Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Colégio Padre José Nilson - Mucuripe


Impossível falar do Mucuripe e não citar o famoso Colégio do Padre, no qual eu fui aluna (estudei lá por 11 anos de 86 à 97) com muito orgulho!!!

Na minha época, a farda era calça azul clara (saia para as meninas) e a camisa era uma bata com um símbolo no bolso esquerdo . O símbolo era um jovem com uma criança nos braços e ao redor uma labareda de fogo (anos depois soube que se tratava de uma homenagem ao jovem João Nogueira Jucá, que arriscou a própria vida para salvar outras pessoas num incêndio que aconteceu na Maternidade Dr. César Cals, mas isso é assunto para outro post, esse herói merece um post exclusivo). O próprio colégio até hoje ainda é chamado de Escola João Nogueira Jucá.
Lembro com muita nostalgia dos meus mestres...

-Minha inesquecível e maravilhosa prof. da 4ª séria - tia Marta (melhor professora que já tive).
-A tia Mônica (3ª série e tempos depois me ajudou quando precisei dá aulas de ciências (ser monitora não era fácil rsrs) para o 6°ano 'D' quando a Nancy saiu do colégio para administrar o Café no Ponto no Shopping Iguatemi).
- A tia Marília (foi a primeira professora que tive assim que cheguei no colégio do Padre na 2°série).

- Prof. Ercílio (ensinava matemática e tinha a mania de chamar as meninas de "Maria bonita").
- Víctor (física).
- Young Blood (Português) Todo dia ele fazia toda a sala ficar de pé e gritar todos juntos "Sou moço, todo moço tem que tem confiança em si mesmo. Força, Sabedoria e Amor.Vou em frente, vou em frente, vou em frente" Ele vivia aparecendo em comerciais, era garoto propaganda. rsrsrsrsrrsrsrs
- Juarina (geografia) esposa do prof. Ercílio - Ela chamava todo mundo de pau de lata (não me perguntem o motivo! ¬¬).
- Jussinaide (Português e literatura) - Lembro que todas às quintas tínhamos que levar dois textos copiados no caderno. rsrsrs Quando alguns davam a desculpa de já terem copiado todos os textos do livro, ela mandava copiarem bulas de remédio. :/
- Nancy (ciências) - Fui monitora de ciências por dois anos, era a matéria que eu mais amava, só tirava 10 :) Nancy e seus famosos álbuns de ecologia, lembro que tínhamos que pegar samambaias, algas... era muito show!
- Júnior (Química)
- Berenice (Biologia) Era legal, mas não ensinava tão bem quanto a Nancy.
-Bertoldo (matemática) Pensem num homem estranho rsrsrs na época ele namorava a Berenice (casal perfeito rsrsrs).
-Chacon (Biologia)
- Prof. Lucas (Diretor e professor).


Tia Marta, quanta saudade!

Na foto, vemos Clecios Cardoso (Ex-aluno) e os queridos professores: Juarina (Geografia) e Ercílio (Matemática). 

Nesses 11 anos, além do prof. Lucas, três mulheres também foram diretoras do colégio, com pulso firme (a D. Helena, a D. Maroni e a doce D. Carlota que sempre chamava as mães dos alunos de "Oh mãezinha").
Também preciso citar pessoas que foram com certeza super importantes para o colégio e para mim pessoalmente:
Dona Altair (merendeira) - Ai que saudade daquele tempero!
Tio Pedro
O Jonas
Seu Madruga (a semelhança com o do Chaves era incrível! rsrsrsr).



E com certeza o próprio Pe. José Nilson que aparecia nas salas para suspender ou expulsar alunos, quando o homem falava, muito valentão tremia rsrs.
O Grêmio estudantil daquela época era super participativo, colocaram até uma rádio que tocava na hora do recreio, com direito a "Recadinhos do coração". rsrsrs 
Nossa rádio era comandada pelo Océlio.




Tínhamos também a escolha da rainha, todas as meninas queriam ser rainhas do colégio, outras morriam de vergonha e pediam pra nem serem citadas rsrsrsrs :/
Eu passava o ano inteiro esperando pela chegada das Gincanas, eita tempo bom... Os alunos se empenhavam ao máximo para cumprir as tarefas e vencer a "guerra"
Lembro dos nomes de algumas equipes:

*Anjos rebeldes

*Os pestinhas


*Agito Jovem


*Explosão


*Quero mais


*Sambaê


*Sambicho


*É o bicho

*Chegamos pra Abalar


Crédito da foto: Ubirajara Flores Augusto

Crédito da foto: Ubirajara Flores Augusto


Lembrando daquele tempo, chego a sentir o cheirinho das pitangas que rodeavam todo o colégio e dos limões japoneses atrás da arquibancada (tiraram a arquibancada, pode?!?!?!?!)
Bom, vamos ao que interessa...



O Colégio Padre José Nilson, completou no dia 1º de março de 2009, 45 anos de plena realização no âmbito educacional.

