Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

MAGUARI ESPORTE CLUBE II



A história de uma época e de várias gerações da nossa cidade passou pela sede antiga do querido Sport Club Maguary. Lá, vidas foram vividas e muitas modificadas, através dos relacionamentos sociais e até mesmo de namoros que se transformaram em casamentos, criando as bases para a existência de muitas famílias da atual sociedade cearense.

No Maguary os jovens frequentavam as memoráveis ‘tertúlias’ e os ‘bailes de carnaval’, além de praticarem esportes como a natação, o tênis, o basquete e especialmente o futebol.


Arquivo Nirez

Acervo de Juvando

O chamado “Clube dos Príncipes” foi uma das mais tradicionais e simpáticas agremiações diversionais de Fortaleza, tendo sido fundado em 24 de junho de 1924, tendo completado exatos 87 anos ano passado. O clube iniciou suas atividades como ‘clube de futebol’ no antigo Alagadiço, hoje bairro São Gerardo e proporcionou momentos inesquecíveis de alegria e emoção ao competir com as principais entidades desportivas da época: Ceará, Fortaleza, Ferroviário e América.



Acervo pessoal de Clóvis Maciel

O Maguary foi quatro vezes campeão cearense na primeira divisão do futebol, além de sete vezes vice-campeão no Estado (1928, 1930, 1932, 1935, 1937, 1938 e 1945), mantendo uma marca invejável: 4º lugar do ‘Ranking do Futebol Cearense’ de todos os tempos (considerando campeões e vices, segundo o jornal Folha de São Paulo, edição de 23-12-2007, página D6 – Esporte).
O Maguary nasceu para ser campeão! No antigo Campo do Prado (1929 e 1936), no Estádio Presidente Vargas (bi-campeão 1943 e 1944) e no Estádio Plácido Castelo, tendo se consagrado como o ‘primeiro campeão do Castelão’ quando venceu do América em 02-12-1973, na final do ‘Torneio Breno Vitoriano’, competição organizada para comemorar a inauguração do Gigante da Boa Vista, que será uma das sedes da Copa de 2014.
A ‘Equipe Cintanegrina’, como também é chamada, foi uma das fundadoras da atual Federação Cearense de Futebol, ainda na fase da ADC (Associação Desportiva Cearense) quando foi requerido o registro legal da Instituição (29-01-1936) que funcionava na informalidade, tudo conforme consta das páginas 115/116 do livro “Futebol Cearense: Um século de história – 1902 a 2002” de autoria do pesquisador e escritor Alberto Damasceno.


Acervo pessoal de Clóvis Maciel

O Maguary chegou a ter a segunda torcida cearense e, além do time de futebol, era um Clube Social com forte presença na nossa sociedade. Sua marca está alicerçada na emoção, no carisma e na paixão que suas cores sempre fermentaram. Sócrates, o grande filósofo grego, dizia que “só morremos quando somos esquecidos”, razão porque o Maguary nunca morreu nos corações e mentes de tantos que ajudaram a construir a sua glória ou dela tomaram conhecimento, através de matérias de jornais, revistas, livros, artigos da internet e programas de rádio ou TV.
Sua segunda sede localizava-se no então bucólico e aristocrático bairro do Benfica, na Avenida Visconde de Cauipe, Nº 2081, hoje Avenida da Universidade. Foi quando Waldir Diogo de Siqueira, Mário de Alencar Gadelha, Egberto de Paula Rodrigues, aliados a um grupo de amigos, transformaram o antigo clube numa agremiação elegante, com sua nova sede social inaugurada em 20 de abril de 1946, erigida em uma quadra localizada na Rua Barão do Rio Branco, Nº 2955.
A construção dessa simpática e aconchegante sede foi assinada pelo famoso arquiteto Sylvio Jaguaribe Ekman, o mesmo construtor do Ideal, outro Clube tradicional de Fortaleza. Ali, no Maguary de outrora, praticava-se o esporte amador e ocorriam atividades festivas que marcaram a vida da cidade, principalmente nos alegres ‘Anos Dourados’, na década de 50, com seu entusiasmo prolongando-se pelos anos seguintes. Muitas de suas animadas festas carnavalescas terminavam às dez horas da manhã seguinte, acontecimentos inusitados para a então pequena Fortaleza com seus 213 mil habitantes.
Entre outros nomes que marcaram aqueles tempos de pujança social do clube ‘cintanegrino’, como carinhosamente era também chamado o Maguary, são sempre lembrados: Raimundo de Alencar Pinto, Lauro Maciel, Remo Figueiredo, Mário de Alencar Araripe, Américo Barreira, Lúcio Bonfim, Afonso Deusimar, Mauro Jander Braga de Sousa, Francisco Irajá Vasconcelos, Mauro Botelho, Walfrido Monteiro, o jornalista João Clímaco Bezerra; a família Mesquita, representada por Aldo Mesquita, Kerginaldo Mesquita, Valdo Mesquita e Heraldo Mesquita; Waldir Diogo de Siqueira Filho, Vicente de Souza e muitos outros.
Entre a sua brilhante equipe de tenistas, contava o clube com os irmãos Reno Figueiredo e Viena Maria Figueiredo Ponce de Leão, filhos do diretor Narcílio Bezerra Figueiredo, campeões brasileiros de tênis, o primeiro chegou a conquistar a Taça Davis. Viena Ponce de Leão é a esposa de Antônio Ponce de Leão Filho, outro baluarte deste esporte. Outros nomes destacaram-se nas quadras do Maguary: Henrique de Oliveira; os filhos do diretor Luciano Granjeiro, Lício e Lucy Granjeiro; Stélio Ribeiro do Vale e seu irmão Stênio Ribeiro do Vale.
Eventos de toda ordem moviam a cidade para o endereço do Maguary. Médicos, jornalistas, empresários, músicos, advogados, desportistas, engenheiros, artistas do teatro, rádio e TV, além de autoridades de todos os poderes, lá se encontravam para discutir assuntos profissionais, enquanto suas famílias desfrutavam o saudável ambiente de lazer.
Comemorações memoráveis ocorreram no Maguary. O mundo da televisão e do rádio para lá se dirigia nos momentos de descanso, quando era avaliada a rica experiência da época de ouro da radiofonia cearense e especialmente os primeiros passos da televisão no estado, representado pela iniciativa do querido e saudoso Canal 2, emissora do Grupo Associados.


