Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


terça-feira, 14 de junho de 2011

Hotel de France - Associação Comercial do Ceará




Antigo Hotel de France, antigo Palace Hotel, o Edifício Antônio Gomes Guimarães, hoje é a sede da Associação Comercial do Ceará. Construção do final do século XIX. 

Foto do início do séc XX 

O edifício guarda ainda hoje, um original conjunto de detalhes construtivos, que chamam a atenção pela qualidade, variedade e esmero com que foram executados.

Vale a pena desfrutar o precioso piso do saguão feito com mosaicos hidráulicos policromados de tamanhos diferentes, o conjunto de vitrais com caixilhos de madeira, a elegância da escadaria em mogno, as grades da varandas e muitos outros detalhes.

Passeio Público - Em frente, o hotel

Localizado na Rua Major Facundo, Nº 2, esquina com a Rua Dr. João Moreira.
Usado atualmente pela Associação Comercial do Ceará, mas seu uso original foi pelo Hotel de France.
O estilo Arquitetônico é Eclético. O estado atual da construção encontra-se bom, mas necessita de manutenção.
O grau de conservação é muito bom, pois ainda conserva os elementos originais.
Grau de Proteção: Há uma Proposta de Tombamento a Nível Municipal.



Revista Annuario Brasileiro Commercial Illustrado, 1906. Propaganda do “Hôtel de France”, pertencente a Isidor Brown, na "Praça dos Mártires" (Passeio Público), em Fortaleza, esquina da rua Major Facundo com a rua Dr. João Moreira. Representava a influência da cultura francesa na sociedade elitizada fortalezense, durante a “belle époque”. Em seguida se transformou no badaladíssimo “Palace Hotel” (de Efrem Gondim, 1927), com seus banquetes às autoridades, sendo hoje o Ed. Antônio Gomes Guimarães sede da “Associação Comercial do Ceará”, por sinal muito bem zelado, podendo ser tombado. Lucas Júnior

Definição de seu contexto imediato e relação com seu entorno:

Encontra-se situado em frente a Praça dos Mártires (Passeio Público -Tombada a nível Federal).Também forma parte do conjunto do corredor cultural, Corredor do Mar, que se estende desde a Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção, até a Estação João Felipe, onde se encontram concentrados um grupo de prédios de relevância para a história de Fortaleza.

Descrição Arquitetônica:

Edifício de três andares de alvenaria autoportante com tijolos, e pisos mistos de vigas de madeira e trilhos, paredes duplas, que sofreram algumas modificações tanto externas como internas, para reformas e ampliações, ao longo de sua história. As fachadas conservam ainda toda a ornamentação e detalhes do estilo eclético.

Área construída Total: 1. 950 m2           Área ocupação: 650 m2
Número de pavimentos: 3 pavimentos
Situação e Ambiência: Casa de esquina (Rua Major Facundo esquina com Dr. João Moreira ocupa  90% do lote Fachada Principal Norte, acesso a nível da Rua.




Associação Comercial do Ceará

Criada em 1868 associada principalmente os comerciantes estrangeiros Ingleses e Franceses; seu primeiro presidente foi o Inglês Richard HuggesPrimitivamente um sobrado construído na segunda metade do século XIX pertencente a Odorico Sergismundo de Arnout, adquirido por Dario Teles de Meneses, foi demolido e construído outro no lugar. Comprado dos herdeiros de Dario Teles, por José Gentil, foi reformado para Hotel, primeiro o Hotel de France cujos proprietários eram os franceses Louis Dragaud e Louis Gonthier e o alsaciano Isidor Braun e depois o Palace Hotel, depois de alugado em 1927, recebendo mais um andar e anexando uma casa vizinha pela Rua Dr. João Moreira, na década de 40. No dia 10 de Agosto de 1971, fecha definitivamente suas portas, o tradicional estabelecimento Palace Hotel de Efrem Gondim sendo o prédio vendido para Associação Comercial a 3 de outubro de 1973 é comprado o prédio pela Associação.



Evolução funcional, construtiva e formal:

Planta retangular e três andares com a parte menor dando para o Passeio Público, Fachada Norte, (Rua João Moreira), e a fachada mais cumprida pela Rua Major Facundo com aberturas para ambas ruas.

Construído em 1890 , foi inaugurado a princípios do século XX o Hotel de France, sofrendo algumas modificações, em 1925 passou por una reforma agregando-lhe uma casa pela Rua Major facundo e um andar a mais, na década de 1940, o prédio sofre sua última grande reforma, ocupa mais uma casa pela Rua Dr. João Moreira e transformam sua decoração exterior com vestígios de neo - classicismo.


Modificações realizadas:

As modificações realizadas foram incorporando valores ao prédio ao longo de sua história e readaptando as novas funções de hotel, dando-lhe mais elegância e estilo, os detalhes construtivos chamam a atenção, detalhes de carpintaria, vitrais com caixilhos de madeira, pisos de mosaicos hidráulicos policromados, escadaria de grande elegância, grades de serralharia e outros belíssimos detalhes. Também elevador, que ainda está em funcionamento.



Análise dos elementos componentes da edificação:

Edificação de três pavimentos, e duas fachadas de importância, uma pela Rua Major Facundo e a principal fachada norte pela Rua Dr. João Moreira, ambas fachadas tem uma coerência formal e expressam alguns elementos Neoclássicos, as elegantes portas de arco pleno se destacam em ambas fachadas, e nos dois primeiros andares, coroadas por vitrais de desenho e colorido harmônico, o prédio está coroado por platibanda com detalhes neoclássicos e copas coroando as esquinas, o último andar com janelas sem arcos, lhe dão grande elegância e permite ver claramente o desenvolvimento construtivo. 


Análise da estrutura e possibilidades de recuperação:

O prédio encontra-se em excelente estado, precisando de manutenção geral, e posta em uso para sua melhor conservação.

Análise das causas que provocam a deterioração e seu classificação:


A manutenção geral do imóvel evitaria danos maiores provocados por entradas de água que consequentemente levam a falhas estruturais, de maior envergadura.


Critérios específicos de recuperação:

Os critérios para a recuperação das fachadas principais serão fundamentados em a manutenção geral e restauração de algum elemento perdido.

· Manutenção em geral das fachadas: rebocos, limpeza, eliminar plantas parasitas, etc.
· Revisão e recuperação da coberta.
· Revisão e recuperação de calhas.
· Revisão de pontos de drenagem pluvial.
· Recuperação dos pontos de drenagem originais.
· Recuperação de portas e janelas, restauração das existentes.
· Recuperação de ornamentos.
· Recuperação de sacadas, balcões. (Recuperar piso)
· Recuperação de grades de ferro, completar corrimão de madeira.
· Recuperar bandeiras de portas, completar vitrais.
· Recolocar ar condicionado.
· Restaurar calçada, com materiais originais.
· Limpeza e reparação de luminárias existentes.
· Eliminar ou redesenhar entrada de fiação elétrica e telefônica.
· Recuperação de cores originais.




Valores principais de destaque e informações a transmitir:


Recuperação de elementos componentes da arquitetura da cidade expressados claramente no prédio, revitaliza também os valores do monumento, considerado uma das principais edificações do Centro Antigo de Fortaleza. 


Definir tipo de intervenção:

(Consolidação, limpeza, liberação, restruturação, etc.)Serão necessários trabalhos de limpeza, liberação de elementos agregados, manutenção e recomposição cromática da fachada.

Foto de 1905

Saiba mais sobre a Associação comercial do Ceará:

A associação foi reconhecida pelo governo imperial pelo decreto 4.059, de 28 de dezembro de 1867. No ano seguinte o decreto imperial 4.269, de 12 de novembro de 1868, modificou o nome para "Associação Comercial da Praça do Ceará". Em 1897 a entidade volta a ter o nome de origem sendo reformulada sua organização jurídica. No ano de 1918 o Congresso Nacional decretou de utilidade pública a associação.
Com a reorganização em 1897 foi composta uma nova diretoria com os seguintes dirigentes:
  • Alfredo Salgado
  • José Bruno Menescal
  • Guilherme César da Rocha
  • Aquiles Boris
  • Tomás Pompeu de Sousa Brasil
  • Possidonio Pôrto
  • João de Pontes Medeiros
  • Leoncio da Silva Matos
  • Domingos Beto de Abreu
  • F. H. Harding
  • Eduardo Studart
  • Adolfo Barros
O prédio da atual sede foi adquirido em 3 de outubro de 1973. Anteriormente era o "Palace Hotel" de propriedade de Antônio Gentil Júnior.

O prédio hoje

Para uma visita ao passado, basta entrar no lindo edifício para começar a “viagem no tempo”: no piso, mosaicos hidráulicos policromados de tamanhos diferentes e paginação própria para cada ambiente. À direita, uma longa escadaria em mogno, após o saguão, nos deparamos com um lindo salão de festas, com colunas em mogno e detalhes nas janelas em vitrais.
Edifício de três andares de alvenaria autoportante, com pisos mistos, de vigas de madeira e trilhos, paredes duplas, que sofreram algumas modificações tanto externas como internas, em reformas e ampliações, ao longo de sua história. As fachadas conservam ainda toda a ornamentação e detalhes do estilo eclético.



Antenada com a preservação da memória de nossa Capital, a Associação Comercial do Ceará, contratou as arquitetas Mônica Pamplona e Sônia Bayma para promoverem o restauro adequado daquela edificação, garantindo preservar o estilo arquitetônico.


A edificação vai receber especiais cuidados de restauração, entre as mudanças previstas está o retorno do uso do salão principal com seu lindo piso de mosaicos hidráulicos, onde ocorriam os grandes eventos e a reforma dos banheiros, com o propósito de permitir melhor funcionalidade das instalações, sem agredir a arquitetura original.
Iniciativa digna de aplauso. Fortaleza só tem a ganhar!

Foto de Manilov

Foto de Manilov



Créditos: Ofipro, Wikipédia e Jornal O Estado do Ceará


Nenhum comentário:

Postar um comentário