Mucuripe - Terra falada em canções, verso e prosa. Terra de contradições históricas, visto o embate entre Pedro Álvares Cabral e Vicente Pinzon. Terra de gente forte, que não costuma se abalar com as adversidades; mas também, terra que abriga o ideal de um grande homem que abraçou a sua comunidade. Mais do que falar em datas( embora recordá-las seja importante), fazer o histórico do Colégio Padre José Nilson é ao mesmo tempo, realizar uma viagem que envolve muitas vidas, muitas conquistas e sucessos. A cada recurso que a escola recebia para sua construção, mais um passo era dado na concretização de um sonho difícil, mas não impossível. E foi com esta filosofia de vencer os obstáculos, almejando a qualidade na educação para os meninos do Mucuripe, que o idealizador Padre José Nilson conseguiu dar importantes passos para melhorar a vida de toda sua comunidade. É bom lembrar o quanto era difícil para as mães, inclusive de outros bairros, conseguirem uma vaga no colégio tão sonhado... E por que era difícil? Mesmo funcionando nos três turnos a partir da década de 70, as salas não comportavam todos aqueles que buscavam não somente uma educação tecnicista, profissionalizante... Eles buscavam também um local que desenvolvesse uma educação humanística, baseada nos valores elevados e que não seriam exercidos somente nos tempos de colégio, mas por toda vida.


Festa das mães em 11 de maio de 1997. Foto de Cristiano Barros


Pensar em todas as pessoas que deixaram um pouco de si no histórico desse estabelecimento educacional, é muito gratificante e nos leva a fazer uma reflexão hoje... Por que o Colégio Padre José Nilson completa 45 anos tão bem vividos? Por que os seus antigos alunos sempre falam dele com um ar saudosista e cheio de felicidade? Por que as suas comemorações sempre tão corridas se confundem com os eventos do bairro?(As gincanas eram maravilhosas...) Todas essas perguntas nos encaminham para uma mesma resposta... Porque essa escola foi, é, e continuará sendo símbolo de um sonho educacional não mais abstrato, mas totalmente concreto... E completando a letra do compositor Belchior: "As velas do Mucuripe, vão sair para pescar", as velas do Colégio ainda buscam pescar muitos sonhos... E quem são os pescadores de hoje? Todos que compõem a família do Colégio Padre José Nilson; por isso mesmo, temos muito que comemorar.

HISTÓRIA DO COLÉGIO*



No dia 22 de julho de 1961, é lançada a pedra fundamental da Escola Padre José Nilson. A solenidade contou com a presença do Arcebispo, Dom Antônio de Almeida Lustosa, do Padre José Nilson e do Deputado Adahil Barreto Cavalcante.
Conforme jornais da época, a escola deveria atender 500 crianças, dando-lhes ensino de letras pela manhã e ensino profissional no expediente da tarde, coisa que só viria a acontecer, anos depois.
Em Dezembro de 1962, começa com força total a construção do casarão abençoado! 
Paisagem magnifica - fruto de constante labor. Ao engenho da arte e sob as responsabilidades profissionais do emérito arquiteto, Eng. José Liberal de Castro, traços firmes mostravam desde então, algo da obra imponente e majestosa. Ao Eng. José Liberal de Castro, cuja capacidade de trabalho e espírito caritativo lhe valem conceitos, as mais merecidas e expressiva homenagem do nosso reconhecimento.


O padre rodeado pelas crianças

Ele gostava desse contato com os alunos. Acervo de Clecios Cardoso


Inadiável era o início da obra.

Tomar a peito tão arrojado investimento, indispensável seria a fonte dos recursos financeiros que afirmassem o traço prospectivo da obra. Mas de onde viriam esses recursos? Se tão vaga e distante a interrogação, bem mais real e presente a resposta. Nas campanhas anônimas que faziam no Mucuripe, o povo bom e generoso. As tradicionais festas novenárias da igreja Nossa Senhora da Saúde, as gentis ofertas, tudo aquecido ao calor vivificante do dar com alegria, fez-se o segredo extraordinário de significativos valores monetários. Ao bom povo do Mucuripe, a Paroquia Nossa Senhora da Saúde, a nossa Homenagem e o nosso Agradecimento.



Aula de datilografia


LIBERAÇÃO DE VERBAS ESPECIAIS

1963 - Liberação de verbas especiais do Ministério da Justiça e da Educação.
Cem cruzeiros, destinados à construção da Escola Profissional Pe. José Nilson, no Mucuripe.
- Verba votada em plenário pelo batalhador da causa pública, o ilustre e influente deputado Adahil Barreto, a quem no momento, ao fervor dos mais vibrantes e calorosos aplausos, do intimo dos nossos corações agradecidos, rendemos a mais expressiva homenagem.



Campanhas, verbas federais e as doações do povo fizeram uma modesta, mas estável fonte de recursos financeiros.

1965 - Da fachada do magnífico prédio da Rua Cel. Manuel Jesuíno, destacava-se a atraente inscrição.

A notável inscrição, o bonito aspecto, a segurança da estrutura em harmonia com a alta capacidade acolhedora, tudo
era a afirmação silenciosa do conforto, além de atestar o talento e a discrição com que sempre agira o seu sensato idealizador - o Sr. Pe. José Nilson, grande pelas idéias que lhe empolgam o espírito, e bem maior, afirmamos, pelos sentimentos que lhe enternecem a alma e sensibilizam o coração. E a juventude confiante na grandeza desse coração magnânimo não tardou a admirar o respeitável padre, em cujo recato e ponderação realça-lhe a personalidade, tal a segurança das suas idéias. Bom e generoso, ponderado, seguro e equilibrado, na generosidade do seu coração, acostumado a nobre causa da educação, aceita a proposta, afirma o convênio, cede a casa.



Maio de 1965

A Escola Profissional Pe. José Nilson abre as portas aos estudantes do ensino médio. O Ginásio Santo Antônio, da Praia do Meireles, vem estabelecer-se no casarão acolhedor, ao longo da modesta rua Cel. Manuel Jesuíno.


Acervo de Cristiano Barros

Início dos anos 90

Reportagem do Jornal Correio do Ceará de  1966 - Acervo Lucas Jr:






 
* No Livro Cronologia Ilustrada de Fortaleza de Miguel Ângelo de Azevedo, lemos:

Em 10 de novembro de 1954, é iniciada a construção do Grupo Escolar do Mucuripe, pela Secretaria de Educação e Saúde, com verba do governo federal, prédio vizinho ao Círculo Operário daquele bairro, que é uma iniciativa do padre José Nilson Lima, vigário do Mucuripe. Seria o futuro colégio do Pe?!?!!?

Em 17 de maio de 1997, é fundado o Acervo do Mucuripe Padre José Nilson de Oliveira Lima, na Rua Boa Vista nº 26, residência de sua fundadora, D. Vera Lúcia Miranda, a "Verinha", no Mucuripe.

No ano de 1996/97 o colégio passou a ser particular, e de lá pra cá, muita coisa mudou...

Fotos do acervo de @cpjosenilson



Fonte: cpjnilson, Acervo do Mucuripe Padre José Nilson de Oliveira Lima, Livro Cronologia Ilustrada de Fortaleza de Miguel Ângelo de Azevedo e pesquisas diversas pela internet


64 comentários:

  1. Já tendo postado anteriormente comentário sobre a Major Facundo, tive a grata satisfação de achar nesta página algo que fez parte e até hoje é presente em minha vida. A escola profissional Pe José Nilson. Lá conclui o curso primário e só retornei a esta escola quando iniciava o segundo grau. Cursei contabilidade me formando em 1972 e o nome Aluno João Nogueira Jucá foi inserido na parte Ginasial e segundo grau a noite. Sou francisco José e Email é: franzevascao@ig.com.br

    ResponderExcluir
  2. Meu nome é Elielton Araújo, fui aluno da alfabetização à 1º série em aprox de 83 a 85.. Viajei no tempo me lembrando da minha primeira professora, Tia Mônica... Pessoa amável... depois estudei no ano de 1989 na 5º novamente... tive que sair por questões de sociabilidade... Não era aceito pelos colegas... Porém foi o colégio que ficou na minha memória... Parabéns por este trabalho maravilhoso... Saludos, Elielton Araújo elielton_araujo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Elielton, que bom voltar no tempo, né? Eu amo! Às vezes me pego sonhando, volto ao passado e é maravilhoso poder rever, mesmo que apenas nas recordações, algo maravilhoso que vivemos na época de colégio, lembrar dos professores, dos colegas, dos funcionários, enfim, voltar na máquina do tempo chamada saudade que está ao alcance de todos, basta querer!

    Obrigada pela visita

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. EU TÓ AQUI A PROCURAR LEMBRANÇAS DE OUTROS TEMPOS QUE ESTUDEI NO PADRE E ME DEPARO COM ESTE TEU MAGNIFICO BLOGG...

    ResponderExcluir
  5. Valeu Airton, que bom que te fiz recordar esse tempo maravilhoso que com certeza vc passou no colégio.

    Obrigada :P

    ResponderExcluir
  6. Este colegio é nota 10pow,eu estudo lá e é com muito orgulho.

    ResponderExcluir
  7. Uma viagem no tempo, tempo que não volta mais, porém de boas recordações. Fui aluno da professora Nancy, na 7ª B no turno da tarde.gostei muito dessa homenagem feita por você. Parabéns !!!

    Marinaldo Rodrigues

    ResponderExcluir
  8. Que bom que gostou Marinaldo, fiz com muito carinho.
    Também estudei com a Nancy, fui monitora dela por dois anos, na 5º e na 6° rsrs

    ResponderExcluir
  9. Que surpresa maravilhosa,lembrar desse tempo tão gostoso da minha vida,epoca em que estudei lá,lembro muito bem da jucinaide(eu a adorava)saudoso seu madruga,meu deus que lembrança boa.parabens pela iniciativa e fiquei muito emocionada em lembrar meus amigos do passado e professores maravilhosos,êita tempo bom!!! claudiane

    ResponderExcluir
  10. Oi Claudiane, fico feliz! :)
    Muito bom recordar, eu amo!!!