Emília Correia Lima, Miss Maguary - Crédito da foto

Acervo de Juvando


Falando em televisão Associada, importante lembrar um momento mágico que até hoje enche de orgulho o povo cearense. A Miss Maguary Emília Correia Lima, eleita em 1955, foi também eleita ‘Miss Ceará’ e posteriormente ‘Miss Brasil’, a segunda escolhida em concurso nacional promovido pelos Diários Associados, recebendo a faixa da baiana Martha Rocha. O ‘Clube dos Príncipes’, como sempre foi chamado, ganhou, pois, sua ‘princesa’, eleita em concurso de beleza nacional e que representou a mulher brasileira, destacando-se no concurso de beleza internacional em Long Beach, Califórnia (EUA), por seus traços clássicos e postura discreta.


Time do Maguary - Equipe cintanegrina, devido a faixa preta gravada na camisa branca, 
na altura do peito Foto: Diário do Nordeste

Acervo de Juvando


O Sport Club Maguary, fundado em 24-06-1924, voltou ao futebol profissional em 2009, como clube-empresa. Tem uma parceria de co-gestão com o site MTDF (Meu Time de Futebol) e voltará a ‘mandar seus jogos’ no novo Estádio Presidente Vargas (PV), recém reformado pela Prefeitura de Fortaleza.
A volta do Maguary ao querido PV, agora muito mais bonito, confortável e seguro, representa o regresso ao mesmo local onde tinha se sagrado bi-campeão cearense de 1943/44, além do vice-campeonato de 1945. Cabe relembrar que dois outros títulos da 1ª Divisão foram também conquistados pelo ‘Clube dos Príncipes’, sendo estes no vizinho ‘Campo do Prado’ nos anos de 1929 e 1936.

 

O Maguary, no ano passado, já conseguiu a conquista de várias vitórias fora de campo, senão vejamos:
a) Parceria de Co-Gestão com o Meu Time de Futebol (MTDF), site que já chegou aos 100 mil cadastrados e que faz grande divulgação nacional do Clube dos Príncipes, inclusive na imprensa;
b) Inscrições para disputar as quatro categorias de base do futebol brasileiro (sub-13/sub-17 e sub-15/sub-20), sendo as duas iniciais no primeiro semestre e as demais no segundo;
c) ‘Mando de Campo’ das partidas profissionais do Maguary transferido novamente (26/05/2011) para o Estádio Municipal Presidente Vargas (PV) em Fortaleza, onde o ‘Clube dos Príncipes’ entrou para a história daquela praça desportiva, ao sagrar-se o primeiro ‘bi-campeão’ em 1943/44;
d) Retorno ao clube do ex-atacante ‘Mirandinha’, que chegou à seleção brasileira, depois de surgir no Maguary para o futebol brasileiro e internacional. Ele exercerá a função de ‘Coordenador Técnico’ do Maguary/MTDF, para juntos levarmos novamente a ‘Equipe Cintanegrina’ para a 1ª Divisão, onde é o seu lugar.

Uma tertúlia no Maguary - Crédito da foto

O compromisso dos que fazem o Maguary de hoje, é cuidar do clube e sua história, preservando este verdadeiro patrimônio imaterial do povo cearense para as futuras gerações, bem como lutando para ver preservada, através de tombamento municipal, a antiga e bela sede do Maguary, localizada na Rua Barão do Rio Branco, Nº 2955, razão pela qual o Clube entrou com pedido de tombamento administrativo junto ao Município de Fortaleza, ação protocolada em 11 de Julho de 2009.


Maguary e Ceará durante o Torneio - Início de 1927 - Arquivo O Povo


Cabe destacar que a antiga sede foi inaugurada em 20 de abril de 1946 e até hoje mantém suas características iniciais. Além do seu inestimável valor histórico, suas linhas arquitetônicas demonstram, ainda, um grande valor artístico, obra do arquiteto Sylvio Jaguaribe Ekman, o mesmo construtor do Ideal Clube, que segundo informação contou com o apoio de outro respeitado arquiteto da época, no caso José Barros Maia, o Mainha.



J.R. Aguiar Júnior

Importante

A antiga sede do Sport Club Maguary foi tombada no dia 10 de janeiro de 2012. De acordo com o parecer elaborado pelo arquiteto Romeu Duarte Júnior, representante da Universidade Federal do Ceará (UFC), o prédio é, “em conjunto com os demais clubes da Capital (Comercial, Diários, Iate, Ideal, Iracema, Líbano, Massapeense, Náutico), (...) um lugar-referência da mundanidade fortalezense, agregando à sua imagem arquitetônica (...) valores simbólicos e afetivos, ampliados ainda pela sua contribuição à história dos equipamentos do tipo em nossa cidade”.



Leia a primeira parte AQUI

6 comentários:

  1. Olá Leila acabei de ver e ler seu belo trabalho sobre o Maguari, está simplesmente espetacular, nada que se lhe compare. Obrigado e meus parabéns.Estou lhes escrevendo sem no entanto ter ainda criado uma senha ou conta não sei ao certo portanto está indo, infelimente como anônimo. Sou Clóvis Maciel.
    Abraços
    Clóvis

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada amigo Clóvis!

    Seu comentário é muito importante
    e significa muito.
    Fico contente que vc tenha gostado. :)

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Minha querida Leila... quanto tempo... desde o ano passado :)... mas sabes que aqui na nossa terrinha o ano começou em polvorosa e ai não comecei o ano trabalhando pelo ano todo :( graças que as coisas estão voltando ao que podemos chamar de normal, mas a violência continua... tirando estes contras temos que dá aplausos aos prós e dentre eles esta linda página que mostra o nosso passado, história da terra de sol, parabéns amiga, mais uma postagem que merece aplausos. Querendo pesquisar sobre Fortaleza não preciso ir ao google, basta vir cá. Um beijo enorme no coração, que tua semana seja doce e de paz. Ah! em fevereiro minha Ilha estará completando 2 anos de renascimento e conto com você nas brincadeiras e na festança... breve deixo o convite!!!

    ResponderExcluir
  4. É verdade, esses dias estão tão corridos huahuahuahuhauhauha :D
    Verdade amiga? Nossa!!! O começo de 2012 foi
    bem louco mesmo, todas as categorias entraram em
    greve ao mesmo tempo huahuahuahhua ainda bem que tudo já começa a se normalizar!

    Estou muito chique mesmo! Gentileza sua, mas fico sempre muitoooooo feliz com suas visitas, elas trazem um cheirinho de água do mar para minha Fortaleza Nobre e eu me sinto a própria
    sereia huahuahuhauhauhauhau

    Ai que bom, 2 aninhos, pode contar comigo, será um prazer e uma honra fazer parte dessa festa.

    Outro beijo enorme no seu lindo coração e muita paz, felicidades e que esse ano seja supimpa para a sua linda Ilha!

    ResponderExcluir
  5. Leila Nobre, o Basquete do Maguari também fez história nas décadas de 60/70.Gostaria, se possível reportagens da época.Agradeço !!!!

    ResponderExcluir