Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Café Wal-Can - Abrigo Central [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


segunda-feira, 20 de junho de 2011

Café Wal-Can - Abrigo Central




Naquele espaço retangular do terreno formado pelas ruas Guilherme Rocha, Pará, Floriano Peixoto e Major Facundo, foi construído o Abrigo Central, iniciativa do então Prefeito Acrísio Moreira da Rocha. Era um local onde se agrupavam políticos, torcedores de futebol e pessoas que ali se dirigiam para apanhar ônibus de vários bairros, e linhas que circulavam a Cidade, pela Empresa São Jorge, com destino a Praça São Sebastião (Mercado) depois Praça Paula Pessoa (Ruas Justiniano de Serpa, Dom Jerônimo) - Farias Brito, cujo local existiu o tradicional Jardim São José, mais conhecido como Jardim Japonês, da família Fujita (João Batista, Nisabro, Edmar, Francisco, Luzia e Maria José) que injustamente sofreram opressões com o "quebra-quebra" no tempo da 2ª Guerra Mundial de 1944.



Com a demolição da quadra da Praça do Ferreira ao lado do prédio da Intendência e demais casas comerciais (entre as ruas Floriano Peixoto e Major Facundo), na gestão do Prefeito Acrísio Moreira da Rocha, foi construído em 1949 - o Abrigo Central, num espaço da metade da quadra, entre a Rua Pará e Guilherme Rocha.


Passeata anunciando o lançamento do ano - O Café Wal-Can



No Abrigo Central, se instalaram vários boxes, tendo o centro, formato de meia lua, onde foram colocadas cadeiras, especialmente para servir de engraxataria; pelo lado direito, havia um boxe para venda de selos mercantis, bilhetes da Loteria Federal, Estadual, estampilhas, os quais eram colocados para aferição pela Secretaria da Fazenda nos livros próprios (mensalmente) e outros selos para requerimentos dirigidos às repartições federais, estaduais e municipais; em seguida o boxe do Café Hawaí; Café Presidente e o Café Wal-Can( De Waltério Cavalcanti); um boxe da Livraria Alaor; casas de discos conhecida como Discolândia e os boxes portáteis do Sr. Bodinho, do Sr. Raimundo e do Sr. Holien com variadas mercadorias; no lado esquerdo da Rua Pará - O Posto de carros de aluguéis - Posto Pará da Sra. Odete Porfírio Sampaio, com luxuosos carros de passeio que eram contratados previamente para sepultamento, casamento e batizados; e o preço obedecia a uma tabela especial, estabelecido pelo Sr. Maninho Câmara.
 Sr.Waltério Acompanhando de perto o trabalho de suas colaboradoras 


Sr.Waltério Cavalcanti, com clientes e amigos


Ainda no hall do Abrigo - o célebre e inesquecível "Pedão da Bananada" e os famosos sanduíches , cognominados "espera-me no Céu" e "cai duro", e comprando um, o cliente tinha direito a um envelope de Sonrisal e uma vitamina "KH" na hora; existia um funcionário especialista no ramo de merendas de frutas, Sr. Musse; no final do corredor do Abrigo, o Café Hawaí; ao lado, a garapeira do Sr. Peixoto, cuja venda de guaraná (artificial), água mineral com e sem gás, groselha e limonada, era muito apreciada por todos que frequentavam o Abrigo Central. 

Café Wal-Can - Rua Floriano Peixoto em 1983. Foto de Nelson Bezerra

Ainda pelo lado da Praça do Ferreira, a parada de ônibus da Empresa São Jorge - Kalil Otoch, as linhas do centro, Soares Moreno, Praça São Sebastião, Cemitério, D. Jeronimo, Justiniano de Serpa, que muito facilitava a vida dos que moravam no centro - uma realidade muito diferente dos dias de hoje, com tantas transformações que sofreu a arquitetura de nossa cidade.

As funcionárias do Café Wal-Can


Mulheres também iam ao Abrigo, mas com menor frequência que os homens. Dona Conceição Santos, 74, diz que “o Abrigo era muito movimentado, sempre tinha muita gente, mas eu só passava por lá quando ia para o centro, tomava um café e seguia. Quem ia muito mesmo era meu marido, porque lá era mais um lugar para os homens se encontrarem”. Entretanto, seu Mário lembra que “tinha muitas senhoras que compravam na confeitaria” e até algumas moças trabalhavam no box do Café Walcan.


Crédito:  Wal-Can in Memorian/ Valtério Cavalcanti 

9 comentários:

  1. Oi, Leila
    Hoje li os tres posts...os 2 do abrigo e o dos rabos de burro. Lembo-me bem, disso tudo.As mocinhas dozelas, tinham "pavor" dos rabos de burro. Quanto ao Abrigo Central, tenho saudade. Íamos muito, com a mamãe, no Pedão da Bananada.
    Era diferente, da bananada caseira, não sei qual o "segredo" do Pedão...Pena, que derrubaram o abrigo, fazia parte integrante da Prç do Ferreira...é isso!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. O pior é saber que muitos dos que foram à favor do fim do "monstrengo" hoje falam com saudade do Abrigo¬¬ Sinceramente, não entendo esse desejo de destruição que alguns tem, acabam por destruir prédios de elevado valor sentimental para substituir, às vezes por nada!

    De tanto ouvir falar dessa bananada, queria ter tido o privilégio de saboreá-la rsrs Pedão foi outro que morreu de tristeza, acabaram com o Abrigo e com os sonhos de um homem...

    Beijos linda

    ResponderExcluir
  3. Leila, quero lembrar que existia um box que servia o xarope do guaraná com água gaseificada. Tinha o sabor natural e o de morango. Este box ficaria hoje bem em frente a entrada da Casa Bahia. Existia também o cafezinho Wal-Can nas esquina da Liberato Barroso com Floriano Peixoto.

    ResponderExcluir
  4. Esse xarope devia ser uma delícia, hein Ivan? :D
    Queria tanto ver imagens do box¬¬

    ResponderExcluir
  5. https://www.google.com.br/search?q=bras%C3%A3o+da+familia+cavalcanti&safe=active&biw=1366&bih=643&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=OplKVce5IcWegwSu54DoBg&ved=0CC0Q7Ak

    ResponderExcluir
  6. https://www.google.com.br/search?q=bras%C3%A3o+da+familia+cavalcanti&safe=active&biw=1366&bih=643&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=OplKVce5IcWegwSu54DoBg&ved=0CC0Q7Ak

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria de saber se o sr. tem alguma foto do Café Hawai, no abrigo central. Meu pai João Rodrigues de Oliveira, trabalhava lá. Carlos (escudeirobr@gmail.com)

      Excluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: