Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

O Cirandinha - Praia de Iracema II - Bebelu Sanduíches

Devido ao projeto de requalificação da  Praia de Iracemaque entre outras mudanças previa a construção de um calçadão e a retirada de todas as edificações presentes ali, o prefeito Juracy Magalhães, marcou uma reunião para discutir o que haveria de ser feito com o Cirandinha... 


Cirandinha - Arquivo Nirez

O discurso do prefeito foi claro: "Sai tudo, menos o Cirandinha, que deverá ser demolido por vocês para que façam um projeto mais adequado a quem vai ficar sozinho sobre o belo calçadão." 
Apesar de um discurso muito bonito, a história não foi bem assim... E se não fosse a luta e a garra dos proprietários do Cirandinha, o restaurante teria saído como os demais.


Depois que o Cirandinha foi demolido, em seu lugar foi construído uma barraca de praia que nada lembrava o velho e querido Cirandinha. Os clientes ficaram indignados e para evitar fracasso maior, ele foi vendido para os donos do Bebelu, que à época ainda se chamava Babalu Lanches.


Bebelu Sanduíches

Tudo começou em 1986 com um carrinho de lanches montado em Fortaleza em frente da casa de Dernier Pessoa Rios*, um apaixonado pela cozinha do Nordeste que gostava de inventar receitas de sanduíches práticos e caseiros misturando ingredientes exóticos. O sucesso foi grande e o negócio começou a crescer com um trailer no bairro do Monte Castelo. Assim nasceu a Bebelu Sanduíches, a primeira rede de franquias de fast food do Nordeste, que hoje já tem 40 lojas em 10 estados do País.


2007


“A receita da nossa expansão foi conseguir fabricar em escala industrial um cardápio diversificado de sanduíches com o mesmo sabor artesanal que conquistou Fortaleza”, assinala Roni Ximenes, franqueador master que hoje está à frente da Bebelu Sanduíches. “Nossa aposta é que quem procura um fast food também quer encontrar sanduíches feitos com cuidado caseiro e artesanal. Oferecemos uma linha bastante diversificada com ingredientes que fogem das combinações dos fast food tradicionais e agradam pelo típico tempero da culinária nordestina”, acrescenta.


Foto de Vanvisk


A Bebelu originariamente foi chamada de Babalu Lanches, mas mudou de nome porque os dois primeiros sócios, Dernier e Fabrízia Tavares Rios, tiveram dificuldades em registrar a marca. A pequena empresa começou a expansão pelo sistema de franchising com entregas em domicílio e com a primeira loja, aberta em 1991 na mesma rua onde estava instalado o trailer, que na época já atraía clientes de toda Fortaleza. No mesmo ano, entrou em operação a segunda loja e após a chegada de Fabrízia na sociedade, que ocorreu em 1993, a empresa continuou concentrando sua presença em Fortaleza com mais três lojas franqueadas.


Foto de Marcelo M. Costa

Hoje, as 47 lojas da Bebelu Sanduíches estão distribuídas pelo Ceará, São Paulo, Rio Grande do Norte (na cidade de Mossoró), Brasília, Maranhão, Piauí, Paraíba, Pará, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Destas 47, sete franquias estão em fase de implantação, sendo três no Ceará, duas no Maranhão; uma no Distrito Federal, em Sobradinho; e uma em Pernambuco, na cidade de Petrolina.


Foto de Ricardo Amaral


Ordem judicial determina retirada da Bebelu da Praia de Iracema

A permissão para o uso da área onde estava a lanchonete Bebelu havia sido dada em 1993 para o Cirandinha, que transferiu o direito para a lanchonete, em 1997. Na época, a Prefeitura autorizou a mudança, mas estabeleceu o prazo de 10 anos para a ocupação do local. Após esse período, em 2007, a empresa solicitou a renovação da permissão de uso da área, mas a Prefeitura negou o pedido por ter interesse em retirar todas as barracas do calçadão e do aterro com o objetivo de dar andamento ao projeto de requalificação da orla.

Foto arquivo Eventos Nordeste

No local, será construído um calçadão. O secretário da Regional II explica que o Município decidiu pelo cancelamento da permissão de funcionamento do restaurante porque ele “destoa da função" daquela área da Praia de Iracema. “A administração acha que aquele espaço não deveria ser de lanchonete, deve ser para as pessoas caminharem".

Foto arquivo Diário do Nordeste

O último estabelecimento que impedia a conclusão da requalificação e ordenamento da Praia de Iracema foi derrubado. A lanchonete da rede cearense Bebelu Sanduíches, que funcionava há mais de 12 anos na Avenida Historiador Raimundo Girão, teve que deixar o aterro por força judicial.

Com a desocupação da área, a Prefeitura Municipal de Fortaleza deve concluir a reforma do calçadão e retomar o projeto original, que previa a construção de uma ciclovia.

Free Image Hosting at www.ImageShack.us


O empresário Dernier Pessoa Rios, sócio-proprietário do Bebelu Sanduíches, morreu ano passado, em Aquiraz, após queda de ultraleve.


x_3bd10d58


4 comentários:

  1. Caramba, que reportagem show! nem eu sabia que estava assim destruído!!

    ResponderExcluir
  2. E as várias vezes que eu lanchei nesse lugar, hein? Eu sempre fiz graça com o nome do estabelecimento, chamando-o por "babalu" em vez de "Bebelu", e não é que fiquei agora a saber pelo seu post que o nome original dele era mesmo "Babalu"!? Vi agora que também foi demolido, não sabia...

    Um beijo pra você e um outro para a mocinha de cima, a Lilian... rsrs

    ResponderExcluir
  3. Pois é, antes era Babalu, mas por dificuldade em registrar com esse nome(o que um "E" não faz...)optaram pela singela mudança. rsrs

    Mais um estabelecimento “na chon” como dizia dona Armênia da Rainha da Sucata huahuhauhauhua

    Beijos

    ResponderExcluir