    Vc estudou lá em que ano?!?!
    Eu sou da época do Ercilio, Juarina,
    Jucinaide, Yang, Nancy, Berenice, Bertoldo,
    Victor, Júnior, Chacon...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Fico muito feliz por ter voltado no tempo fui aluno de 94 a 95 e me ricordo de muitas coisas.E você Leila lembra do nome da Rádio? BE CONEXION JOVEM A RÁDO DAS GALERAS KKK O OCÉLIO ERA DEMAIS,lembro aqui o 3ºano D onde tudo passava porlá que tempo bom e quando sumiu o dinheiro das carteiras de estudantes de quem foi aculpa? Até hoje ninguém descobriu que tempo bom. Valeu. De Léo

    ResponderExcluir
  12. Eu saí de lá em 97, quando terminei
    o 2º grau, então, talvez a gente já tenha
    se esbarrado nos intervalos rsrsrs

    Abraços, Léo

    ResponderExcluir
  13. Ah, realmente eu não lembrava o nome da rádio. :D
    Que memória a sua...

    ResponderExcluir
  14. Leila querida que Blog maravilhoso, eu realmente voltei ao passado... Lembro-me muito bem do prof. Bertoldo e da Berenice , principalmente das provas..kkk e Bertoldo quando ficava dando bronca na gente, nunca vai sai da minha memória. Sou da tua época que show!
    E a dona Cartola? ninguém esquece! kk
    bjos linda.

    ResponderExcluir
  15. Sério?!?! Que máximo!:)

    Me lembrei agora da música que os alunos cantavam para o Bertoldo "Be Be Be Berenice, Be Be Be Berenice, se for dar seu coração, dá pra mim..." rsrs Ele ficava todo vermelho por causa do namorico dele com a professora :D

    A Carlota era uma fofa, eu amava tê-la como diretora e fiquei muito triste quando ela saiu!

    Um beijão e me fala mais de vc, agora fiquei curiosa rsrs

    ResponderExcluir
  16. passei na mão desses professores todos,tinha tambem a mazzarelo,professora de ospb(é o novo!!)estudei lá de 1988 até 1998,foram os melhores anos da minha vida,professor vitor é meu amigo até hj.tinha tambem o sergio Bezerra (direito),as vezes eu e meu marido que tambem é ex aluno ficamos contando pro nossos filhos como era gostosa aquela epoca.tempo bom que não volta mais,mas as recordações são para sempre,bjs!claudiane

    ResponderExcluir
  17. Verdade a musica era ilaria, mas no fundo eu amava a berenice. Ei vc mora no mucuripe? Morava bem pertinho do colégio, na varjota, agora moro no GRANDEE Serviluz. E já sou sua fã não só pela história do colégio Padre José Nilson, mas pelo todo conteudo amo a minha fortaleza antiga.
    Bjão no coração!

    ResponderExcluir
  18. Moro bem na divisa entre o Mucuripe e o Meireles rsrs
    Fico imensamente feliz em saber que vc gostou do blog e que tbm é uma apaixonada por Fortaleza!:)

    Estudei 11 anos no colégio do Padre, terminei em 97.

    ResponderExcluir
  19. OSPB????????? Nem lembrava mais que existia essa matéria rsrsrsrs
    Eu amava as aulas do prof. Sérgio, ele era todo certinho, mas muito gente fina!!!
    Meu marido tbm já estudou lá, mas só um ano¬¬ Nem conta rsrsrsrsrs

    Pois é, Claudiane, essas recordações são boas demais para serem esquecidas!:)

    ResponderExcluir
  20. O professor Ercílio é mesmo inesquecível!
    Ensinou a mim e até minha mãe...
    Adoro ele (eu sempre tirava 10 ;D, só em matemática), sempre dizendo que todo homem é feio, e toda mulher bonita....

    ResponderExcluir
  21. É verdade, Flora! rsrs
    Ele só me chamava de Maria Bonita :)

    Obrigada pelo comentário!

    ResponderExcluir
  22. fui aluno 77 até 88,fui muito feliz nesse colegio,sinto saudade na hora do recreio que nós iamos para uma fila na cantina receber aquela cubuca azul e a colher tambem era azul,hoje sou biologo ,academico de enfermagem,eu era muito sapeca na escola,tinha que beijar a mão do padre eu fazia era lamber a mão dele a pobrezinha da freira corria atraz de mim para colocar no quarto escuro era o nosso castigo fui va´rias vezes para o bendito quarto.sinto saudade,meu nome e gilson entrei la na alfabetização ate o i ano básico,desejo rever as meus amigos ,lembro muito de uma amiga , a vitoria regia, a cleide que hoje e enfermeira desejo rever meus amigos meu fone e 87807484

    ResponderExcluir
  23. essa escola ate q é legal mas tem uma professora q é um saco ela se chama maria do carmo

    ResponderExcluir
  24. Caramba, que massa, acho que estudamos na mesma época, se vacilar fomos colegas, rssss. Você lembra da professora Silvia de Literatura? Prof Victória de português? Dias felizes foram aqueles no Colégio do Padre. Muito bom mesmo relembrar tudo aquilo.

