Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Pavilhão Atlântico - Ponte Metálica
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Pavilhão Atlântico - Ponte Metálica


Pavilhão Atlântico, restaurante e café, que antecedia a ponte metálica, onde as pessoas ficavam aguardando os embarques ou desembarques. Foto de 1926. Arquivo Nirez


A princípio, o edifício originalmente esteve montado como coreto na Praça Marquês de Herval (hoje Praça José de Alencar) como se vê na foto ao lado.

Aspecto antigo da praça com o pavilhão

Foi transferido para a área portuária de Fortaleza, próximo à Ponte Metálica*, era o local de espera para os passageiros e/ou tripulantes em trânsito ou que iriam embarcar no Porto de Fortaleza (Ponte Metálica). Este tinha até restaurante. Servia de local de espera para as embarcações que estavam chegando ou partindo.




A edificação hoje encontra-se cercada, devido à alterações sofridas por agregados, que deixa à mostra somente a coberta do Pavilhão. O edifício original permanece ilhado sem alterações profundas, mas necessitando de restauração.

 

Toda a estrutura é de madeira e o edifício possui belíssimos lambrequins, o elemento arquitetônico mais rebuscado do mesmo. O conjunto abriga hoje um posto de saúde municipal.



*Existia antigamente, na entrada da Ponte Metálica, hoje abandonada e em completa decadência, uma praça que trazia no centro um quiosque estilo art-nouveau, com lambrequins, no formato retangular com cantos arredondados, onde quem esperava a chegada de navios ou a saída dos mesmos ficava tomando um café, tomando uma sopa, almoçando, jantando ou merendando, batendo papo, etc.

Era uma espécie de estação de chegada e saída de navios. Tinha uma calçada onde ficavam mesas e cadeiras e alguns combustores de iluminação a gás hydrogeno-carbonado.



Dito restaurante teve o nome de Pavilhão Atlântico e vários proprietários e gerentes, tendo por algum tempo como administrador o comerciante Ramon Romero de Castro, que depois foi proprietário de um restaurante também na Praia de Iracema com o nome de Restaurante Beira-Mar, na Rua dos Pacajus nº 71, inaugurado em 1926, que na verdade era da firma Ramon & Barbosa, que tinha como sócio Antônio Barbosa, mas ficou conhecido por Restaurante do Ramon.


Ramon Romero de Castro era espanhol vindo do Pará e iniciou sua vida em Fortaleza dirigindo o restaurante Art Nouveau, de José Rola, na esquina da Rua Major Facundo com Rua Guilherme Rocha, na Praça do Ferreira, local onde hoje fica a Tok Discos.

Em cima dos alicerces do antigo pavilhão construíram um prédio que foi por algum tempo lavanderia pública, administrada por freiras, época da segunda foto, depois foi o Posto de Saúde Edmilson Barros de Oliveira, do Lions Club de Fortaleza - Assunção, abrigou a Escola Infantil Francisca Fernandes Magalhães, da Prefeitura Municipal, tendo o prédio sofrido alterações. Ainda existe o Posto de Saúde com o mesmo nome, mas o Lions que administra é o da Praia de Iracema. A última foto é de Osmar Onofre.

Na década de 70, o Pavilhão abrigou a Escola Cmte Fernando Cavalcanti, que atendia aos moradores do Poço da Draga.


Jardim Nogueira Acioly na Praça José de Alencar. Na época, a praça possuía uma cacimba, um catavento, uma caixa-d’água e claro, o pavilhão servindo de coreto. Ao fundo vamos a Igreja de Nossa Senhora do Patrocínio.

História contada em fotos:


Praça Marquês de Herval em 1903. Acervo Assis Lima

Jardim Nogueira Acioly com o pavilhão atlântico em 1908. Acervo Assis Lima

Álbum Vistas do Ceará de 1908

Álbum Vistas do Ceará de 1908

Jardim Nogueira Acioly com o pavilhão atlântico. Acervo Assis Lima

Acervo Assis Lima

Pavilhão na então praça Marquês do Herval. Acervo Isabel Pires



Escolinha Fernando Cavalcanti funcionando no pavilhão atlântico nos anos 70.
A escola servia aos moradores do Poço da Draga.

Pavilhão servindo de escola nos anos 70


2018



Crédito: Ofipro, Portal do Ceará, Acervo Assis Lima e Arquivo Nirez

3 comentários:

  1. Pelamordedeus Prefeitura de Fortaleza! Restaure o edifício e a memória da cidade.

    ResponderExcluir
  2. Vergonha, vergonha, Vergonha...
    Nossos administradores(as) sempre jogando contra os cidadinos.

    ResponderExcluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: