Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Conjunto Prefeito José Walter



O bairro dispõe de equipamentos públicos que contemplam a atenção à saúde, leitura e cultura. Diz a história que no final da década de 1960 a prefeitura comprou terras da família Montenegro. O que antes era Mondubim, aos poucos foi virando um conjunto habitacional. O projeto era audacioso: construir uma cidade planejada com 4.200m no menor tempo possível  O nome veio em homenagem a um político importante: o prefeito José Walter.


Conjunto José Walter em 1972

4ª Etapa do Conjunto Habitacional do Mondubim (José Walter) 1972 - Foto Alex Mendes


O Conjunto Prefeito José Walter foi construído em 1970 e está localizado entre os bairros Jangurussu e o Mondubim, nos limites de Fortaleza com Maracanaú. Foi criado em homenagem ao prefeito de Fortaleza, José Walter(¹) que foi conhecido por obras polêmicas como a destruição da coluna da Hora e do Abrigo central localizado na Praça do ferreira no centro da cidade.
Tem origem no antigo Núcleo Integrado Habitacional do Mondubim. A região era habitada por inúmeras famílias pobres tendo em vista o difícil acesso pela avenida expedicionários. Foi projetado pelo arquiteto Marrocos Aragão seguindo o modelo de cidade planejada. Possui 4 etapas tendo o modelo original projetado com 5.500 casas. 


Crédito da foto: Butecos Bikes


Quando inaugurado, há 40 anos, o Conjunto Prefeito José Walter era considerado o maior conjunto habitacional da América Latina. Hoje, já são mais de 26 mil pessoas residindo no local, de acordo com o último Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O bairro é arborizado, possui vários campos de futebol e lembra cidades tranquilas do Interior.

Um local bastante frequentado por quem vive lá e também no Mondubim é a
Lagoa do Catão. Apesar de ser urbanizada, ainda recebe poucas intervenções de limpeza, percebem os coopistas que frequentam diariamente o espaço.



 Lagoa do Catão

Quando a questão é saúde, os moradores do bairro e adjacências podem contar com o Hospital Distrital Gonzaga Mota do José Walter, o Gonzaguinha. Uma unidade de emergência que chega a receber cerca de 18 mil pessoas por mês.



Além do hospital, outro local de referência é o Centro Social Urbano (CSU). Lá, acontecem eventos organizados pelos moradores, como a Semana de Arte de José Walter. Com mostras de artes plásticas, música, cinema, teatro e poesia, o festival revela os talentos do bairro. Dali, já saíram nomes que são nacionalmente conhecidos, garantem representantes da organização.

O evento é esperado anualmente pelos alunos da
Rádio FM Cultura 87,9, que é Ponto de Cultura da Prefeitura de Fortaleza, do governo do Estado do Ceará e do Ministério da Cultura (Minc).



FM Cultura emite sinal para 32 bairros ao redor do Conjunto José Walter


Biblioteca

O CSU do José Walter é frequentado por mais de 300 pessoas diariamente e abriga também a Biblioteca Regional do Complexo de Cidadania Adauto Bezerra. No acervo, constam mais de 800 obras, entre livros didáticos e paradidáticos.

Ainda assim, alguns moradores reclamam que o CSU está funcionando de forma precária. E que a infraestrutura do local não é aproveitada. "Lá já foi um lugar de referência para a prática de esportes, folclore, escola de música. Funcionava o dia inteiro, hoje está abandonado", queixa-se Maria Lidiane Menezes, moradora do bairro.



Primeira edição do Arraiá da Cumadi Chica: ainda feita no quintal 


Hoje, o número de moradias do Conjunto José Walter continua a crescer, assim como sua infraestrutura viária. No bairro, está sendo construída uma ponte de 40m, ligando a Avenida D à Avenida Valparaíso, Conjunto Palmeiras, passando pelo rio Cocó, além de uma via de três quilômetros de extensão.

De acordo com a Secretaria Executiva Regional V, as obras fazem parte da reformulação da malha viária da Capital e têm o objetivo de desafogar o tráfego na Avenida Perimetral.
As construções das avenidas foram escolhas da população, tendo como instrumento o Orçamento Participativo. 


