Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


sexta-feira, 31 de julho de 2015

Bar do Chaguinha - O melhor Bar do Benfica



No dia 02 de fevereiro de 1956, Francisco Ferreira Neto e sua esposa Aradenes Duarte (chamada carinhosamente pelos fieis frequentadores de D. Ará), ambos piauiense, se estabeleciam em nossa capital e abriam um pequeno negócio, na rua João Gentil, 291, onde permaneceu até final de 1991. Se instalou depois no prédio onde funcionou a Mercearia e Armarinho do Sr. Jocana rua Padre Francisco Pinto, 144, esquina com João Gentil.

Há mais de cinco décadas, O Bar do Chaguinha, tradicional reduto boêmio do Benfica, ainda mantinha o cardápio praticamente igual ao da inauguração. As cervejas sempre geladas e as receitas de Aradenes Duarte, esposa do proprietário, que é quem ainda prepara todos os tira gostos da cozinha regional servidos no local. Os pratos são elogiados por todos, mas o destaque vai para o carneiro assado e cozido, além da carne de sol com macaxeira. Seu Chaguinha trouxe a proposta da comida simples e caseira para agradar os clientes.


Chaguinha hoje está com de 85 anos e D. Aradenes, 83. Dedicaram toda uma vida ao bar, foi através dele que conseguiram criar as três filhas do casal.

"Isso aqui pra gente não é um bar, é nossa segunda casa", explica Vanda Duarte, uma das três filhas de Chaguinha, que sempre ajudou os pais a 'tocar' o estabelecimento, desde quando o mesmo funcionava do outro lado da rua Francisco Pinto.

Arquivo da página Oficial do Bar


Fundado há 59 anos no bairro Benfica, o bar onde ninguém entra sem camisa e onde brigas são proibidas é considerado pelos frequentadores como o mais antigo de Fortaleza. O que o diferencia dos demais, conforme os clientes, é o 'clima' familiar.



O Bar do Chaguinha encerrou suas atividades no dia 25 de julho de 2015

"Qualquer coisa que escrevamos aqui não vai conter todos as palavras que descrevem os sentimentos experimentados nesse final de semana, portanto vamos começar por onde der...

O Bar que já foi alvo de várias matérias jornalísticas em jornais, revistas, trabalhos de faculdade ontem encerrou uma era...

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Encerrar é muito forte, digamos que a história que tinha que ser contada foi escrita da melhor maneira possível. Querer florear mais que a história propriamente dita seria uma imitação falha.
... No mais, despedimos-nos por aqui com um até breve e um muito obrigado ao Sr. Francisco Ferreira, Sra. Aradenes, Vanda e Família pelos serviços prestados. Foi um prazer!"

Esse texto-despedida não é Oficial do Bar, é de um anônimo apaixonado.




De acordo com Vanda, a decisão de fechar as portas do estabelecimento se deve à avançada idade dos pais, responsáveis até hoje por atender os clientes. 

"Papai e mamãe estão cansados pelo 'peso' da idade. Sei que isto aqui é a essência para ele estar vivo, é um lugar onde ele conversa com os amigos, mas pesa pra ele."

"Já dei o que tinha de dar. Mas olha que comemoração bonita. Não é todo mundo que consegue isso no fim de um bar. Vou sentir mais falta é dessa clientela. Vou sentir muito", desabafa Chaguinha. Em clima de despedida, mas sem se deixar abalar, ele segue seu trabalho.


Conhecido como Seu Lunga do Benfica, seu Chaguinha administrou tudo com a ajuda da esposa, Aradenes. Foi com muito suor que conseguiu sustento a partir do bar, além de fazer grandes amigos.

“Foram 60 anos de luta. Eu tenho 85 anos, já estou cansando. Minha mulher, que me ajudava, também, está cansada. Meus filhos já estão criados. Então ninguém vai mais continuar. Quero distância desse negócio de comércio”, desabafa.


Clique e veja o discurso de despedida do Seu Chaguinha

Os planos são alugar o prédio para algum interessado, na base de um contrato, onde uma das cláusulas será a de não utilizar seu nome. 
“Não poderá utilizar meu nome. Se quiser, que coloque no dele. Vamos alugar nas condições que a gente exigir”, explica.

Lotado, como de praxe, o prédio amarelo de esquina não comportou todo o público presente para celebrar a despedida. Vanda antecipa que há a possibilidade de uma reabertura pontual para comemoração de 60 anos do tradicional e saudoso reduto do samba.




Para matar a saudade:



Créditos: Página Oficial do Bar, Lígia Costa (Jornal O Povo), 
Hayanne Narlla (Jornal Tribuna do Ceará) e pesquisas diversas.

sábado, 25 de julho de 2015

Lojas Milano - Meio século no coração da cidade


Em 31 de agosto de 1965, era inaugurada a loja Milano Roupas S/A., dirigida por Oscar Roque Bezerra, presidente; Anselmo Roque Bezerra, Vice-presidente; Expedito Leite de Sousa, diretor comercial; e Venício Prata, diretor financeiro, na rua Major Facundo nº 584, na Praça do Ferreira

É inaugurada em 03 de dezembro de 1971, com bênção de Dom Miguel Câmara, na rua Barão do Rio Branco, sua filial Di Roma. Em nome dos proprietários falou Clóvis Arrais Maia, presidente da Federação do Comércio.



Em 14 de outubro de 1972,
Oscar Roque lança com sucesso em suas lojas Milano e Di Roma, as bolsas capanga (A capanga é um dos mais clássicos modelos de bolsa masculina, que fez bastante sucesso nos anos 70 e 80), para homens. 