    ResponderExcluir
  25. Oi Renata, boa tarde!

    Eu lembro muito bem dessas professoras, mas não estudei com nenhuma das duas. Minha professora
    de português foi a Jucinaide e lembro como se fosse hoje, todas as quintas tínhamos que levar duas cópias (textos) e quando acabavam os textos do livro, tinha aluno copiando bulas de remédios. hauhuahuahuha :D

    Tempos bons!!!

    Abraços

    ResponderExcluir
  26. Oi Leila, muito prazer!
    Eu me chamo Odilon Santos e estudei no Colégio do Padre José Nilson de 1986 a 1989, lá fiz da 5a até a 8a Série. Hoje sou advogado e moro em Recife desde 1995. Sou uma turma bem anterior à sua, e posso dizer que se o colégio no seu tempo era bom, quanto mais no meu. No meu tempo, ainda era o tempo que havia estudo de qualidade na escola pública. Esclarecendo os nomes, tinha a Escola Profissional Padre José Nilson e o Colégio Estadual Estudante João Nogueira Jucá. Ambos funcionavam no mesmo prédio. Da sua época só conheci o Professor Ercílio de matemática. Quando eu entrei no colégio em 76 a Diretora era a D. Mônica, não sei se é a mesma a que vc se referiu. O Professor de matemática era o lendário Paulo Matos, que só dava aula de paletó e veio a falecer anos depois, entrando o Ercílio no seu lugar. Depois, acho que o Ercílio veio a ser o Diretor. Como professores do meu tempo tinha: D. Valda de Português; D. Baby de Estudos Sociais; Seu Heriberto de Ciências e Programa de Saúde, que também faleceu; e tinha a D. Helenita de Inglês, que saiu ainda em 77 quando a língua não era mais obrigatória no estudo público. Lembro ainda da Orientadora do S.O.E., D. Francisca, do Jonas e da Dona Maria Gorda. Nossa, que tempo bom! Eu tocava na banda do colégio que em certa época foi comandada pelo Serjão, e lembro que sempre na véspera do desfile de 7 de setembro, que coincidia com as novenas de Nossa Senhora da Saúde, alguns de nós da banda dormíamos no colégio, com o falso pretexto de ajeitar os instrumentos, mas o que nós queríamos mesmo era passar a noite bagunçando, depois de chegar da quermesse, é claro. Lembro do grêmio, e das aulas profissionalizantes da minha época. Eu mesmo fiz curso de talha, madeira, eletricidade, artes gráficas, metalurgia, corte e costura e culinária. As festas eram incríveis, principalmente quando era para escolher a Rainha do colégio, eu morava na Praia de Iracema, mas não perdia uma.
    Adorei seu blog, sou um saudosista da minha época e da minha terra. Hoje morando em Recife passo muito tempo sem ir à Fortaleza, e a saudade aumentou vendo tanta coisa maravilhosa nele.
    Muito obrigado por nos proporcionar tanta coisa boa sobre nossa cidade em seu blog. Se puder comentar mais sobre o colégio e o Padre José Nilson eu agradeço. Nós não fomos contemporâneos, mas quem sabe um irmão ou irmã sua estudou comigo...
    Um grande abraço.

    Odilon Santos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Odilon, boa tarde! :)

      A Mônica q me referi, nunca foi diretora do colégio, ela era professora da 3ª série. Quanto ao professor Ercílio, ele, creio eu, não foi diretor do colégio, pois quando eu saí em 1997, ele ainda ensinava, muito bem por sinal, sua matéria preferida, matemática! :)

      Será q o Jonas q vc citou, é o mesmo da minha época? Ele era o "faz tudo" do colégio. rsrsrs

      Tenho infelizmente uma notícia triste q talvez vc não saiba, mas o querido padre faleceu...:(
      Clique no nome do mesmo no texto q vc será direcionado para a postagem q fiz sobre esse grande homem!

      Um forte e caloroso abraço o/

      Excluir
    2. Leila,

      Eu soube da morte do Padre José Nilson através de uma amiga que mora em São Paulo e que também estudou no colégio do Padre, mas não sabia os detalhes. O nome desta minha amiga e contemporânea é Rita Maria Torres de Oliveira, ela morava na Av. Abolição quase esquina com a Rua do Colégio, que não lembro mais do nome.

      O Jonas a que eu me referi é o mesmo, ele era o faz tudo desde a minha época. Que fim levou o Jonas?

      Eu também fui contemporâneo de algumas pessoas de quem perdi o contato. Será que alguém aqui conhece ou conheceu a Eudiléia que morava na Rua da Paz, vizinho da delegacia? Ou da Sulamita, que morava perto da Igreja? Quem souber me mandem notícias pelo blog.

      Um abraço.

      Odilon Santos.

      Excluir
    3. A última vez q vi o jonas, fiquei bem surpresa, ele estava magro, abatido...bem diferente do Jonas alegre q eu conhecia!

      Nossa, Odilon, eu pessoalmente não conheço a Sulamita, mas tenho certeza q minha mãe conhece, pois ela falava muito de uma Sulamita q morava perto da Igreja Nossa Senhora da Saúde. Vou perguntar a ela e depois te trago notícias. Espero q seja a mesma, se bem q creio ser difícil ter duas Sulamitas no mesmo lugar HauUAAuhuhauahuhau

      Abraços querido

      Excluir
    4. Odilon lembro mito de vc e sei que vai lembrar da minha pessoa pois namorei o irmão da Eudiléia o Erivaldo olha lembra do Feijão,da Fátima,Luziario, Cleiton.

      Excluir
  27. Francisco Jose de Paulo19 de abril de 2012 02:14

    Leila boa noite. De volta ao teu blog, venho deparar com homenagens a professores em geral e uma que fez parte da minha vida ainda na adolescência, foi a professora Berenice. Eu cursando o admissão ao ginásio, era apaixonado por ela. A achava linda e tinha muitos ciúmes quando ela dava atenção aos outros alunos. Coisas de criança adolescente mas que marcou muito minha vida. Tive amigos que também participaram da minha turma de 1972 (Contabilidade) que hoje gostaria muito de saber seus paradeiros. O Ananias, foi trabalhar na rádio Verdes Mares, O Jessé e Jeronimo (irmãos) também foram para a area de comunicação. Com certeza foi uma epóca que jamais voltará e não sai do pensamento o jeitão do Pe José Nilson. Outro fato que marcou negativamente esta epóca, foi a perca de um amigo de sala de aula que após vender sua moto, comprou um carro e perdeu a vida. Ficamos todos arrazados e sua noiva que também estudava conosco, até hoje vivo o drama de sua tristeza. Leila, ainda estou te devendo a matperia sobre o Mestre Jeronimo e sua odisseia. Não esqueci e te mandarei em breve. Abraços e mais uma vez parabéns pelo blog. Abraços!

    ResponderExcluir
  28. JOVENTINO JUNIOR
    OLÁ! EU ESTUDEI NO COLÉGIO DO PADRE DE 1985 ATÉ 1990,TURNO TARDE, SOU DO TEMPO DOS PROFESSORES: HAROLDO PORTUGUES, LUCIANO MATEMÁTICA,PROF. CÉLIO MORAL E CÍVICA, MAZARELLO GEOGRAFIA, JUARINA HISTÓRIA E GEOGRAFIA, CHACON, YOUNG, ERCÍLIO MATEMÁTICA.
    EU ACHO QUE NOS ESBARRAMOS NOS CORREDORES DO COLÉGIO. QUE SAUDADE DAS ARQUEBANCADAS, DAS PITANGAS, DAS FESTAS,DE TODA AQUELA TURMA, TEMPO TÃO BOM, QUE CHEGUEI ATÉ ME CASAR COM UMA AMIGA DE LÁ.
    PARABENS!
    AQUELE TEMPO ERA MUITO MASSSSA!
    O TEMPO PASSA, MAS A SAUDADE FICA GUARDADA NO CORAÇÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora achei alguém do meu tempo esses foram tb os meus professores só faltou o Roberto (matemática), a Fátima (ciencias) e o querido de tds as meninas Felicio. tb tinha a marta,agora não lembro a materia que ela ensinava e tb a marta condenadora.

      Excluir
    2. Agora achei alguém do meu tempo esses foram tb os meus professores só faltou o Roberto (matemática), a Fátima (ciencias) e o querido de tds as meninas Felicio. tb tinha a marta,agora não lembro a materia que ela ensinava e tb a marta condenadora.

      Excluir
  29. Leila, quão maravilhosas lembranças me trouxe! Que delícia!
    Minha memória está péssima, por vezes tentei lembrar os nomes dos professores e amigos daquela época, mas muitos falharam!
    Lembro-me do Padre José Nilson, que, quando entrava na sala, ficávamos de pé do lado das carteiras, com as mãos cruzadas para trás, e no final do discurso (geralmente sermão) ele concluia citando pontuação (e ponto final, etc.), coisa que nunca entedi.
    Já procurei alguns amigos pela internet mas não tive sucesso. Estudei mais ou menos na sua época no colégio, mas só cursei da quinta à oitava série integralmente. No primeiro ano passei em outra instituição e, apesar de ter continuado paralelamente o primeiro ano do segundo grau à noite, tentando o duplo segundo grau, acabei desistindo.
    Lembro-me bem de alguns amigos e queridos que convivi nessa época: Suzieny, Iza, Flávia, Viviane, Adriano Trajano, Gleydson, Alexandre, Onélio, Jean, Carlos (Biscoito), Carlos Rossi (que deve ser radialista hoje), Francisco, Ana, os gêmeos José Henrique e Henrique José, ..., nossa, quanta saudade!
    Moro em Minas Gerais. Embora não tenha contato com essa galera, valeu a pena a relembrança.
    Mais uma vez obrigada e parabéns!
    Eunice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eunice, nossa, quanto tempo...
      Vc provavelmente não lembra de mim, mas fomos colegas de classe, eu lembro de vc! :)
      Vc ficava na primeira fila, ao lado da parede e eu, no centro da sala. Lembra da Coquinha, Conceição, Lidiane, Dalila, Tatiana, Roberto, Marcos Pereira? Eu lembro de todos q vc citou!

