Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Igreja do Cristo Rei [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Igreja do Cristo Rei

A pedra fundamental da igreja foi assentada no dia 17 de maio de 1928.
Como dois anos depois a decisão dos jesuítas era abrir o templo para o culto público, o padre Paulino Vieilledent, administrador da obra de construção da igreja, decidiu sentar portas e janelas e a conclusão da torre ficou para o futuro.
Inicialmente era chamada de capela de São Luís e foi construída ao lado do abrigo dos padres jesuítas que vieram para Fortaleza,
depois de construírem o mosteiro em Baturité.

O padre Eugenio Pacceli, pároco do Cristo Rei, explica que está se elaborando uma campanha para a conclusão da torre da igreja, uma vez que, na época, os jesuítas tiveram que optar por colocar as portas e janelas do templo no lugar de concluir a torre. O orçamento estourou e não foi possível naqueles tempos concluir o projeto como foi elaborado originalmente. Na busca pelo projeto original da igreja o padre encontrou as fotografias que hoje publicamos nesta página. Elas são inéditas e não se sabia da sua existência até que foram vasculhar os arquivos.
O sino principal foi uma doação. E até o ano de 1938 os padres lutaram para concluir o acabamento interno das paredes, colunas e teto da igreja.
Atualmente a igreja está passando por uma reforma na sua parte dianteira. A calçada e os acessos estão sendo pavimentados com pedra portuguesa e segundo o padre, haverá uma arborização na frente do templo e a instalação de duas fontes. Esta obra está pensada em termos de futuramente compor com a nova fachada que a igreja terá com a conclusão do projeto da torre. Em 1928 foi anunciado que ela teria 45 metros de altura. A torre ficou com cerca de 37 metros e agora o desejo é concluir o projeto original.


Foto da construção - 1929

Foto da 1ªmissa

Curiosidades


Esta fotografia (ao lado) data do início da década de 30, quando era nova a Igreja do Cristo-Rei, inaugurada em 29 de maio de 1930. A Aldeiota (na época tinha o "i"), era composta apenas pela avenida Santos Dumont e laterais, servida por linha de bondes ainda com o destino "Outeiro", antigo nome do bairro.

Como pode ser visto na foto, em frente ao Colégio Militar ou Escola Preparatória, ficava um "desvio", isto é, as linhas dos bondes duplicavam para que um pudesse passar pelo outro. De acordo com o horário, um ficava ali esperando a passagem do outro para poder prosseguir. O mesmo acontece hoje nas linhas de trem, havendo estações onde existem vários desvios.

A casa da esquina da avenida Santos Dumont (que já se chamou avenida do Colégio, avenida Gustavo Sampaio, nº 9-A e Boulevard Nogueira Acioli) com a rua Nogueira Acioli, já desapareceu, dando lugar hoje a um posto de revenda de combustíveis. A praça era deserta, tendo apenas a ressaltar o Colégio Militar, a igreja do Cristo-Rei e o Cine-Teatro Santos Dumont, este na rua Franklin Távora. Em outra época o mesmo cine-teatro chamou-se Cristo-Rei.

Vemos agora na segunda foto um "espigão" (edifício de apartamentos, por trás da igreja).

A igreja do Cristo-Rei sempre foi, como ainda é, administrada por padres da Companhia de Jesus, fundada por Inácio de Loiola. Foi a primeira igreja de Fortaleza a não usar a cruz no alto, sendo, muitos anos depois, colocada uma no vitral da frente e por fim colocada uma cruz no alto já bem recentemente.

A primeira foto (mais antiga) data de aproximadamente 1932, quando a rua era calçada de pedra e a segunda foto foi colhida em março de 2001.

Justiça seja feita, hoje o local está muito mais bonito, bem urbanizado, bem arborizado. Pena que mais um espaço do povo tenha sido tomado, mais da metade do logradouro é hoje ocupada por uma praça de esportes do Colégio Militar, a que o povo não tem acesso. ¬¬

Essa rara foto é dos anos 30

Fontes: Diário do Nordeste,
Fortaleza de Ontem e de Hoje
e pesquisas na internet

Um comentário:

  1. Tive o prazer de estudar neste Colégio no período de 1961 a 1965

    ResponderExcluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: