Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


domingo, 25 de julho de 2010

Castelo do Plácido



O comerciante Plácido de Carvalho era proprietário de muitos terrenos no centro da Cidade, onde vários importantes prédios foram levantados, como o "Majestic" em 1917 e o "Excelsior" em 1930.
Quase todo o quarteirão da Rua Major Facundo que ficava na praça do Ferreira era seu. Além de comerciante era também industrial, tendo uma fábrica de mosaicos estabelecida em 1905, com escritórios na rua Barão do Rio Branco.
Em uma de suas viagens à Europa, conheceu na Itália a jovem Pierina Giovanni, a quem propôs casamento e vinda para o Brasil.




Como insistisse muito, a jovem condicionou sua vinda à construção, por ele, de um palácio para ela e ele. Adquiriu uma planta de um palácio na Itália e o fez construir em Fortaleza, por João Sabóia Barbosa, na Avenida Santos Dumont, entre a Rua Carlos Vasconcelos e a Rua Monsenhor Bruno.
Assim casaram e viveram juntos até a morte de Plácido. Essa história é contada de boca em boca na cidade, não havendo, porém nenhuma confirmação oficial. Isto ocorreu por volta de 1912. Depois a viúva Pierina casou-se com o arquiteto Emílio Hinko.





Na década de 30 o castelo foi ocupado pelo Serviço de Malária, departamento federal que equivale hoje a Sucam.
Na década de 1970 a castelo foi demolido por tratores para construção no local de um supermercado, mas passaram-se os anos e o terreno ficou abandonado até que o governo o desapropriou e nele construiu a Central de Artesanato Luiza Távora, feita com troncos de carnaubeira que aos poucos foram se deteriorando pela presença de cupins. Ultimamente foi reconstruído e é o que vemos na foto atual.



A fotografia antiga é do final da década de 30 e foi batida pela Aba Film, uma foto de um ângulo bastante artístico.
As fotografias seguintes procuraram o mesmo ângulo, sendo a segunda de 1976, colhida por Nirez e a última atual, batida por Osmar Onofre. Infelizmente o Centro Artesanal não tem o mesmo porte do castelo, além de existirem prédios "espigões" por trás.



Fotos Arquivo Nirez:





 



Fonte: Portal do Ceará/Nirez


8 comentários:

  1. A história de PlácidoxPirina é bonita,romântica..
    ...mas demolirem o lindo palacete é que não foi
    nada bonito.
    Aí próximo do centro de artezanato, que é muito bom, há uma pista de skate onde levei várias vzs meu filho, qundo adolescente. Não lembro de ter visto ,"ao vivo", o tal castelo do Plácido.

    Leila, uma semana bem produtiva!!!!

    ResponderExcluir
  2. Interessante é que Pierina se apaixonou por Plácido e após a morte do mesmo, ela se apaixona por Emilio Hinko, o arquiteto responsável pela construção dos castelinhos rsrs
    D. Pierina devia ser uma pessoa apaixonante, daquelas que ganham castelos de presente dos amados. :)

    Linda semana, amiga!

    ResponderExcluir
  3. Mulher conquistadora e exigente,a Dona Pierina!
    Tá certa!!!
    "Pegar" um ricaço, depois um arquiteto,querendo castelos, é ter muita vocação pra RAINHA!!!!
    Coisas da 'Fortaleza Nobre', né amiga?
    Boa semana!!!

    ResponderExcluir
  4. Pois é, ela não se contentava com uma casa como nós, reles mortais huahuahuahuhauha
    "Quem casa, quer casa"
    No caso de D. Pierina, "Quem casa, quer castelo"¬¬ hahuahuhauhauhau

    ResponderExcluir
  5. Achei lindaaaaa a história por trás do Castelo. E lamento muito que tenha sido demolido, isso foi um crime contra todas as pessoas que gostam e apreciam a história de Fortaleza e seus monumentos.

    ResponderExcluir
  6. Pois é, pior que esse tipo de crime anda acontecendo com muita frequência em nossa
    cidade!¬¬

    ResponderExcluir
  7. Emílio hinko que projetou o clube náutico....

    ResponderExcluir
  8. Sou protetora do patrimonio publico e edefensora dos direitos do patrimonio dos Municipio Devemos deixar ao cearense decidir quando da intervencao ou demolicao de um bem publico, pena que nossa histaria se vai a bel prazer de certos governantes! Demolir uma praca por simplesmente nao interessar fazer um viaduto subterraneo isto é um abusurdo!

    ResponderExcluir