Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Largo do Palácio - Praça General Tibúrcio - A Praça dos Leões [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Largo do Palácio - Praça General Tibúrcio - A Praça dos Leões


Praça do Palácio em 1908

Construída em 1877, a praça homenageia o General cearense Tibúrcio, que participou da Guerra do Paraguai. Toda área da Praça abriga construções antigas e esculturas de leões e leoas de bronze, trazidas de Paris no começo do século.
Localizada no Centro, entre as ruas Sena Madureira, General Bezerril, São Paulo e Guilherme Rocha.


Praça ou Largo do Palácio em 1908 

A origem da praça remonta aos tempos da construção da Igrejinha de Nossa Senhora do Rosário em 1730. Em 1831 o "Largo do Palácio" foi planejado e então a praça começa a ser urbanizada sendo inaugurada em 1856. Depois da morte do general Antônio Tibúrcio Ferreira de Sousa, herói da Guerra do Paraguai, em 1885, uma estátua foi erguida em sua homenagem na praça em 1888 sendo a primeira estátua pública da cidade.
No entorno da praça ficam o Museu do Ceará e a Academia Cearense de Letras. Existem várias outras estátuas na praça destacando-se as três estátuas de leões e a estátua em tamanho natural da escritora Rachel de Queiroz sentada em um banco da praça.


Antiga praça do Largo do Palácio por volta do ano de 1856. 
Possivelmente uma das fotos mais antigas da cidade.
 
Em 1888 foi contemplada com a estátua do General Tibúrcio, herói da Guerra do Paraguai, sendo a partir de então designada com o nome deste general.
Em 1890 foi rebatizada como praça 16 de novembro e, logo em seguida, voltando a ter o antigo nome.




Antigamente o trecho que fica na Rua São Paulo era completamente diferente do que retrata as duas fotos. Era um campo aberto, de areia, conhecido por Largo do Palácio, por ficar em frente ao Palácio da Luz, que era a sede do governo estadual. Mas tal largo era bem menor que a atual praça. Existiam casas no local onde hoje fica a Rua São Paulo e entravam cerca de 30 metros no terreno hoje ocupado pela praça. No lado da Rua General Bezerril também havia um avanço das casas que eram irregulares.
Em 1847 fortes chuvas causaram erosão no Largo do Palácio, foi quando o presidente da Província, Inácio de Vasconcelos mandou construir a muralha de proteção rodeando a praça com escadaria para a Rua de Baixo. Ali se instalavam no século IX circos e parques de diversões.

Em 1887 resolução da Câmara dá ao largo o nome de Praça General Tibúrcio. Em 1888 foi ali inaugurada a estátua do general Antônio Tibúrcio de Sousa, que foi a primeira da Cidade. Em 1891 foi iniciado, por sugestão do vereador José Albano, o alinhamento da praça. No ano seguinte houve uma revolta do Colégio Militar que terminou por depor o presidente do Estado José Clarindo de Queirós. Houve muitos tiros que atingiram a praça, o palácio e um deles pegou na estátua do general Tibúrcio que caiu de pé e em 1892 foi recolocada no seu lugar.


Em 1912, quando da deposição do presidente do Estado Antônio Pinto Nogueira Acióli, assumiu como intendente de Fortaleza o filho de José Albano, Ildefonso Albano, que continuou o trabalho de seu pai, desapropriando as casas dos dois lados e fazendo novas fachadas, abrindo a rua, além da urbanização da própria praça, obra terminada e inaugurada em 1914, como ainda tem uma placa de mármore na coluna em frente ao Museu do Ceará.
A foto mais antiga, que deve datar da década de 30, pois vemos nela o Palacete Brasil (1914), a Assembléia Legislativa (1871), além de um carro de modelo da década de 20.
A segunda foto mostra o mesmo trecho visto do mesmo ângulo, com as árvores da praça em maior número e bem maiores, os mesmos prédios da foto anterior e por trás deles novos prédios, como o Edifício Sul América, o Edifício Jereissati (do Hotel Savanah) e os prédios da Rua São Paulo. Além disso, a Rua São Paulo hoje tem mão única descendo a ladeira, o asfalto substitui o paralelepípedo e alguns postes e fios e a sinalização fazem a diferença.


ortaleza de Ontem e de Hoje - Descricão de Praças
A praça antes era um largo areal em frente ao Palácio do Governo e à Igreja do Rosário, local onde em fevereiro de 1872 foi armado o Circo Olímpico, de Augusto R. Duarte, que no anúncio publicado nos jornais traz a frase: "Roga-se às famílias trazerem as cadeiras".
Em 1847 o inverno rigoroso causou grandes fendas devido a diferença de nível entre o largo e a Rua de Baixo e foi mandado fazer, pelo presidente Inácio Corrêa de Vasconcelos, uma muralha para sustentar o aterro, dotando a Capital de um local aprazível, de passeio público, pois foram levantados pilares e gradarias de ferro e foram feitas escadarias para descida à Rua de Baixo.
Em fevereiro de 1887 resolução da Câmara dá ao largo o nome de Praça General Tibúrcio e em 8 de abril de 1888 foi ali inaugurada a primeira estátua erigida em Fortaleza, a do general Antônio Tibúrcio Ferreira de Sousa, fundida nas oficinas de Thiebaut Fréres, e o pedestal de mármore foi esculpido, em Fortaleza, pelo artista Frederico Skinner.

Depois houve o alargamento das ruas e o alinhamento das calçadas, obra realizada em 1914, na administração do Intendente Ildefonso Albano, que também reforma totalmente a praça, refazendo todas as fachadas das casas da Rua General Bezerril, que foram recuadas. Foi nessa época que surgiu o Palacete Brasil, construído pela firma Rodolfo F. Silva & Filho, especialmente para abrigar a sede estadual do Banco do Brasil. Foi também nesta época que foram colocadas as estátuas dos animais e o coreto para apresentações de bandas de música. Foi aberta a Rua da Assembléia (Rua São Paulo) que tinha casas que avançavam até quase o meio da praça.

Na velha foto, colhida na década de 1920, vemos além da estátua, do coreto e do leão em primeiro plano, a arborização da época e, ao longe, o chamado "sobrado mole" e a velha Catedral ou que foi demolida em 1938. A foto foi publicada na revista "Ilustração Brasileira" em 1922.
Na foto de Osmar Onofre, a mesma praça com a mesma estátua, porém com outro coreto, pois o antigo foi demolido. No lugar do "sobrado mole" levanta-se o Edifício General Tibúrcio e já não se vê a Catedral que está encoberta pela vegetação que cobre quase tudo.


Praça General Tibúrcio (Praça dos Leões) em 1967. Acervo pessoal de Ana Teresa Mello Fiúza


FOTOS RECENTES


Estátua de General TibúrcioLeão com o edifício General Tibúrcio no fundo, do outro lado da Rua São Paulo. 
Todos esses leões são de bronze trazidos de Paris


Estátua em tamanho natural da escritora Rachel de Queiroz


Fontes: Revista do Instituto do Ceará pág 148/Fortaleza de ontem e de hoje/Álbum Vistas do Ceará de 1908/pesquisas da internet/As fotos recentes (maravilhosas por sinal) são de Marcos Almeida

9 comentários:

  1. DEVERIA TER MAIS SOBRE ESSA PRAÇA TAO INTERESANTE!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No blog, consta 4 postagens sobre essa praça. Procure nos marcadores por Praça dos Leões ou Praça General Tibúrcio.

      Abraços e obrigada pelo comentário O/

      Excluir
  2. No seu blog eu não consigo copiar as informações que tem nele deve ser por algum tipo de configuração no blog.Queria te perguntar se você poderia dizer onde as consegui ou se poderia mudar a configuração para mim salvar. É a postagem sobre a praça dos Leões - preciso para uma pesquisa escolar que tenho que fazer e seu blog tem ótimas informações e preciso delas. Poderia mim ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sheila, tudo bom?
      Deixa seu e-mail que te mando sem problema! :)

      Excluir
  3. você sabe sobre a historia das estatuas dos leões?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, bom dia!

      As esculturas dos leões vieram de Paris, no início do século XX na reforma promovida por Ildefonso Albano (1914).

      Abraços

      Excluir
  4. Tudo aqui é demasiadamente extraordinário! Espetacular. Amo visitar este blog. Passo horas lendo, lendo e aprendendo. Abraços a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Marister, seja sempre muito bem-vinda!
      Beijos

      Excluir
  5. Leila bom dia,excelente trabalho de pesquisa, mas o mais importante desta praça são as estatuas dos leões, sua historia vai bem alem da simples vinda de Paris, quem as trouxe? Missionários holandeses que tiveram seu navio afundado na costa cearense, qual o simbolismo destes leões? conquista de território espiritual para o verdadeiro leão de juda, esta sim é uma excelente historia que deve ser pesquisada nos anais da cidade, mais uma vez te parabenizo pelo excelente trabalho!

    ResponderExcluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: