Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Fortaleza das antigas III [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


terça-feira, 4 de outubro de 2011

Fortaleza das antigas III



Agência Alvaro de Castro Correia - Fundada em 1906

20 de outubro de 1904 - Fundada, a firma Álvaro de Castro Correia, que em 1944 passou à sociedade anônima.
Ficava em prédio próprio na esquina da Rua Major Facundo nºs 44/46 (antigos, atual 125) com Rua Castro e Silva nºs 62/66 (antigos).




Em 01 de agosto de 1924 - Surge em Fortaleza a Casa Veneza, de calçados, da firma Francisco Ângelo & Irmãos, do comendador Francisco De Francisco di Angelo, representante consular da Itália em Fortaleza, e seus irmãos Braz de Francisco di Ângelo e Salvador De Francisco di Ângelo, na Rua Floriano Peixoto nº 136 (antigo, atual 452).

Em 18 de agosto de 1942 - Acontece o chamado quebra-quebra, em represália ao afundamento de vários navios mercantes brasileiros na costa brasileira, torpedeados por submarinos italianos e alemães.
Estabelecimentos de alemães, italianos e japoneses são depredados, assaltados e incendiados pelo povo revoltado.
Até estrangeiros que nada tinham a ver com o "eixo" foram "punidos" por terem nomes complicados.
Na voragem foram incendiadas as lojas A Pernambucana e Casa Veneza e a firma Paschen & Companhia.
A Padaria Italiana muda seu nome para Padaria Nordestina, durante a revolta popular.





22 de abril de 1922 - Aparece no comércio fortalezense, A Formosa Cearense, loja de modas, tecidos, calçados e alfaiataria, de Cunto & Companhia, dos sócios Salvador Cunto, Vicente Cunto e José Cozza Cunto, na Rua Floriano Peixoto nº 205 (antigo, atual 635), no Edifício Itália, na Praça do Ferreira.




1893 - Fundada em Fortaleza, a Casa Bancária Frota & Gentil, que tinha como sócios o coronel José Gentil Alves de Carvalho, Raimundo da Silva Frota, Antônio da Frota Gentil e João da Frota Gentil.
Depois se transformaria no Banco Frota & Gentil, que inaugurou seu novo prédio em 1925, na Rua Floriano Peixoto nº 324, esquina com a Rua Senador Alencar.

07 de fevereiro de 1925 -Inaugura-se o novo prédio da firma Frota & Gentil com a Casa Bancária Frota & Gentil que a partir de 1931 passou a denominar-se Banco Frota & Gentil, na esquina da Rua Floriano Peixoto com Rua Senador Alencar.
O projeto é de autoria do engenheiro João Sabóia Barbosa.
Posteriormente o banco consorciou-se com o Banco do Comércio e Indústria de Minas Gerais - Comind, que faliu sendo depois ocupado pelo Banorte e hoje é uma agência do banco paulista Bandeirantes.

19 de março de 1931 - A firma Frota & Gentil, representante da Seguradora Sagres, funcionando em prédio na esquina da Rua Floriano Peixoto com Rua Senador Alencar, transforma-se no Banco Frota Gentil Sociedade Anônima.




01 de janeiro de 1923 - Instalou-se, na esquina da Rua Senador Pompeu nº 174 (antigo, atual 882) com Rua Guilherme Rocha, a Padaria Palmeira, da firma Ferreira da Silva & Cia Ltda de Firmino Ferreira da Silva e Albano Ferreira da Silva, que além de panificação abraçava também o ramo de torrefação com o Café Palmeira.
Antes desta instalação já existia o estabelecimento.

15 de junho de 1935 - Falece, em Fortaleza, o Sr. Albano Ferreira da Silva, oriundo de Portugal e proprietário da ‘Padaria Palmeira’, localizada na esquina da rua do Senador Pompeu com Cel. Guilherme Rocha, precisamente na casa que pertenceu ao Ilustre Senador Pompeu.




01 de fevereiro de 1921 - Nasce em Fortaleza a firma Salgado, Filho & Companhia, do comerciante Alfredo da Rocha Salgado (Alfredo Salgado), seu filho José Salgado e seu sobrinho Eurico Salgado Duarte que fica à frente da Casa Inglesa, antes da firma R. Siglehurst & Co. de Liverpool.

17 de fevereiro de 1923 - Fundado o Centro dos Exportadores, na Avenida Alberto Nepomuceno, nº 77, tendo como primeiro presidente Alfredo da Rocha Salgado (Alfredo Salgado), vice-presidente Adrien Seligman, secretário, Alberto Jacques Klein.
O Centro era formado pelas firmas Salgado, Filho & Companhia; A. D. Siqueira & Filho; Boris Frères & Cia, G. Gradwohl & Fils; J. Lopes & Companhia; Camilo & Companhia; Myrtil, Lima & Companhia; Arruda & Companhia Ltda.; Ommundsen & Martins Ltda.; Albert Beday; Dugan, Hood & Companhia Inc.; Boris, Siqueira, Lima & Companhia; Rossbach Brasil Company e José Arruda.



x_3b93378c


Fonte: Álbum Fotográfico de Propaganda Bilingue (Português e Italiano) - 1925 - Organizado no Governo do Desemb. Jose Moreira da Rocha - Fotografias raras do Comércio, de Cearenses Ilustres e Estrutrura Econômica prevalente. Terra Cearense 1925

3 comentários:

  1. Oi, Leila
    Me ausento, mas volto. Ainda mais pra ver essas fotos tão lindas (só servem assim, em preto e branco). O João Gentil,do Banco Frota Gentil, foi patrão do meu pai. Como "seu Paivinha" tinha idéias revolucionárias (trabalhista), um dia foi demitido e quase havia tiro (do outro lado rs). Minha mãe estava grávida de 8 meses do 1º filho, era 1932...Pobre da minha mãe, feliz do B.de Paiva, que sobreviveu, e bem...
    Garanto que ainda farei uma postagem sobre isso, lá na Cadeirinha de Arruar. "Quem viver, vera!" rsrsrs
    Um beijjo

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga, que bom que voltou!
    Como foi de viagem? E as fotos?

    Faz sim, tenho certeza que será uma
    postagem deliciosa de ler.

    Eu amooooooooo fotos em P&B tbm!

    Beijos amada

    ResponderExcluir
  3. A Casa Veneza eu conheci sempre que vou ao Centro e passo próximo a ela me dá pena ver as lojas dela abandonadas e fechadas com tijolos pois os moradores de rua,marginais e usuários drogas utilizam prédios nessas condições para se alojar.

    ResponderExcluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: