Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Viva Fortaleza 1950-2010



Dia 06 de dezembro, às 19:30h, no Memorial da Cultura Cearense do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema) foi lançado o livro Viva Fortaleza 1950-2010. Na ocasião foi aberta a exposição homônima, com projeções e reproduções de fotografias do livro, ambientes e objetos (parte deles enviados pela população) que recriaram o cotidiano em Fortaleza.

Mais sobre o livro…..

Fortaleza é uma cidade viva, que passa por transformações diárias, a céu aberto. São novas ruas, novos prédios, novas formas e paisagens. Acompanhando de perto cada mudança, a população também se mostra renovada, com outros costumes, gostos, valores e novas maneiras de ver e viver a cidade.

Em 2006 a Terra da Luz Editorial iniciou o projeto Memórias da Cidade, lançando o livro Ah, Fortaleza!, no qual apresentou a capital cearense de 1880 a 1950. Agora, em 2011, trouxe um novo registro de memórias. No dia 06 de dezembro lançou Viva Fortaleza 1950-2010, revelando em imagens e textos a passagem dos anos de uma cidade que cresce a passos largos. 


Restaurante Lido da Praia de Iracema - Foto da exposição

Beira-Mar Foto da exposição

Beira-Mar 1981 por Gentil Barreira - Foto da exposição

Igreja São Pedro - Foto da exposição

Viva Fortaleza 1950-2010

A nova obra tem fotografias atuais e textos de autores que conhecem bem o cotidiano de Fortaleza. Palavras e imagens dialogam entre si num encontro de linguagens, revelando as referências pessoais e as interpretações de seus autores sobre a cidade. Os textos são assinados por escritores, jornalistas e outros pensadores e remetem a aspectos históricos, culturais, sociais, arquitetônicos e afetivos.


A escritora Angela Gutiérrez assina crônica com o título Fortaleza de pedra, Fortaleza de papel, acompanhada por interpretação do fotógrafo Maurício Albano; algumas memórias também são reveladas pelo jornalista e escritor Lira Neto, que narra As duas vezes em que me despedi de Fortaleza, com versão fotográfica de Lia de Paula; a socióloga Kadma Marques mostra em palavras sua visão de Fortaleza no texto Da janela da minha rua, com imagens do fotógrafo Jarbas Oliveira; o jornalista e escritor Demitri Túlio fala sobre A cidade desimportante, impressa em fotografias por Alex Costa; o arquiteto e compositor Fausto Nilo apresenta O sonho feliz de cidade e a realidade metropolitana, materializados pelas fotografias de Drawlio Joca; a escritora Natércia Pontes e o fotógrafo Gentil Barreira dão suas visões de como Fortaleza anoitece.


Fotos feitas em frente ao belo Palácio do PlácidoFoto da exposição

O Iracema Plaza Hotel Foto da exposição

E mais, o teatrólogo e dramaturgo Oswald Barroso discorre sobre Fortaleza viva, presente também nos registros do fotógrafo Thiago Gaspar; parte dessa Fortaleza é destacada pela jornalista Cláudia Albuquerque, que assina Mucuripe: inconstante como as ondas, com fotografias de Igor Câmara; A Fortaleza de Alencar é apresentada pelo publicitário e jornalista Paulo Linhares e pelo fotógrafo Fábio Lima; o historiador Régis Lopes resgata O Bode Ioiô e outras memórias, com imagens do fotógrafo João Luís; a jornalista Izabel Gurgel e o fotógrafo Silas de Paula mostram Em que cidade você mora?; o arquiteto Romeu Duarte escreve sobre Arquitetura e Urbanismo em Fortaleza (1950 – 2010): Do pioneirismo ao patrimônio cultural, artigo ilustrado pelo fotógrafo Léo Kaswiner; e Sociedade e meio ambiente em Fortaleza estão no texto da geógrafa e professora Clélia Lustosa, com fotografias de Alex Uchôa. Dois portugueses, o vice-cônsul de Portugal em Fortaleza Francisco Neto Brandão e o fotógrafo João Palmeiro, encerram a obra com o olhar estrangeiro sobre a cidade, no capítulo intitulado Fortaleza, que cidade é essa?.

Estátua Iracema no MucuripeFoto da exposição

Foto da exposição

Fotografias e objetos antigos

Em um resgate da cidade entre as décadas de 1950 e 90, a editora recebeu fotografias e cartões-postais de fortalezenses, que abriram os acervos pessoais a fim de contribuir com a documentação iconográfica de Fortaleza. Esse registro é enriquecido com imagens de objetos que marcaram época, entre os quais, álbuns de família, eletrodomésticos, peças decorativas e artigos de vestuário.

“O projeto Viva Fortaleza faz referência a um recorte histórico sobre a memória da capital cearense e de seus habitantes. O livro e a exposição pretendem contribuir com uma reflexão sobre quais rumos seguir e como redesenhar esse pulsante diálogo com a cidade”, explica Patricia Veloso, editora e coordenadora da publicação. Os textos e as imagens expõem a travessia vivenciada por Fortaleza da década de 1950 aos dias atuais, como uma reflexão sobre suas transformações.


Acessibilidade
No Memorial da Cultura Cearense, a exposição tem conteúdos adaptados para deficientes visuais e auditivos, além da acessibilidade física do espaço. O Projeto Acesso disponibiliza recursos materiais e multimídia para tornar esse conhecimento aberto a todos os públicos. O núcleo de ação educativa do MCC realiza atividades pedagógicas e visitas guiadas especiais para diversos grupos.

Objetos da exposição


Objetos da exposição

O projeto Viva Fortaleza 1950-2010 é uma realização do Ministério da Cultura por meio da Terra da Luz Editorial, com patrocínio da Oi, Companhia Energética do Ceará (Coelce) e Banco do Nordeste do Brasil (BNB); e apoio cultural do Instituto Oi Futuro, Expresso Guanabara, Newland Veículos, SP Combustíveis e Sobral & Palácio Petróleo.



Com minha querida amiga Joanna Dell'Eva em frente ao painel com as fotos do Restaurante Lido de seus pais.

A mostra ficará aberta até 29 de abril de 2012.
Uma excelente oportunidade para se conhecer melhor nossa linda cidade, eu recomendo!!!


Foi simplesmente maravilhoso!




x_3bd86415
Fonte: Jornal O Povo

4 comentários:

  1. Minha amiga Leila,

    Você é DEMAIS ! Obrigada querida por ter me avisado, que surpresa linda !
    Fico ainda mais feliz em saber que sou a primeira a postar um comentário (rsrsrs)!

    Esta página diz tudo e nos mínimos detalhes ! Portanto quem não tiver a oportunidade de visitar esta imperdível e maravilhosa exposição pessoalmente, poderá visitá-la virtualmente atravès de seu blog permanente e sem data de encerramento!

    Adorei tudo, você é digna de uma grande historiadora, escritora E jornalista, merecedora de um grande prêmio !!!
    Um beijo grande e Bravíssimo !
    Joanna Alice Dell'Eva
    Fortaleza, 12-12-2011

    ResponderExcluir
  2. Dando apenas uma vista inicial e de relance pelas fotos do post, bem que me pareceu ver um rosto familiar... rsrs... você!

    Com certeza uma exposição maravilhosa sobre a "querida" Fortaleza, e que todo o Fortalezense, que se preze, deveria visitar.

    Com certeza também que os dois livros publicados, a fazer fé pela amostra das fotos, são "documentos" formidáveis sobre a história da Cidade.

    Concordo com a digníssima Joanna Dell´Eva. Você, Leila Nobre, é digna das menções mais honrosas pela sua dedicação e entrega à divulgação da história de Fortaleza. Seja pela compilação dos magníficos textos que disponibiliza, seja também pelo não menos magnífico acervo de fotos intemporais que nos dá o prazer de "sentir".

    Eu, embora seja um "intruso", de outra latitude, sou um apaixonado por Fortaleza, e sinto uma emoção especial a cada foto, a cada texto, que tenho o prazer de ter acesso. Não é difícil imaginar o tamanho da emoção de quem realmente tem raízes profundas na cidade.

    Um beijo, amiga!

    ResponderExcluir
  3. Meus queridos amigos, não tenho palavras para agradecer tamanha gentileza e carinho!

    Joanna, tão querida e atenciosa, foi um prazer enorme ter contado com uma companhia tão agradável, rimos muito e colocamos o papo em dia, apesar de trocarmos e-mail diariamente, nossos assuntos nunca acabam! huahuahuahuahuhauhauh :D

    Amigo Rogério, não acredito que estávamos no mesmo lugar e não tivemos a oportunidade de bater um papinho...:( No problem! Na exposição da Praia de Iracema, tenho certeza que estaremos todos lá prestigiando, aproveitaremos para fazer aquela festa e colocar a conversa em dia! Que tal?!?!?! :D

    Eu vou amar encontrar e reencontrar todos os apaixonados por Fortaleza!

    Beijos queridos e obrigada de novo, novamente, mais uma vez...:P

    ResponderExcluir
  4. Olha a louca, entendi que vc estava no Dragão do Mar, Rogério!:P hauhauhauhauhuahuahauhuahauhauhauhauahuah
    Falha minha!¬¬

    ResponderExcluir