Boneco

O Bonequeiro Boca Rica, que tem suas "criaturas" hoje expostas em museus do Japão, Estados Unidos, França e outros, foi igualmente morador do bairro. Assim como o Poeta Oliveira, que tem mais de 40 músicas regravadas por músicos consagrados como Luiz Gonzaga, Gonzaguinha, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo. A "Dama do Teatro Cearense", Antonieta Noronha, que participou do elenco da TVE, nos anos 70 também foi moradora do José Walter.


Clique para Ampliar
O Poeta Oliveira mora no bairro e é compositor da música "Canta Luiz"

TRADIÇÃO

600 mil se reúnem nas festas juninas

Em todo o Estado acontecem, em média, 240 festivais profissionais de São João, de acordo com a
Federação das Quadrilhas Juninas do Ceará. Mas é no bairro José Walter que a comemoração popular chega a reunir mais de 600 mil pessoas, segundo a organização do evento.

Cumadi Chica: é o nome do maior São João da Capital. Transformou a quadrilha de casa em festa tradicional

O Arraiá da Cumadi Chica, como é conhecido em todo o Estado, celebrou 37 anos de existência em junho deste ano. Ou seja, três anos depois da inauguração do conjunto habitacional, a festa começava a mobilizar os moradores. E a cada nova edição, recebe um número maior de pessoas.

A festa começou no quintal da casa de
Francisca Maia de Souza, a tão conhecida Cumadi Chica, que guarda fotografias desde o primeiro dia do evento. "Rapidamente, o São João ficou grande, tomando conta da rua. Os meninos faziam de mim ´gato e sapato´", relembra.

Hoje, as quadrilhas não são mais organizadas por Dona Chica, já que grupos do Nordeste inteiro pedem para comparecer ao festival que tomou grandes proporções, explica.

Há três anos, a festança acontece no polo de Lazer do
Mercado do Conjunto José Walter, entre as avenidas J e N, na 2ª Etapa. No local, são armados camarotes, feira de artesanato, parque de diversão, barracas de comidas típicas, caipirinha e lanches variados. A organização garante, ainda, um espaço especialmente montado para as crianças que comparecem.

A ampla participação do público é também revertida em doação para várias entidades beneficentes. A cada ano, mais de dez toneladas de alimentos são arrecadadas e, posteriormente, distribuídas. Pelas ações de boa vontade, Cumadi Chica já foi agraciada com várias comendas e medalhas de reconhecimento de instituições cristãs.

Aproximadamente quatro mil pessoas participam dos bastidores do evento, que, além de contribuir para a manutenção do folclore entre as novas gerações, gera trabalho e renda.




José Walter Cavalcante - (Crédito da foto - Juracy Mendonça)


(¹)José Walter Cavalcante nasceu em Capistrano em 16 de julho de 1927. Construiu a carreira política no estado do Ceará durante a década de 1960. Foi prefeito de Fortaleza entre 1967 e 1971, tendo sido indicado pela Ditadura Militar.

Formou-se em engenharia civil na Universidade Mackenzie, em SP, seguindo-se de diversas especializações no exterior. Professor catedrático de engenharia civil da Universidade Federal do Ceará, foi diretor da Estrada de Ferro e do Banco do Estado do Ceará, entre outros. Casado com Maria Amélia Cavalcante, tem 4 filhas, 8 netos e 1 bisneto. Vive com sua família em Fortaleza.

Engenheiro de profissão, sua gestão à frente da prefeitura de Fortaleza foi marcada por obras polêmicas, que descaracterizaram a memória da cidade, como a destruição da Coluna da Hora e do Abrigo Central, dois marcos identitários históricos de Fortaleza, antigamente localizados na Praça do Ferreira


Crédito: Wikipédia, Diário do Nordeste e Tv Verdes Mares

5 comentários:

  1. Super interessante!! Moro lá e infelizmente a biblioteca no CSU não existe mais . . .

    ResponderExcluir
  2. Cheguei nesse bairro em 1970. Tinha acabado de me formar Professora, tive a maior oportunidade na vida, sendo pobre e filha de pai descuidado, foi no JWalter durante a década de 70 que me tornei Funcionária pública concursada, me casei e fui mãe, hoje sou aposentada.Amo o Conjunto J Walter.

    ResponderExcluir