Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Palácio Plácido de Carvalho - Uma prova de amor! [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


sábado, 21 de janeiro de 2012

Palácio Plácido de Carvalho - Uma prova de amor!


Foto de 1964 do Livro 'O Centro Histórico De Fortaleza' - 2002
de Maurício Cals

Rico e de gosto requintado, Plácido de Carvalho fez construir o que se pode classificar como uma das mais monumentais obras arquitetônicas da época no Brasil – o “Palácio do Plácido”, na Aldeota, antigo Outeiro. Foi um presente do rico comerciante à sua amada Pierina, uma italiana de Milão.
A majestosa construção, cópia de um Palácio Veneziano, que o Sr. Plácido de Carvalho havia mandado construir para a bela Pierina, ficava na Avenida Santos Dumont e possuía pequenos chalés para servirem de moradia dos serviçais do castelo. Nos anos 60 o castelo foi vendido.




O comerciante Plácido de Carvalho, teve forte atuação no cenário empresarial de Fortaleza, nas duas primeiras décadas do Século XX, até a primeira metade dos anos trinta. Registrou seu reconhecido bom gosto em vários prédios que construiu, destacando-se, entre outros, o famoso Palácio do Plácido erigido para homenagear Maria Pierina Rossi; o Cine-Theatro Majestic Palace, o Cinema Moderno e o imponente Excelsior Hotel. Dos quatro monumentos arquitetônicos só resta o Excelsior. O Majestic foi totalmente devorado por um incêndio.


Um Palácio para a amada

No início do século XX, Plácido de Carvalho era um bem sucedido comerciante e industrial em Fortaleza, isso nas duas primeiras décadas do século até a metade da década de trinta.
Em 1916, viajando pela Europa veio a conhecer em Paris, Maria Pierina Rossi, uma italiana de Milão, que apesar de apaixonada recusava-se a vir morar no Brasil. Ele porém, também muito apaixonado, prometeu construir para ela em Fortaleza, uma cópia de um belo palácio que ambos viram em Veneza. Com a promessa, ela concordou, chegando a Fortaleza no ano seguinte.


Foto aérea do Castelo na década de 60. A. Capibaribe Neto

Logo começaram os preparativos para a obra.
Para construção o bairro escolhido foi o Outeiro, já conhecido como Aldeota. Quanto ao construtor, há dúvidas, muitos apontam o feito ao irmão de Pierina, Natali Rossi, este sim foi o arquiteto do Excelsior Hotel. Mas o Palácio do Plácido foi certamente obra do Sr. João Sabóia Barbosa, artista plástico e excelente engenheiro eletricista diplomado em Liverpool, Inglaterra.


Foto aérea do Castelo na década de 60- Esquina da Av. Santos Dumont com Monsenhor Bruno

O palácio foi erguido entre as ruas Carlos Vasconcelos e Monsenhor Bruno, tendo como cruzamento das duas a Av. Santos Dumont. Foram usados mármores e vitrais importados, bem como raras madeiras brasileiras. Exibindo estilo rico e eclético, a decoração encantava e chamava atenção. Era cercado de jardins com roseiras e plantas nativas, e possuía duas bem trabalhadas fontes.


Depois de dois anos de meticulosos esforços a obra finalmente foi inaugurada em 1921.
Em torno do Palácio do Plácido como passou a chamar-se ou para os mais excêntricos Palacete Plácido de Carvalho, foram construídos pequenos chalés, a servirem de moradia aos serviçais da imponente construção.
 


Após a morte do esposo, em 1934, Pierina que já morava desde 1933 no Excelsior Hotel, casou-se com o arquiteto húngaro Emílio Hinko, amigo de Plácido, que a pedido dela desenhou e construiu em 1938, em torno do palácio seis palacetes, para que servissem de aluguel. Todos ainda existentes.
O palácio então foi alugado, e lá passou a funcionar o Serviço de Malária, departamento federal que equivale a Sucam.




Em 1957 morre Maria Pierina, e na década seguinte Zaíra, filha e única herdeira, vende o palácio a um grupo comercial local, que no início dos anos 70 faz a demolição do mesmo para a construção de um supermercado, no entanto o terreno ficou abandonado. Em decorrência de dívidas para com o Poder Público, fez-se a quitação da mesma passando o terreno para o Governo do Estado que lá construiu e hoje está o Centro de Artesanato Luíza Távora.
Quanto ao Palácio do Plácido, este ficou no passado, num velho postal e em gasta e antigas fotos, também na lembrança dos que um dia o viram ou nele entraram, contemplando a beleza de sua torre, de suas janelas e belas escadas a quase dobrar-se, dos seus jardins e suas fontes. Um pedaço do passado agora transferido para livros ou fotos raras. A cumprida promessa de um homem apaixonado que o tempo impiedosamente levou. 





