Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


quarta-feira, 21 de julho de 2010

Instituto Dr. José Frota


A Assistência Municipal - Foto da época da inauguração

A primeira referência à Assistência Municipal feita no "Almanaque do Ceará" foi em 1937, como "Assistência Pública Municipal", dirigida pelo Dr. José Deusdedit de Vasconcelos, mas não indica o local de funcionamento. No mesmo almanaque, para o ano de 1939 o diretor é o Dr. José Ribeiro da Costa, tendo como auxiliar o médico José Ribeiro da Frota, que no almanaque para 1940 já vem como diretor. O nome simplificado de "Assistência Municipal" aparece pela primeira vez em 1947.


Arquivo Carlos Juaçaba


A pedra fundamental do prédio foi assentada no dia 12 de setembro de 1938 e sua inauguração se deu a 26 de maio de 1940. Anos depois a velha Assistência Municipal recebeu o nome de Instituto Dr. José Frota, em homenagem ao Dr. José Ribeiro da Frota.
O nome partiu da iniciativa do então prefeito José Walter Cavalcante, que com isso quis homenagear o seu primeiro diretor.


Foto Alex Mendes

As duas fotos mostram as diferenças havidas entre as duas épocas, com o aumento do prédio para os lados, tanto pela rua Antônio Pompeu como pela Senador Pompeu; a fachada principal que antigamente ficava na esquina foi deslocada para o lado esquerdo, pela Antônio Pompeu; a porta e as janelas da esquina foram fechadas com alvenaria e foram colocados aparelhos de ar-condicionado; as outras janelas de todo o prédio foram diminuídas em sua altura; os degraus da antiga porta da esquina também foram destruídos. Depois a porta da esquina foi reaberta.

O grande prédio que vemos no pequeno trecho do lado direito da foto atual é hoje o prédio principal do Instituto José Frota que continua atendendo aos acidentados de todo o estado do Ceará e até vizinhos.


Saiba mais

Em 22 de agosto de 1932, foi inaugurado o primeiro Serviço de Pronto Socorro de Fortaleza, com apenas uma ambulância, através de um convênio com a Santa Casa de Misericórdia. Quatro anos depois, em 31 de dezembro de 1936, houve a rescisão deste contrato e foi fundada a Assistência Pública de Fortaleza. A partir desta data, os serviços Médico-Cirúrgicos de Urgência passaram a funcionar nas dependências do Hospital Central da Polícia Militar.

Em 1940, devido ao crescimento demográfico e urbano de Fortaleza decorrente da instalação das primeiras indústrias e do aumento do número de veículos, as estatísticas de acidentes aumentaram e esse fato impulsionou a construção da sede definitiva da Assistência Pública de Fortaleza. A sede dispunha de trinta leitos que eram divididos em quatro enfermarias; enfermaria de repouso; sala de raio x; sala de curativos; sala de cirurgia; sala de esterilização; e alguns serviços administrativos. Desde então, diversas ampliações foram feitas.



Em 1970, a unidade de saúde recebeu o título de Autarquia Municipal e foi nomeada como Instituto Dr. José Frota - homenagem concedida pelo Prefeito José Walter ao ex-Diretor da instituição.

No dia 17 de outubro de 1993, o então Prefeito Juraci Magalhães inaugurou o “novo IJF”, com uma área de aproximadamente 25.000m² e nove pavimentos distribuídos em um prédio vertical. Nesse período, foi construído um novo bloco de internações e o número de leitos foi ampliado para 416.

Na gestão da Prefeita Luizianne Lins, o Instituto Dr. José Frota passou por diversas reformas que contemplaram setores estratégicos do hospital: Emergência, Centro Cirúrgico, Centro de Tratamento de Queimados e Unidade de Terapia Intensiva. Além disso, também foi priorizada a modernização dos equipamentos médico-hospitalares e a contratação de profissionais da saúde. A cobertura do IJF foi contemplada com um heliponto que facilitará o transporte de pacientes advindos de resgates aéreos.

Na foto, a antiga porta da esquina fechada com alvenaria

Atualmente, o IJF é o maior hospital terciário de Urgência e Emergência do Estado, sendo referência no atendimento aos pacientes traumatizados. Possui uma capacidade instalada de 425 leitos e realiza uma média de 15.500 atendimentos por mês. São 2.191 servidores empenhados em prestar um serviço eficaz à população.

Foto atual do prédio do IJF - Por Francisco Edson Mendonça

Serviços


  • Centro de imagens com raio-x, ultrassom e tomografia computadorizada 
  • Emergências adulta, pediátrica e traumatológica 
  • Salas de pequenas cirurgias 
  • Sala de reanimação 
  • Salas para pacientes em estado grave e estabilizados (Risco I e Risco II) 
  • Enfermaria 
  • Centro cirúrgico 
  • 4 UTI’s 
  • Hemodiálise 
  • Ecocardiograma 
  • Unidade para pacientes vítimas de traumatismo buco maxilo facial 
  • Centro de tratamento de queimados 
  • Banco de sangue 
  • Centro de assistência toxicológica 
  • Comissão de prevenção e atendimento aos maus tratos contra crianças e adolescentes 
  • Ambulatório da dor 
  • Comissão intra hospitalar de doação de órgão e tecido para transplante 


"A pedra fundamental no local hoje existente verificou-se aos 12 de setembro de 1938, e seria inaugurado em maio dois anos após. Já no final dos anos de 1960, a nomenclatura de Assistência Municipal desapareceu e, em homenagem ao Dr. José frota o nome adquiriu mais expressão.

No início o prédio era na esquina chamada “Pompéia”, afinal, era o cruzamento das ruas Senador Pompeu com Antonio Pompeu. Agora devido à construção ampliando o hospital, já na gestão Juraci Magalhães (Um dos Melhores Prefeitos de Fortaleza), em 1993 foi inaugurado por Antonio Cambraia o colossal Instituto José Frota, que devido ligar as ruas Senador Pompeu com Barão do Rio Branco, recebeu o apelido de Frotão." Assis Lima

Instituto Dr. José Frota
Rua Barão do Rio Branco, 1816  
Fone: 3255-5000




Créditos: Site Oficial do IJF, Blog do Guilhon e ao amigo Fernando Amora 

2 comentários:

  1. Boa tarde, Leila!
    Tenho, na memória ,este prédio da 1ª foto.
    Antigamente, quando eu menina, a gente só falava "Assistência".Que eu me lembre fui lá,como paciente, 2 vzs: por mordida de cachorro
    e outra, por um corte no pé(era criança!)

    Até quando passava a, hoje, Ambulância, a gente dizia a Assistência...Um belo dia, vira Instituto José Frota.

    Bem lembrada, a matéria, o IJF é famoso e único,
    em emergência! Precisa é de mais investimento, a demanda é imensa, da capital e do interior do Estado...e mts vzs até de outros Estados.

    Beijos, amiga!

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que eu pessoalmente nunca precisei de atendimento no IJF, mas acompanhei meu marido (na época namorado) quando foi mordido pelo cachorro da vizinha, esperar por atendimento é uma angustia, não pela demora em si, mas por ter que ficar vendo cenas que reviram o estômago, pessoas chegando do interior sangrando, senhor que tinha perdido os dedos numa máquina de cana, esfaqueados, queimados...cenas de horror! Sem falar que nas poucas horas que lá passei, vi várias ambulâncias trazendo acidentados do interior¬¬

    ResponderExcluir