      O Carlos Rossy hoje, trabalha com bandas, organizando shows por esse Brasil, eu o encontrei no Facebook:
      http://www.facebook.com/profile.php?id=543326760 onde tenho um perfil e uma Fan Page do blog Fortaleza Nobre :D

      Um forte abraço e entra em contato por e-mail (fortalezanobre@r7.com) q podemos recordar mais do maravilhoso passado q passamos no Colégio do Padre.

      Beijossssssss

      Leila Nobre

      Excluir
  30. olá meu nome é claudio sena estudei 8 anos no colégio do padre
    lembro com muita saudades de todas as coisas que lá eu fiz junto com toda minha turma fui sonoplasta da bi-conection jovem a nossa rádio lá eu era conhecido por claudio bahiano junto com meu grande amigo océlio costa que chamavamos de océlio pata foi a maior alegria da minha vida tocar com minha banda ao vivo no meu querido colégio atodos que lá estudaram um forte abraço

    ResponderExcluir
  31. Oi Leila, também estudei no colégio do Padre, no período 1987-1993, foi tão bom relembrar aqueles tempos. Os professores Juarina e Ercílio são vizinho da minha mãe e a professora Jussinaide encontrei no facebook. Adoro o seu blog, parabéns pelo trabalho! Abraços, Mercya.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mercya, boa tarde! :)

      Não lembro se já estudamos na mesma sala, mas vendo suas fotos no Facebook, vc não me é estranha...

      Muito obrigada pelas gentis palavras :)

      Forte abraço

      Excluir
  32. Olá, meu nome é Wellington, morava na R. Álvaro Correia, estudei no Colégio do Padre, de 1983 a 1990, da 5a. Série do antigo 1o. Grau, ao 3o. Ano do antigo segundo grau. Foi uma das melhores épocas de minha vida. Estudei com professores maravilhosos, Jussinaide, Ercilio, Luciano, Mazarello, Rejane, Francisca, Mário, Edna, Felicio, Zelma, Gorette, Lis, Rosy, Haroldo, Wanda, Fatima, Vera, D. Carlota, Chacon, D. Maronita, entre tantos outros. De todos os comentários que li, lembro do Joventino, estudamos alguns anos juntos. Muita gente boa foram meus colegas de classe, a Veronilde, a Marcia Valente, Simone, Eveline, Rivaldo, Gustavo, Helio, Robermauro, Carlos César, Sergio Silva, Uelio, Telma Castro, Katia Kramer, Roberto Pinheiro, jane May, Silvia (Cuquinha).
    Depoisnde graduado ministrei aulas de matemática de 1996 a 1998, de matemática na 5a. Serie do fundamental e no 2o. E 3o. Ano do ensino médio. Saudades de épocas muito importantes em minha vida.
    Agradeço a voce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço seu rico comentário, tão cheio de pormenores, Wellington! :)

      Quando vc já estava terminando o 2º grau, eu ainda estava na 7ª Série. rsrs
      Que colégio maravilhoso... Os melhores 11 anos da minha juventude!

      Deu aula no colégio do Padre mesmo?!?!?

      Será q vc não foi meu professor?
      No 2º ano eu tive um professor q era muito engraçado, eu gostava muito dele, mas infelizmente, não lembro seu nome... :(
      Vc é moreno? Esse professor que me refiro, é! :)

      Forte e fraterno abraço

      Excluir
  33. Agradeço a você Leila, pelas lembranças maravilhosas e também ao saudoso Padre José Nilson, que dedicou sua vida ao Mucuripe e ao nosso colégio, que foi fundamental para nossa formação na vida.
    Abraço a todos.
    E-mail wellington.for@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Padre sempre conduziu aquele colégio com pulso firme, mas com muito amor!
      Deixou saudades em todos nós!

      Abraços e obrigada :)

      Excluir
    2. Marcia_valente_freitas@oi.com.br9 de março de 2017 20:34

      Oi Leila meu nome é Márcia Valente estudei com Wellington...Época maravilhosa... Lembro da Educação Física na Av.Beira Mar com o professor Ercilio era bom demais e o Show dos meninos emitando a Banda RPM todas as garotas piravam.... Recordações maravilhosas... Fui para o primeiro encontro da turma e nos encontramos...

      Excluir
    3. Marcia_valente_freitas@oi.com.br9 de março de 2017 20:53

      Meu nome é Márcia Valente falei que as aulas de educação física era com o Ercilio errei o nome era o Felício lindo....

      Excluir
  34. É incrivel durante um bom tempo procurei algo que me reportasse aos tempos de colegio,meu querido colegio do padre,estudei nos anos de 1976 a 1988,quando concluir o antigo ginasio,hoje ensino medio,o unico professor que nao foi citado,foi o saudoso professor Frutuoso,lembro com muitas saudades dele,estou muito feliz e agradecida pelo seu blog.lucianalima0201@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que bom Lucina! :)
      Infelizmente eu não conheci o professor Frutuoso, acredito que quando eu entrei, ele já não ensinava mais no colégio.

      Forte abraço

      Excluir
  35. olá meu nome é Elaine Castro e estudei no colégio no período de 1986 a 1992, tinha as amigas gêmeas Andrea e Adriana, Yane, Valéria, Wlaudia, Regina, Padilha, Rogério e muitos outros.Quando foi em 2002 retornei como professora de Educação Física e fiquei até 2005, quando tive meu segundo filho. Quero parabenizar pelo trabalho maravilhoso. Eu viajei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maravilhoso querida amg Leila mt bom td isso estudei com vc Elaine

      Excluir
  36. Parabéns pelo trabalho maravilhoso!

    ResponderExcluir
  37. PARABÉNS !!!!!!!! O COLÉGIO A CADA ANO VAI FICANDO MELHOR !!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  38. Oi Leila,lembra de mim né? a foto já diz tudo...kkkk
    mulher lendo esse blog relembrei daquela epoca, professores, colegas né.Oh tempo bom.Vi até a eunice falandi aí.Acho q ela nao lembra de mim.
    Um bjao pra vc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro q lembro, Tatiana, lembro demais!!!

      Fiquei extremamente feliz de reencontrá-la, que maravilha a tecnologia, ela nos aproxima de queridos amigos q se perderam com o passar do tempo, q bom!

      Vamos nos falando, não quero mais perder contato.

      Beijossssssssssssss

      Excluir
  39. Oioi Leila parabéns mais uma vez pelo excelente trabalho! Seria muito bom reencontro com todos. Lembro da gincana muito bom eu dancei Flex Dance e o Sr. Nilson ficava olhando no centro do pátio. A Dalila, Joseanne, Tatiana e o Leo Damasceno ficaram rindo da cena muito engraçado kkkk. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente eu não tenho, talvez qm deva ter é o Océlio, ele nessa época, fazia parte da rádio, vou perguntar! :)

      Fora as meninas, vc mantém contato com mais alg da nossa turma?!?!?!

      Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiii revê-las! Eu tbm gostaria muito desse reencontro, seria maravilhoso!

      Beijos

      Excluir
  40. Oi! Meu nome é Conceição.
    Leila estou surpresa e muito admirada com seu trabalho. Todos os seus professores foram os meus. Lembro de vc como uma aluna aplicada e inteligente. As recordações são inúmeras, as aulas os professores, os amigos e as gincanas. ´Nós nos divertiamos muito. Era onde eu me sentia mais feliz, na ESCOLA. Como educadora tento fazer o melhor pelos meus alunos. Gostaria de visitar a escola com vc. Vamos marcar este encontro? Gostaria de apresentar para minha filha a escola onde estudei. Parabéns pelo seu Blog!!!!!!!!!!Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudades e muitas, Conceição!

      Vamos marcar sim, com certeza!

      Obrigada, fico feliz q tenha gostado! :)

      Excluir
  41. Meu pai foi professor do colégio do padre. O nome dele era Mário, lecionava Geografia. Lembro de ir para lá aos Sábados. E vários desses professores andavam na minha casa como a D. Carlota, o Jonas. O Padre Zé Nilson batizou a mim a e todos os meus primos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto saudades da D. Carlota, vc tem notícias dela, Mônica?

      Muito obrigada pelo comentário!
      O professor Mário ensinou lá em que ano, acho q ele não foi meu professor...

      Beijosssss

      Excluir
  42. Nossa, que legal...Estou na primeira foto com a Tia Marta... Lembro de todos da foto. Nunca tinha visto essa foto. Muito bacana seu blog, me fez recordar de muitas coisas. Parabéns, ficou muito legal...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Jamille!
      Vc estudou com meu irmão, Márcio Nobre. :)

      Obrigada!

      Excluir
  43. Oi, Leila, me chamo José Márcio, tudo que vc falou eu passei por eles, professora nancy falcão, Jussinaide, D. Carlota, Professor Ercílio, o Chacon, professora marta, e tm o Professor Roberto e Luciano de Matemática, ô tempo bom, estarei indo ai em Fortaleza no final do ano passar férias, hj moro aqui em Santa Catarina, e quando eu for ai vou lhe visitar pra a gente irmos juntos ao Colégio, Pode ser? Vou resgatar muitas coisas, ai que saudade...

    ResponderExcluir
  44. Eu fui aluno do JNJ de 1989 a 1996 como até hoje gostamos de chamar eu e minha turma da época foi um grande aprendizado não só didático mas também pra vida pessoal amo esse colegio amo relembrar de todis que passaram por ali fui sonoplasta da BI Conection jovem com meu parceiro Ocelio costa e fui bi campeão das gincanas com sambaê e sambicho muito lindo vê essas imagens históricas Parabéns

    ResponderExcluir