Plácido Barbosa de Carvalho

Plácido Barbosa de Carvalho, nascido, a 17/01/1873, em Canindé, era filho de Bernardino Plácido de Carvalho e de Alexandrina Barbosa Cordeiro de Carvalho. 
Durante a primeira Guerra Mundial, Plácido de Carvalho se casa, em Paris, com Maria Pierina Rossi, nascida em Milão (Itália), em 11/01/1889. Dessa união, não nasceriam descendentes.

O Palácio por dentro


Com a chegada de Pierina, ao Ceará, em 1917, o casal passou a residir na Rua Princesa Isabel. Somente em 1920, com a conclusão da construção do “Palacete Plácido de Carvalho”, é que se mudaram para o Outeiro. 


Foto de 1971 pouco antes de ser demolido

Após a demolição do Castelo - Arquivo Nirez 


Leia mais sobre Plácido de Carvalho AQUI
Inclusive detalhes do seu testamento.
x_3b98da9d


Fontes: O Povo (Artigo de Bérgson Frota) e  Plácido de Carvalho e Luiz Severiano Ribeiro: “Uma dupla de cinema” de Carlos Negreiros Viana

19 comentários:

  1. Leila querida,

    Como ficou deslumbrante esta pagina sobre o Palacete do Plácido e da Maria Pierina que ERA situado na Av Santos Dumont...ERA também como um conto de fadas para muitos cearenses! Fortaleza tinha enfim um CHATEAU (Castelo), como na Europa ! NÃO entendo, e jamais entenderei como foi possível a "simples destruição" deste palacete como se fosse um pequeno objeto sem importancia alguma ! Mon Dieu !!! porque não destruirmos todos os monumentos da cidade ? Parabéns aos seus destruidores os quais nem conseguiram construir o tal "previsto super mercado" !...
    Sans commentaires...passons...é melhor !

    As fotos são inéditas e jamais vistas, são maravilhosas. PARABÉNS "Fada Leila", com sua varinha de condão trazendo a superfície as Nobres histórias de Fortaleza antiga!
    Um beijo grande em teu coração e continue, não pare nunca este trabalho maravilhoso. Eu apoio voce em tudo.
    Joanna Alice Dell'Eva
    Fortaleza 24-01-2012
    Meus pais fariam hoje 72 anos de casados...

    ResponderExcluir
  2. Leila querida,

    Como ficou deslumbrante esta pagina sobre o Palacete do Plácido e da Maria Pierina que ERA situado na Av Santos Dumont...ERA também como um conto de fadas para muitos cearenses! Fortaleza tinha enfim um CHATEAU (Castelo), como na Europa ! NÃO entendo, e jamais entenderei como foi possível a "simples destruição" deste palacete como se fosse um pequeno objeto sem importancia alguma ! Mon Dieu !!! porque não destruirmos todos os monumentos da cidade ? Parabéns aos seus destruidores os quais nem conseguiram construir o tal "previsto super mercado" !...
    Sans commentaires...passons...é melhor !

    As fotos são inéditas e jamais vistas, são maravilhosas. PARABÉNS "Fada Leila", com sua varinha de condão trazendo a superfície as Nobres histórias de Fortaleza antiga!
    Um beijo grande em teu coração e continue, não pare nunca este trabalho maravilhoso. Eu apoio voce em tudo.
    Joanna Alice Dell'Eva
    Fortaleza 24-01-2012
    Meus pais fariam hoje 72 anos de casados...

    ResponderExcluir
  3. Amiga, tenho tantas notícias boas para vc, vou já te mandar um e-mail! :)

    As fotos são lindas mesmo, eu amooooooooo a história de amor de Plácido e Pierina! O Castelo era maravilhoso, pena q alguns não pensavam o mesmo e o colocaram à baixo. :(

    Com sua amizade a apoio, tenho certeza q vou longe!

    Olha aí, por falar em amor, temos outro lindo exemplo, dos seus pais. :)

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente, nossa cidade está perdendo algumas belas construções perdendo assim a história do seu desenvolvimento. Fico devéras triste quando vejo um imóvel com a sua imponente arquitetura se perder nas pancadas das marretas e nas pás destruídoras das retro-escavadeiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Francisco Moreira, é o progresso destruindo coisas belas...

      Forte abraço

      Excluir
  5. Sempre pesquiso por fotos do Castelo do Plácido e finalmente consegui ver essas fotos internas! Incríveis! Você não teria mais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Internas não! :(
      Mas do Castelo, sim, basta procurar nos marcadores por 'Palácio do Plácido'. :)

      Abraços

      Excluir
  6. Gostaria muito de ver fotos internas.Foi uma coisa lamentável a destruição de algo tão belo. Pena que em nossa cidade quem tem dinheiro não tem cultura.
    Eu lembro que passava em frente e ficava admirando
    sua beleza e torcendo para que não fosse destruído.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Francilena, bom dia!

      Infelizmente, a única foto interna q tenho, é essa da escada.¬¬
      Eu tbm tenho muita curiosidade de saber como era o Palácio por dentro, pois não tive o privilégio de alcançá-lo. :(

      Destruir o Palácio do Plácido foi um crime. Nunca mais teremos em nossa cidade, algo tão bonito quanto foi o palácio e sua história.

      Abraços

      Excluir
  7. "... era uma vez meu castelo entre mangueiras e jasmins florados..." Este é um trecho da música Longarinas, do cantor e compositor cearense Ednardo, na qual ele exalta as belezas de Fortaleza e destaca este crime cometido contra o patrimônio histórico do Brasil. Tive oportunidade de ainda ver o castelo imponente e de pé. Fico revoltado toda vez que passo a caminho do trabalho pela Rua Costa Barros (fundos) de onde é agora o Centro de Artesanato que poderia estar funcionando hoje em dia dentro do Castelo! Absurdo! Vejam esta homenagem que eu e minha esposa fizemos, utilizando a música Longarinas de Ednardo, no seguinte endereço: http://www.youtube.com/watch?v=Qsk2hV01HNQ
    Parabéns pelas belas fotos! Parabéns Leila! Sou seu leitor assíduo e seu Blog é fonte inesgotável de informação para aqueles que amam a história de nossa Fortaleza querida. Se você tiver fotos com boa resolução do Castelo e puder me enviar fico grato: montenegrosalles@gmail.com. Abraço fraterno.

    ResponderExcluir
  8. Tive o prazer de conhecer e a tristeza de presenciar sua demolição. Um crime cultural cometido por um governo insensível e ignorante, num tempo em que a ditadura não permitia protestos e mesmo assim tentamos demonstrar nosso repúdio.
    Lamentável.

    ResponderExcluir
  9. Inesquecível.... qdo criança brinquei muitas vezes nesse Castelo.... Era misterioso.. envolvente.. lembro do salão dos espelhos.. da escada.. tudo lindo. Já estava abandonado.. mas era mágico. Imperdoável que nossos governantes não tenho conseguido preserva-lo... uma parte importante da nossa história perdida. Eu costumo sempre dizer e repito : Uma cidade sem passado não tem futuro.

    ResponderExcluir
  10. O pior é que a destruição do Castelo aconteceu na calada da noite, anoiteceu e não amanheceu.

    ResponderExcluir
  11. Inesquecível.... qdo criança brinquei muitas vezes nesse Castelo.... Era misterioso.. envolvente.. lembro do salão dos espelhos.. da escada.. tudo lindo. Já estava abandonado.. mas era mágico. Imperdoável que nossos governantes não tenho conseguido preserva-lo... uma parte importante da nossa história perdida. Eu costumo sempre dizer e repito : Uma cidade sem passado não tem futuro.

    ResponderExcluir
  12. Moro em Fortaleza há pouco mais de um ano, sou apaixonada por arquitetura antiga e suas histórias, apesar de trabalhar na área da saúde... apenas sou curiosa mesmo!
    Fiquei muito triste de saber que tudo foi demolido... uma lástima muito grande! Um absurdo as pessoas não terem a mínima consideração por estas belas construções e toda a história que carregam... parabéns pela página! Continue postando tão raras fotografias e escrevendo tão bem!

    ResponderExcluir
  13. Sou da opinião de que crimes ao patrimônio histórico deveriam ser punidos com prisão perpétua sem regalias a quem os cometesse e incentivasse, e isso se diga inclusive quando os políticos, entre outros, estão envolvidos no caso.

    ResponderExcluir
  14. Bom dia Leila Nobre!
    Estou simplesmente em êxtase por ter conhecido o seu blog e mais ainda por ter tido a oportunidade de saber um pouco mais sobre essa linda história de nossa Fortaleza.
    É triste saber que um monumento como este, de uma riqueza histórica e cultural imensurável, tenha sido demolido e com esta demolição tenha ido embora parte de nossa história.

    Muito obrigado!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo gentil comentário Rafael! :)
      Fico feliz demais!
      Sobre o palacete, até hj não compreendo como tiveram coragem de demolir tamanha obra de arte... E com isso, tbm a memória de Plácido de Carvalho e seu amor por Pierina... Muito triste mesmo!

      Forte e caloroso abraço

      Excluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: