fortaleza, o Clube Iracema, fundado naquele dia.
Inaugurou-se no dia 19 de julho.
Funcionou no início em prédio na esquina da Rua Senador Pompeu com Rua Guilherme Rocha (atualmente Edifício Santa Elisa).
Mudou-se depois para a Rua Barão do Rio Branco nº 1321, onde foi depois a Faculdade de Farmácia e Odontologia, Faculdade de Comunicação, uma loja do Grupo Romcy e hoje é uma agência do Banco do Brasil.
Depois mudou-se para o Palacete Ceará e posteriormente para prédio próprio na Praça dos Voluntários, o Palacete Iracema que foi vendido para a Prefeitura Municipal que hoje nele abriga seu setor de finanças.
Depois uniu-se ao Clube dos Diários, tendo o nome de Clube Diários-Iracema com sede na Praia de Iracema na Avenida Beira Mar nº 2120.



Fonte: Portal do Ceará- Gildácio Sá 

2 comentários:

  1. Li sobre o Clube Iracema e buscava encontrar fotos da época em que ele funcionava entre as ruas Carlos Vasconcelos e Barão de Aracati, hoje funciona o prédio da Receita Federal. Esse Clube nos anos 65 à 76 tinha umas tertulias maravilhosas, com orquestras tocando. Ivonildo e seu conjunto era presença constante nos bailes. Doces lembranças, da época em que Fortaleza era uma cidade pacífica e acolhedora.

    ResponderExcluir
  2. Morava na Travessa Clube Iracema e fomos muito a tertúlias e réveillons neste clube!

    ResponderExcluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: