Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Avenida Alberto Nepomuceno - Fatos Históricos II [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Avenida Alberto Nepomuceno - Fatos Históricos II



A Avenida Alberto Nepomuceno em 1942/44 - Arquivo Nirez


Leia a primeira parte AQUI

17 de dezembro de 1948 - Inicia-se a mudança do quartel da 10ª Região Militar, da Rua Pedro Pereira nº 461, esquina com Rua General Sampaio, para o quartel antes ocupado pelo 23º Batalhão de Caçadores - 23BC, na Avenida Alberto Nepomuceno, esquina com Rua Dr. João Moreira.
A 10ª Região Militar - 10ªRM, permanece até hoje no local.



Foto do Arquivo Nirez

Foto do Arquivo Nirez

 04 de setembro de 1951 - O Instituto do Ceará realiza sua primeira sessão na nova sede à avenida Alberto Nepomuceno, no mesmo prédio em que funcionava o Museu Histórico do Estado, que fica sob sua administração, em virtude de convênio celebrado com o governo estadual.

 21 de novembro de 1953 - Acertada a retirada do estacionamento de caminhões de carga e carroças da Praça da Sé para o início da Avenida Alberto Nepomuceno e para a Praça Castro Carreira, onde está localizada a estação da RVC, comprometendo-se a Prefeitura a instalar telefones nos dois novos pontos de estacionamento.


Foto do Arquivo Nirez

 1957 - O prédio da antiga Tesouraria Provincial, casa térrea construída por Joaquim Inácio da Costa Miranda, rodeada pela Rua Dr. João Moreira, Rua General Bezerril, Rua Rufino de Alencar e Avenida Alberto Nepomuceno, ao lado da hoje 10ª Região Militar, foi demolido, para no local ser construído o prédio do Fórum Clóvis Bevilaqua, que ali esteve por quase 40 anos, mudando-se em 1998, para a Avenida Washington Soares, na Água Fria e em seu local foi construído o acréscimo da Praça Caio Prado (da Sé). O prédio onde esteve o Fórum foi implodido.

 12 de junho de 1959 - Hugo Victor inicia, no O Nordeste, a publicação (I) de ‘História das Avenidas, Praças e Ruas de Fortaleza’, focalizando a Avenida Alberto Nepomuceno, primitivamente a Rua da Ponte.
A atual denominação foi proposta do vereador Antônio de Alencar Araripe, que redunda na Lei no 27, de 22 de dezembro de 1920.
Alberto Nepomuceno é autor da música do Hino do Ceará, tendo alcançado no concurso para o Hino da República o 2º lugar.


 26 de dezembro de 1960 - Inaugurado o Edifício Clóvis Bevilaqua (Fórum Clóvis Bevilaqua), sede do Tribunal de Justiça do Estado, em quadrilátero entre a Rua Dr. João Moreira, Rua General Bezerril e Rua Rufino de Alencar, com frente para a Avenida Alberto Nepomuceno nº 272.


Foto do Arquivo Nirez

 17 de dezembro de 1972 - Reinaugurado, após reforma e ampliação, o prédio do Fórum Clóvis Bevilaqua, na Avenida Alberto Nepomuceno, na Praça da Sé.
A reforma deu-se em virtude de incêndio ocorrido em posto de gasolina em frente, na Avenida Alberto Nepomuceno e que prejudicou toda a fachada do prédio.



Antigos imóveis que ficavam em frente a 10ª Região Militar - Arquivo Nirez

 09 de agosto de 1973 - Inicia-se a derrubada de antigos imóveis situados na Avenida Alberto Nepomuceno, no cruzamento com a Avenida da Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção, que corre ao lado da 10ª RM, para dar lugar às obras de construção de um dos primeiros viadutos de Fortaleza, que ligará a Avenida Marechal Castelo Branco (Leste-Oeste) à Rua Franco Rabelo.
Após sua inaugração recebeu o nome oficial de Viaduto da FEB, mas ficou conhecido popularmente como "Tatasão", alusão a conhecido homosexual de Fortaleza.



Viaduto da FEB - Arquivo Nirez

 17 de dezembro de 1973 - Publicada no Diário Oficial do Município - Diom nº 5.310, a Lei n 4.312, do dia 6, que denomina de Viaduto da FEB o elevado da Avenida Marechal Castelo Branco (Leste-Oeste) sobre a Avenida Alberto Nepomuceno, conhecido popularmente por "Tatazão", alusão ao vulto popular Zé Tatá.


O "Tatasão" - Arquivo Nirez

 1996 - Por iniciativa do Instituto do Ceará, a estátua do General Sampaio, assim como seus restos mortais, foram transferidos da Avenida 13 de Maio e hoje se encontram em frente à 10ª Região Militar, na Avenida Alberto Nepomuceno.

 19 de janeiro de 1998 - Começa a funcionar o novo Mercado Público (Mercado Central) construído na Avenida Alberto Nepomuceno em frente à 10ª Região Militar.
Para construí-lo, foram derrubadas mais de uma dezena de casas históricas, as mais antigas da Cidade.
Foi arquiteto Luís Fiúza.
Na verdade não é um mercado central, mas um "shopping" de artesanato.



10ª Região Militar -Arquivo Nirez

 24 de setembro de 1998 - Inaugura-se o Museu General Sampaio, na Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção, na 10ª Região Militar, na Avenida Alberto Nepomuceno, foi organizado pela historiadora-militar e também artista plástica Dolores Aquino.

10ª Região Militar -Arquivo Nirez

 20 de agosto de 2000 - O prédio onde funcionou o Fórum Clóvis Bevilaqua, na Avenida Alberto Nepomuceno nº 272, é implodido às 9h, ruindo em 5 segundos.
Foi a Segunda implosão realizada em Fortaleza.


Fontes: Livro Cronologia Ilustrada de Fortaleza de Miguel Ângelo de Azevedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: