Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Um passeio na história pela Praia de Iracema - Literatura de Cordel (Parte IV)


As casinhas dos pescadores da então Praia do Peixe, atual Iracema

Luís Antonio de Aragão

PISCININHA

Tentando conter maré
Construiu-se um quebra-mar
Que começou lá na ponte
No “Lido” foi terminar
A água que transpassava
Uma depressão formava
Bem rasa e bem circular




Com isso Coronel Porto
Essa chance aproveitou
E no pequeno declive
Mais ainda ele cavou
Dizem que a índia sereia
Em noite de Lua Cheia
No local banho tomou



Dentro do leito macio
A criançada brincava
O famoso racha havia
Depois que a maré secava
E a brisa lenta à tardinha
Em volta da Piscininha
Benzia quem se amava

Agora é um mar de lama
Cheia de pedras cortantes
De bueiros e esgotos.
Em lugar dos mais fascinantes
É preciso uma limpeza
Pra resgatar a beleza
Da Piscininha de antes


video
Piscininha sendo aterrada. Crédito: Daniel Costa

MARCOS HISTÓRICOS E ESCOLAS


Grupo de rapazes jogando bola ao cair da tarde na Praia de Iracema. Acervo Clóvis Acário

Primeiro, Hotel Pacajús
Batista foi o pioneiro
Depois, o Plaza Hotel
Philomeno empreiteiro
Com hóspedes elegantes
Moradores importantes
Até Lúcio Brasileiro




Estação dos Correios
Em frente ao mar se firmou
Antenas sempre ligadas
Pro mundo inteiro falou
E no local mensageiro
Francisco Alísio Pinheiro
É ilustre morador

Capitania dos Portos,
Alfândega foi federal
Alberto Nepomuceno
Maestro no pedestal.
Iracema Arco dobrando
Paredões mar sustentando
Nesse Bairro sem igual

Pátio da Alfândega

O bom Instituto Kennedy
Muita gente educou
Quininha e Maria Augusta
A todos bem ensinou
Era na José Avelino
Tudo o que foi de menino
De castigo lá ficou

Professora Dona Vilma
Na Rua Tijipió
Colégio São Pedro
Ministrou o que é melhor
Respeito e Esperança
No adulto e na criança
Era tudo um brilho só

Escola do Elvira Pinho
Sempre com muita ação
Exemplo de ensino público
De enorme dedicação
Professores competentes
Ensinos eficientes
Valorizam a educação

No ano de Trinta e Nove
Padre Pita e Marilinha
Organizavam trabalhos
De São Pedro Igrejinha
Ela se edificou
Como é linda a capelinha



No nosso Centro Espírita
O Santo é muito lembrado
É na rua Ararius
De Pedro, Apóstolo chamado
E lá toda a cidade
Já tem feito caridade
Mesmo ao mais necessitado

Thmoskhenko dirige
Estoril da Prefeitura
Tem zelo Moacir
Pela bela arquitetura
Há um lindo restaurante
Balé Bianchi, brilhante,
Galeria Arte e Cultura


O lindo Centro de Artes
Majestoso Dragão do Mar
Onde a memória do povo
Muito se faz preservar
Cine, Teatro, Oficina,
O planetário ilumina
Todo o céu do Ceará.


FOLIA EM IRACEMA

Senhor João do Miramar
Esquina da São Lunguinho
Rua que morou o Joca
Que adorava um baralhinho
Joca foi xará de João
Simples de bom coração
Se foi como passarinho



Maracatú AZ de Espada

E tinha lá o AZ de Espada
No lugar o seu cantinho
Mário Amâncio e Benior
Miramar tinha carinho
Luiz Rainha reinava
Braz do Balaio girava
Ao Triângulo do Betinho


A Turma do Camarão

Surgiram Blocos de rua
Turma Bamba e Camarão
Paladinos do Amor
“Coca-Cola” era cordão
“Não Quero Choro” afinada
Com “Turma da Invernada”
“Garotos do Frevo” são


Em boa Escola de Samba
Transformou-se Camarão
Veio “Leopoldina” show
Sempre com muita emoção
“Pajeú” foi de Escol
E o bonito “Girassol”
Fez um grupo campeão



Bandas e Blocos bons
No carnaval deram grito
Primeira a “Banda Iracema”
Após ela a “Periquito”
Do “Mexe-Mexe”, Fuxico
“Que M. é Essa”, eu indico
É muito bloco bonito.




Crédito: http://www.nehscfortaleza.com/



Nenhum comentário:

Postar um comentário