Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Base Aérea de Fortaleza - 78 anos [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Base Aérea de Fortaleza - 78 anos


Detalhe do portão antigo antes da demolição parcial da base área de Fortaleza - Arquivo Morais Vianna

A história da Base Aérea de Fortaleza remonta a 15 de maio de 1933, quando foi criado o 6º Regimento de Aviação da antiga Aviação Militar do Exército. As atividades do 6º RAv tiveram início em 21 de setembro de 1936 quando da ativação do Núcleo da Base Aérea, recebendo três biplanos Waco CPF F-5.

A obra arquitetônica desta é o trabalho do arquiteto Emílio Hinko.

O Núcleo passou a constituir o 6º Corpo de Base Aérea em 1939 até o dia 22 de maio de 1941, quando foi criada a BAFZ - Base Aérea de Fortaleza, sob o controle do recém-criado Ministério da Aeronáutica.


Durante a 2ª Guerra Mundial, temendo uma possível invasão vinda dos países do Eixo, a partir de Dakar no norte da África e também, devido aos sucessivos ataques de submarinos alemães e italianos contra os navios da nossa Marinha Mercante, o governo brasileiro cedeu o uso de bases no Nordeste, aos Estados Unidos. Em contra-partida, nossas forças foram reequipadas com equipamentos modernos.

Desta maneira, o primeiro lote de aeronaves chegou ao Brasil no início de 1942, compreendendo doze caças Curtiss P-36A Hawk, dois Douglas B-18 Bolo e seis NA B-25B Mitchell. Este primeiro lote foi utilizado para formar uma unidade provisória para o treinamento do pessoal da FAB.



Base Aérea de Fortaleza - Arquivo Morais Vianna

Foi num dos B-25B desta unidade que uma tripulação mista brasileira e norte-americada, sob o comando do Cap. Av. Parreiras Horta da FAB, que realizou o primeiro ataque de uma aeronave da Força Aérea Brasileira a um submarino alemão, às 14:00h do dia 22 de maio de 1942. O submarino alemão, navegando na superfície foi surpreendido e reagiu com forte artilharia antiaérea.

Em 1944 foi criado na BAFZ o 4º GpBM - Grupamento de Bombardeio Médio, equipado com os Lockeed A-28A Hudson e, posteriormente, com os B-25J Mitchell. As tripulações do 4º GpBM realizaram missões de patrulhas marítima até o final da guerra.

Em 24 de março de 1947, o 4º GpBM foi redenominado 4º GAv Grupo de Aviação, sendo o seu 1º Esquadrão ativado em 1948. Esta unidade foi designada para missões de bombardeio até 1956, quando foi transformada em unidade de treinamento de caça, recebendo os Republic P-47 Thunderbolt, provenientes do 2º/5º GAv.


 Campo de Pouso do Alto da Balança - Cocorote (atual Base Aérea de Fortaleza desde 1941). Na foto o Avião de Amélia Earhart pousado.

 
Amélia Earhart na Base Aérea de Fortaleza

Em maio de 1958, a BAFZ entrou para a era do jato, ao receber 33 Lockheed F-80C Shooting Star, utilizados somente pelo 1º/4º GAv. Em 1966 chegaram os Lockheed T-33, que foram utilizados juntamente com os F-80C até 1973, quando todos foram substituídos pelos Embraer AT-26 Xavante, utilizados até hoje.

Desde 25 de novembro de 1986, a BAFZ é a sede do 5º/1º GCC - 5º Esquadrão do 1º Grupo de Comunicação e Controle, que tem a missão de monitorar e controlar o tráfego aéreo no Ceará, contando com radares de aproximação para pouso de precisão.

Em 9 de janeiro de 2002 o 1º/4º GAv "Pacau" foi transferido para a Base Aérea de Natal, RN, e o 1º/5º GAv, Esquadrão "Rumba", veio transferido para Fortaleza, a fim de prosseguir em sua missão de formação de pilotos em aeronaves multimotores.

Fatos Históricos

  • 15 de maio de 1933 - Decreto nº 22.735 do Chefe do Governo Provisório cria o 6º Regimento de Aviação, que depois foi o 6º Corpo de Base Aérea e hoje é a Base Aérea de Fortaleza, sendo seu primeiro comandante o capitão aviador José Sampaio de Macedo, cearense do Crato, falecido em 1992.

Instrumentos de controle de voo na cabeceira da pista da Base Aérea de Fortaleza- arquivo Morais Vianna


  • 21 de setembro de 1936 - Reativado o núcleo do 6º Regimento de Aviação que fora criado por decreto de 15/05/1933, ocasião em que são recebidas três aeronaves biplanas Waco CFP-F5. Trata-se hoje da Base Aérea de Fortaleza.

  • 23 de maio de 1940 - São brevetados os primeiros aviadores civis do Ceará, em cerimônia realizada no 6º Corpo da Base Aérea de Fortaleza, falando o interventor Francisco de Menezes Pimentel, e o jornalista Francisco de Assis Chateaubriand Bandeira de Melo.

  • 22 de maio de 1941 - Quando da organização da Força Aérea Brasileira, em virtude da criação do Ministério da Aeronáutica, o 6º Regimento de Aviação, sediado em Fortaleza, passa a denominar-se Base Aérea de Fortaleza. 

  • 30 de julho de 1957 -Cai ao solo na Base Aérea de Fortaleza um avião de caça da FAB, pilotado pelo ten. Humberto Santos, que escapa antes da explosão. Os jornais salientam que é o 3º desastre aviatório que num só mês ocorria em Fortaleza com aviões da Aeronáutica.

  • 12 de julho de 1967 - Cai, no Montese, às 15h40min, o avião a jato T-33 prefixo 4.312, da Base Aérea de Fortaleza, pilotado pelo aspirante-aviador João Paulo Andrade Carvalho, sobre seis casas na Rua Adriano Boris nºs 281 a 293, destruindo-as e soterrando seus moradores. 12 mortos e 35 feridos foi o saldo.

  • 21 de outubro de 1967 -Avião da Base Aérea de Fortaleza cai na Praia do iate, vitimando o piloto Renato Aires da Silva, O aparelho participava de demonstrações no encerramento da Semana da Asa em Fortaleza. Os observadores informam que o desastre foi ocasionado pelo encontro do tintanque contra as ondas.

  • 31 de janeiro de 2003 - O coronel aviador Oto Uwevoget, deixa o comando da Esquadrilha da Fumaça e assume o comando da Base Aérea de Fortaleza, substituindo o coronel aviador Gerson Nogueira Machado que vai cursar a Escola de Comando e Estado Maior da Aeronáutica - Ecemar.



Fontes: Wikipédia e Cronologia Ilustrada de Fortaleza - Nirez

13 comentários:

  1. Agradeço mais uma vez os créditos. Parabens pelo blog. Passo sempre por aqui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, amigo!
      Sempre procuro dar os créditos certinho! :)

      Excluir
  2. Bom dia muito lindo seu cantinho
    parabens vanho desejar um
    bom fim semana e oferecer meu link
    com muito carinho.

    ResponderExcluir
  3. Belo trabalho Nobre. A postagem sobre a BAFZ ficou muito boa apesar da síntese.
    Parabéns, continue assim.
    Vale ressaltar que o GCC controla o tráfego militar em missões de deslocamento, podendo também controlar aeronaves civis quando necessário.
    Quem controla (aeronaves militares e civis) o espaço aéreo de Fortaleza é o DTCEA-FZ (Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Fortaleza), que teve sua origem nos idos de 1945, ainda na criação do Ministério da Aeronáutica, sendo instalado inicialmente na torre da BAFZ. Hoje o DTCEA-FZ ocupa modernas instalações no lado norte do aeroporto Pinto Martins próximo à lagoa do Opaia.

    Valeu Nobre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paulo, boa tarde!

      Obrigada pelas gentis palavras. Vc leu a postagem q eu lhe indiquei?!?!? Se não, o link encontra-se no final dessa postagem.

      Abraços

      Excluir
  4. Bom dia minha linda
    Jà estava com saudades
    vir ver este lindo cantinho
    e desejar tudo de bom pra vc.
    Eu tanho andado a estudar e
    pouco tempo posso vir mas
    sempre que posso aqui estarei
    agradeçer tambem o carinho
    que tem por mim là no meu
    cantinho.Obrigada linda por tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Paty!

      Eu que agradeço sua visita e suas lindas
      palavras! :)

      Bom estudo, amiga!

      Excluir
  5. Muito interessante poder constatar que a corajosa Amelia earhart esteve aqui conosco adorei o blog parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Roberto!

      Bom que além da visita, ela deixou registros da Fortaleza daquela época, é uma foto mais linda q a outra!!!

      Para ver as fotos e saber mais sobre essa corajosa mulher, procure nos marcadores do Amélia Earhart.

      Abraços

      Excluir
  6. Parabéns pelo trabalho! Sempre que posso estou matando minha curiosidade aqui.. É sempre bom conhecer a história da nossa cidade.

    ResponderExcluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: