Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


domingo, 18 de março de 2012

Um Àlbum de Relíquias II


Praia do Peixe (em 1925 receberia o nome de Praia de Iracema) em 1921 – Da esquerda para direita: Adília de Moraes, Júlia Galeno e Henriqueta Galeno.

 

Praia do Peixe em 1921 – Da esquerda para direita: Adília de Moraes, Henriqueta Galeno, Demócrito Rocha, Júlio Maciel, Beni Carvalho e Gastão Justa.

 

Praia do Peixe em 1921 – Da esquerda para direita: Demócrito Rocha, Cruz Filho, Beni Carvalho, Júlio Maciel e Gastão Justa.

 

Praia do Peixe em 1921 – Da esquerda para direita: Demócrito Rocha, Henriqueta Galeno, Júlia Galeno, Beni Carvalho (em pé), Adília de Moraes, Gastão Justa e Júlio Maciel.

 

Praia do Peixe em 1921 – Da esquerda para direita: Júlio Maciel, Demócrito Rocha, Henriqueta Galeno, Júlia Galeno, Cruz Filho, Adília de Moraes e Gastão Justa.

 

Praia do Peixe em 1921 – Da esquerda para direita: Cruz Filho, Júlia Galeno e Henriqueta Galeno.

 


Agradecimento ao amigo Clóvis Acário Maciel

5 comentários:

  1. Estou deveras impressionada!!!Queria conseguir fotos da Aldeota e do Colégio Christus quando começou,acho que vou até lá ver o que consigo.E do BB da Praça Valdemar Falcão na decada de 50 até 70 e da AABB. Vou dar uma passada na sala dos aposentados do BB e ver o que consigo tb.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ver o q posso fazer para ajudá-la tbm.
      Se eu conseguir qualquer coisa, coloco no facebook para vc, ok?

      Abraços querida e obrigada pelo comentário

      Excluir
  2. Ôi, Leila, seu trabalho está excelente, meus parabéns! Se este pessoal aí estivesse vivo estaria a lhe aplaudir por tãp prmorosa apresentação. Vou ficar por aqui, por que eu sou suspeito para falar sobre estas fotos.

    Abraços do amigo

    Clóvis Maciel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário é muito importante pra mim, amigo!

      Obrigada, fico honrada com tanto carinho! :)

      Excluir
  3. Teste de coisas que podem ser ditas. Enviando email para depois não deixar mais o retorno das coisas ficar parados. Enviar principalmente sete fotos de sete faces como se fossem coisas que pudessem ser mais ou menos esquecidas, e pudesse, talvez na escuridão da tarde, mais ou menos as mesmas coisas entreabertas. E é assim que te publico, moça, só agora pensando em ti, na pressa e no cánhamo do canhão, porque na verdade tudo principia como um princípio sem princípio e para ti eu digo não, como uma cruel observação. Mas...às vezes principia coisas mais ou menos perdidas, e a gente diz pára pensa sente e desmemora e desfalece mais do que ressente. Ah, se as coisas pudesse estar mais ou menos perdidas na linha de corte que padece do meio fio da meia vontade estar ao derredor do ser - misteriosa dor.

    ResponderExcluir