Nesse local, seria construído o prédio que abrigou a Lojas Milano durante 50 anos. 
A foto é de 1955

A fachada da Milano. 
Foto de Davi M.

Milano era sinônimo de tradição!
Foto de Igor R.


A Milano foi vizinha da Farmácia Oswaldo Cruz por meio século... É, será difícil olhar naquela direção e constatar que a Milano não estará mais lá... :(

Imagem Google Street

Imagem Google Street

Após 50 anos, Milano fecha as portas


"Inaugurada em 31 de agosto de 1965, as lojas Milano baixaram as portas para sempre. Milano significava seu Oscar, um comerciante respeitado em Fortaleza até os dias de hoje.

Segundo funcionários da Farmácia Oswaldo Cruz, outro comércio do século passado, os proprietários são um casal de idosos. O dono, seu Oscar, está com Alzheimer, a esposa, dona Socorro, é cadeirante. Eles decidiram fechar porque não tem filhos e nem parentes que deem continuidade ao negócio e eles estão muito debilitados.

Milano em seus últimos dias...


"Não é crise econômica, é falta de condições pessoais", comentam os vizinhos. "Não dá para ter certeza se fecharam de vez, pra sempre", comentou um cliente emocionado, com olhos marejados.

Mas eles vão mesmo fechar... Vão mesmo fechar."
Roberto Moreira 
(Diário do Nordeste)


A conceituada loja deixará saudades!!!

"...essa geração de consumidores alienados que consomem marcas na intenção de encontrar espaço em algum grupo social, perdem a oportunidade de consumir qualidade, padrão e estilo que a citada loja oferecia. Fui cliente, tenho uma calça estilo italiana que foi ajustada por um alfaiate da própria loja, que a percepção de valor pela qualidade se tornava bem barata.
É difícil um empresário que tem filosofia de qualidade se render ao consumo descartável que encontramos em modo geral."                    


"... a Milano tinha uma clientela fiel, é que falta a sucessão empresarial, proveniente do vínculo familiar. É uma pena."


"Bom gosto e qualidade são atemporais. Tudo é uma questão de estilo."



"Fez história, assim como a farmácia Osvaldo Cruz e o Cine são Luís fazem parte da praça do Ferreira e de Fortaleza."


"Milano e Di Roma, duas lojas chiquérrimas muito inovadoras para a época!"

"Sou advogado, morei em Fortaleza nos anos 90 e início dos anos 2000, tenho boas recordações desta loja, um senhor vendedor da Milano que me ensinou a dá nó de gravata, no início da minha labuta advocatícia."


"Que pena estou triste eu era cliente da Milano a muitos anos!!!"


"Eu lembro que minha mãe ia comprar meu fardamento num armazém próximo... eu devia ter uns 7 anos, passava por aquela loja bonita não muito grande... eu achava o máximo, vai deixar saudades, só quem é dessa época sabe bem o q falo... É uma pena, uma tradição na cidade passar por isso..."


"Que notícia triste! Meu pai só compra roupas lá, o atendimento era excelente."

Mais comentários AQUI


Fonte: Cronologia Ilustrada de Fortaleza de Miguel Ângelo de Azevedo e
Portal do Ceará de Gildácio Sá 




terça-feira, 7 de julho de 2015

Postais Praias de Fortaleza (Parte II)


O cartão-postal, bilhete-postal ou simplesmente postal, é uma simplificação da carta. Trata-se de um pequeno retângulo de papelão fino, com a intenção de circular pelo Correio sem envelope, tendo uma das faces destinada ao endereço do destinatário, postagem do selo, mensagem do remetente e na outra alguma imagem.

O primeiro cartão-postal foi emitido no século XIX e existem versões diferentes sobre a sua invenção: Poderia ter sido o cidadão norte-americano H. L. Lipman, que juntamente com J. P. Charlton, patenteou em 18 de dezembro de 1862, o chamado “Lipman's Postal Card”. Entretanto não são conhecidos exemplares deste cartão de antes do início da década seguinte.

O Brasil instituiu o cartão-postal pelo Decreto nº 7695, de 28 de abril de 1880, proposto pelo Ministro da Agricultura, Comércio e Obras Públicas, conselheiro Manuel Buarque de Macedo. “Segundo Vossa Majestade Imperial se dignará ver, a primeira de tais alterações é a que estabelece o uso dos bilhetes-postais geralmente admitidos nos outros Estados e ainda em França, onde aliás houve durante algum tempo certa repugnância ou hesitação em os receber; os bilhetes-postais são de intuitiva utilidade para a correspondência particular, e, longe de restringir o número de cartas, como poderá parecer, verifica-se, ao contrário que um dos seus efeitos é aumentá-lo. Na ocasião ocupava a Direção da Repartição dos Correios, Luís Plínio de Oliveira, nomeado para o cargo em 1865, depois de ter publicado três anos antes, o “Relatório sobre a Organização dos Correios da Inglaterra,França e Azerbaijão.

Fortaleza foi cenário de diversos desses cartões e separei alguns das nossas lindas praias:
 

 Praia do Meireles, também conhecida como Praia da AABB em meados dos anos 80/90.

Postal Regata Dragão do Mar na Praia do Mucuripe

Postal Corrida de jangadas - Mucuripe

Postal Volta da Jurema

Pôr do sol na Volta da Jurema

 Pôr do sol na Volta da Jurema

Volta da Jurema

Praia do Mucuripe, Volta da Jurema, Praia do Futuro, Praia de Iracema e Meireles





Postal Regata Dragão do Mar na Praia do Mucuripe


Postal Pôr do sol no Mucuripe

Postal Praia do Pirambu datado de 02/07/1974 

Praia do Náutico

 Postal Praia do Náutico


Postais Praias de Fortaleza - Parte I