Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Pirata Bar - A Segunda-feira Mais Louca do Mundo


A casa, que funciona às segundas-feiras, tem fama internacional, e recebe, segundo administração do bar, cerca de 2,3 mil pessoas por noite.


Primeiro dia de Pirata - 21/11/1986

O Pirata Bar é uma casa de show temática localizada na Praia de Iracema, bairro histórico de Fortaleza. Também conhecido como Forró do Pirata, é um dos principais destinos turísticos do Ceará.


Família Trindade - Dez. 1987

A casa, que só abre nas noites de segunda-feira, recebe, em cada festa, um público estimado entre 2,5 a 3 mil pessoas, de todas as idades e de todas as partes do mundo.

Os 2000 m² de área do Pirata Bar são ocupados por um palco, uma pista de dança ao ar livre, mesas, espaço para circulação, loja da Boutique do Pirata e balcões de atendimento. Sua arquitetura faz alusão a uma vila nordestina de casinhas coloridas, com um navio pirata atracado ao fundo. A decoração, os adornos e a indumentária dos garçons também remetem à temática da pirataria.

Grupo Raça de Teatro - Suzana e o Trafego de Cenas. 1º Espetáculo no Pirata – Dez. de 1986

O Pirata Bar foi fundado em 21 de novembro de 1986, como Pirata Bar & Restô pelos sócios Júlio e Rodolphe Trindade, pai e filho, o Pirata Bar é um empreendimento cultural e turístico que incorpora, com ecletismo e irreverência, a festividade brasileira, tradições locais e a identidade cultural do Ceará.

1ª Semana de Funcionamento do Pirata

1ª Semana de Funcionamento do Pirata

A proposta, aliada à originalidade da casa, não demorou a chamar a atenção do público fortalezense, que elegeu o Pirata como o local preferido no bairro boêmio da cidade, a Praia de Iracema. No palco, artistas como Leila Pinheiro, Belchior, Oswaldo Montenegro, Edson Cordeiro, Adriana Calcanhoto, Gonzaguinha e mais de 50 grandes nomes da música brasileira. Era o projeto Piratas da MPB. Também passaram pelo Pirata peças de teatro, exposições, desfiles, o I Festival de Música Brega, premiado com o Nobel de Medicina Ortopédica graças à Almofadinha Contra Dor de Cotovelo, e o I Campeonato Mundial de Futbar
(futebol praticado em bar), entre mil e outras brincadeiras realizadas no Pirata.



Carnaval no Pirata - ao fundo, Júlio e Rodolphe Trindade

Antigo Palco Pirata. De 1988 a 1994
                                
A Segunda-feira


A Segunda-feira Mais Louca do Mundo, famosa no mundo inteiro, surgiu de um acontecimento comum ao Pirata: agradar seus clientes.


Lambada Pirata nas noites de segunda, início dos anos 90

Era dia 5 de janeiro de 1987. Uma senhora da sociedade local quis comemorar seu aniversário com as amigas no Pirata. Apesar de ser uma segunda-feira, Júlio Trindade abriu a casa com todo o staff e empolgação dos dias normais do Pirata.



Construção do Navio Pirata

Construção do Navio Pirata

Construção do Navio Pirata

Construção do Navio Pirata

Ao som de forró de LP, fita cassete e vitrola, o singelo aniversário – com direito a chapeuzinhos da Turma da Mônica e a presença de um casal de palhaços holandeses que estava pela Praia de Iracema – tomou ares de festa. No entanto, havia poucos homens entre os convidados. Não se tinha com quem dançar! Júlio Trindade não pensou duas vezes: chamou garçons, seguranças e até o cozinheiro para o salão e todos se fizeram pares de dança.



O Navio Pirata - Foto Elizabeth Soares


Resultado? A noite foi um sucesso! Tanto que os convidados quiseram repetir o "aniversário" na semana seguinte. O encontro, com o tempo, foi batizado de Chá Dançante da 2ª feira.


Rodolphe e Júlio Trindade

Em fevereiro do mesmo ano, a segunda-feira passou a contar com o forró pé-de-serra do sanfoneiro Azeitona e, no dia 12 de junho, para completar a festa, foi chamada uma segunda banda, a Alta Tensão, do cantor Armando Telles, atual líder vocalista da Banda do Pirata.



E assim, pouco a pouco, de boca-em-boca, se foi criando a tradição de ir ao Pirata Bar na segunda-feira, onde a noite é mágica e só termina quando o último "sobrevivente" deixa o salão.

A fama da casa correu o Brasil e o mundo, sendo notícia no jornal The New York Times. É por isso que se diz: "Vir ao Ceará e não conhecer o Pirata é como ir a Roma e não ver o Coliseu"

Prêmios

Década de 90

  • Prêmio Top Image, na categoria Local de Entretenimento Noturno, através de voto popular, em 1996, 1997 e 1998. 

  • Prêmio Parceiros de Visão, no segmento Entretenimento e Lazer, da Secretaria de Turismo do Ceará (Secult/CE), em 1998 e em 2004. 

  • Homenagem como promotor da cultura nordestina da Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da extinta Funcet (Fundação de Cultura, Esporte e Turismo), hoje Secultfor (Secretaria de Cultura de Fortaleza), em 2005. 

  • Troféu Visão Social, do Consórcio Social da Juventude de Fortaleza (CSJ) por sua adesão ao Programa Primeiro Emprego (PNPE), do Ministério do Trabalho e Emprego (ME), em 2005 e em 2006. 

  • Certificados de Personalidade Junina. 


  • Prêmio Personalidade Turística 2007, da ABIH-CE (Associação Brasileira da Indústria Hoteleira do Ceará). 

  • Selo de Responsabilidade Cultural 2009, da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult/CE). 

  • Selo Empresa Amiga da Criança, da Fundação Abrinq. Desde 1997, o selo é anualmente renovado. 

 Foto de   Paulo Yuji Takarada


 A Banda do Pirata:




A segunda mais louca e animada do mundo:


Além do Pirata Bar, o Grupo Pirata é formado pela Fundação Pirata Marinheiros, que desenvolve ações sociais junto a comunidades na Praia de Iracema, Amontada e Itapipoca, pela Pirata Brasil, produtora de eventos culturais e náuticos, e pela Boutique do Pirata, que comercializa produtos e suvenirs da marca.

A família Pirata

O Pirata é afiliado à FCVB (Fortaleza Convention & Visitors Bureau), à ABEOC (Associação Brasileira de Empresas de Eventos), à ABIH-CE (Associação Brasileira da Indústria Hoteleira do Ceará) e à ABRASEL (Associação Brasileira de Restaurantes e Empresas de Entretenimento).


O Pirata Bar foi tema de reportagens do The New York Times, que intitulou sua festa como “a segunda-feira mais louca do mundo”, e da Rede Globo, que produziu mais de 10 transmissões ao vivo somente para o Jornal da Globo. Outros veículos midiáticos, entre revistas, jornais e canais de tevê, de todos os cantos do mundo, também noticiam o Pirata.

Famosos no Pirata:

Júlio Trindade e Banda Lord K.

Júlio Trindade e Nelson Ned - show no Pirata no início dos anos 90

Beto Barbosa e Júlio Trindade

 Rodolphe e Compadre Washington

 Seu Jorge

 Daniel, Dado Dolabella e Rômulo

 Gugu Liberato

 Ator Danton Mello

 Júlio e Rossicléa

 Sabrina Sato

 Tiririca com a esposa e Angelo Vinicius


Paulo Diógenes e Ciro Santos


 Zilú e Zezé de Camargo

 Luciano e a esposa

 Eliana

 Luiz Fernando Guimarães

 Renato Aragão

 Belchior


Pirata Bar
Rua dos Tabajaras, 325 – (85) 4011-6161
Segunda, a partir das 20h.



x_3b7dbc2f

Créditos: Rogério Paulo Almeida, www.pirata.com.br, Wikipédia 
Fotos antigas:  Fan Page do Pirata

2 comentários:

  1. Leila, tal como sempre nos habitua, mais dois excelentes posts. Admiro e aprecio bastante a sua dedicação e motivação e, quando assim é, o resultado e a qualidade do trabalho desenvolvido salta à vista. Isso é Amor, sabia?

    Uma tristeza o sucedido ao Júlio Trindade. A vida tem destas agruras e infortúnios. Era um homem do Mundo, que sabia o que queria e o caminho a seguir, nunca se conformando com as imposições, e sempre com uma mão amiga estendida ao próximo. Esteve e viveu em vários continentes até assentar vida nas belas Terras do Ceará. E que bem que ele fez. Certa vez tive a oportunidade de o cumprimentar mas, infelizmente, naquela ocasião, não foi possível a troca de palavras. Tinha em mente fazê-lo num futuro próximo, numa viagem futura, lamentavelmente não será possível. Uma palavra de apreço e de carinho à família, que é quem mais está sofrendo com a situação.

    Em relação ao Pirata... é simplesmente um lugar maravilhoso, ponto de encontro do forró, do axé, das quadrilhas que fazem a alegria de todos os visitantes. Visitantes esses, não só do Ceará, não só de todo o Brasil, mas muito e também vindos de todo o Mundo.

    Ai as saudades...

    Um abraço, Leila.

    Rogério Almeida

    ResponderExcluir
  2. Oi amigo! :)

    Nossa, que honra a minha, ser agraciada com
    um comentário tão carinhoso.
    Vc como sempre, com palavras gentis, um verdadeiro afago no coração!

    Nem acredito que deu certo e enfim vc conseguiu
    comentar no blog. \o/ rsrs Que bom!!!

    A vida é assim mesmo, cheia de surpresas, umas tão desagradáveis que nos deixam sem chão, infelizmente... Força, muita força para a família de Júlio.

    Um caloroso abraço amigo

    ResponderExcluir