Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


sábado, 12 de junho de 2010

Estádio Presidente Vargas - O P.V.


Presidente Vargas - Anos 40

Falarei hoje sobre o Estádio Presidente Vargas, mais conhecido como PV.
O estádio sedia principalmente os jogos do Fortaleza, Ceará e Ferroviário.
Está localizado na Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 1187.
O estádio Presidente Vargas foi construído no ano de 1941 com instalações "super modernas" para a época. O P.V. era murado, tinha arquibancadas de madeira, cerca (também de madeira) separando o campo das torcidas e, a grande maravilha, um gramado (até então todos os campos na cidade de fortaleza ao invés de gramado tinham barro batido que era molhado antes das partidas). O estádio foi inaugurado oficialmente em 14 de setembro de 1941, mas a primeira partida ocorreu uma semana depois, em 21 de setembro com o jogo Ferroviário 1 x 0 Tramways-PE, sendo o primeiro tento do estádio marcado pelo jogador coral Chinês, aos 20 minutos do primeiro tempo.


 Primeiro gol do Estádio Presidente Vargas, feito por Chinês - Acervo Airton Fontenele

Hasteamento da bandeira no antigo PV - Acervo Airton Fontenele

O maior público já registrado foi de 38.515 pagantes, no jogo Ferroviário 1 x 1 Ceará, no dia 7 de maio de 1989, mas há registros de um público de 41.099 pagantes no jogo Ceará 0x1 Corinthians pelo Campeonato Brasileiro de 1971 porém não há confirmação de que esse tenha sido o público oficial.

Ceará e Ferroviário - Anos 60 no P.V.

Atualmente, devido à reformas no estádio e às normas de segurança mais rígidas, a capacidade do PV foi reduzida para 22.000 espectadores.
De setembro a novembro de 2005, o PV ficou interditado para a realização de uma série de melhorias. Os precários degraus de acesso às arquibancadas foram demolidos e substituídos por rampas. Houve também a reforma dos vestiários e dos banheiros, além da adequação do sistema de prevenção de incêndio às normas do corpo de bombeiros. Atualmente o PV está interditado para reformas em virtude da segurança do estádio que de acordo com o Ministério Público está comprometida estruturalmente, a previsão de reabertura é para esse ano (2010).
O PV teve suas arquibancadas em cimento na década de 60. Para 2014, o estádio servirá para treinos para a Copa. Atualmente passa por reforma, padrão FIFA, 20 mil lugares assentados.


Foto de 1972

Requalificação do PV estabelece padrão de segurança e conforto

O lançamento do edital para a reforma do estádio Presidente Vargas (PV) é mais uma etapa no processo de requalificação daquela praça esportiva pautado por um princípio básico: o respeito à vida dos torcedores. Foi em nome da segurança que a Prefeitura fechou o PV e há 19 meses tem trabalhado para elaborar o melhor projeto para que o PV volte a receber jogos não só do Campeonato Cearense, mas também de torneios nacionais como a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Após a reforma, o estádio também estará adequado a servir de apoio, como campo de treinamento, para a Copa do Mundo de 2014. O tempo despendido com os estudos para avaliar o estágio de degradação será compensado na execução da obra, porque o projeto de reforma, que inclui a recuperação e reforço das estruturas e a modernização das instalações, está estruturado para agilizar ao máximo o trabalho da construtora que vier a vencer a licitação. Desta forma, a reforma que foi iniciada em janeiro de 2010 cumprirá o prazo estipulado de oito meses e resultará numa obra de qualidade, uma marca da Gestão Fortaleza Bela. E Fortaleza vai receber um novo PV, com capacidade para 20 mil pessoas, que atende às normas de segurança em dois aspectos principais. O primeiro é a resistência da estrutura de concreto às vibrações causadas pelo público. As fundações serão recuperadas e reforçadas. O segundo diz respeito aos fluxos de acesso e evacuação adequados. Serão eliminadas as escadarias, que darão lugar a rampas. O conforto de quem frequentar o estádio também estará garantido. Novos banheiros, bares e assentos individualizados são algumas das características do novo PV. E uma novidade de alto valor simbólico. O espaço dos bares e sanitários será construído como uma espécie de rua, ficando aberto ao público em dias normais como espaço de lazer e garantindo uma interação ainda maior da comunidade do entorno com o PV.



 Estádio Municipal Presidente Getúlio Vargas em 1957- Ceará 0 x 1 Gentilândia, quando este sagrou-se camppeão. Fonte Livro: História do Campeonato Cearense de Futebol - Nirez de Azevedo.

PV anos 60 desfile do grupo de árbitros




Postal dos anos 80 do Presidente Vargas

Tradição e modernidade convivem no novo estádio

Um novo PV, mas que vai preservar duas marcas registradas do estádio. O pórtico de entrada e as torres de iluminação permanecem. A entrada da rua Marechal Deodoro com sua fachada em art-déco é um patrimônio arquitetônico do Bairro Benfica e a sua preservação foi uma determinação da prefeita Luizianne Lins desde o começo das discussões sobre a reformulação do PV. No projeto de modernização, três entradas serão acrescentadas ao estádio dentro da proposta de maior acessibilidade à área interna. Os estudos sobre a conservação do estádio apontaram que as torres funcionam bem e não há motivos para substituí-las. No restante do PV a marca será a modernidade. Não apenas visual. Instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias serão completamente novas, partindo do zero. Assim como as cabines de imprensa. Para a instalação dos assentos individuais e numerados, os degraus das arquibancadas serão alargados acrescentando a elas quatro degraus, que garantem uma maior aproximação do campo e, consequentemente, uma melhor visibilidade. Além disso, dois trechos do estádio serão cobertos. Com as alterações, o PV estará totalmente adequado ao Estatuto do Torcedor e ainda poderá receber outros tipos de eventos, além do futebol, dentro da perspectiva atual de que os estádios transformem-se em arenas multiuso.


Programação de investimentos de Fortaleza para Copa recebe aval da FIFA

O parecer é da própria Fifa: Fortaleza é a capital que apresenta o melhor plano de investimento entre as 12 cidades brasileiras selecionadas para sediar a Copa do Mundo de 2014 no Brasil. O trabalho em conjunto das equipes da Prefeitura e do Governo Estadual resultou numa Programação Sistêmica de Investimentos para a Copa que engloba projetos já em curso, a exemplo do Transfor (municipal) e o Metrofor (estadual), e novos empreendimentos, como a reforma do Castelão (estadual), a duplicação do aeroporto internacional Pinto Martins (federal) e a ampliação das avenidas do entorno do Castelão (municipal). Esses projetos demonstram a integração entre as políticas públicas municipal e estadual. Para a Fifa, além da qualidade das praças esportivas, a mobilidade urbana tem um peso considerável na análise dos projetos. Sua principal exigência é que os deslocamentos urbanos sejam feitos de maneira ágil e segura. Os projetos do Transfor e do Metrofor atendem a essa demanda. Além dos Estádios e do Transporte e Logística, a Programação Sistêmica de Fortaleza divide-se em outros quatro eixos Meio-Ambiente e Saneamento Básico, Segurança, Saúde, Energia e Telecomunicações, e Turismo.


Fachada preservada e tombada como antigamente




Treinos para a copa de 2014




Projeto novo estágio Presidente Vargas padrão FIFA - Que servira para treinamentos e amistosos de seleções Fonte: Prefeitura de Fortaleza





O charme que só o PV tem - Por Geraldo Accioly (Titular da Coordenadoria de Projetos Especiais, Relações Institucionais e Internacionais (Cooperi) e Controlador Geral do Município de Fortaleza.)

As arquibancadas e o gramado do Presidente Vargas contam uma história de gols e golaços. Vitórias dramáticas e goleadas históricas. Rivalidades figadais e camaradagem. Cânticos de vitória e choros de derrota. As arquibancadas e o gramado do PV contam a história dos últimos 68 anos do futebol cearense. Ceará, Fortaleza e Ferroviário são personagens fundamentais do estádio fundado em 1941. Mas outros clubes também se destacaram em campo, inclusive nacionais, como Flamengo, Botafogo, São Paulo e Palmeiras. Até o Rei Pelé jogou no PV. Menino ainda, mas já campeão mundial, o craque do Santos disputou um amistoso contra o Fortaleza em 1959, que acabou 2 x 2.


1968 - Marta Brayde, rainha do futebol do CE, entregando ao rei Pelé um buquê de flores antes do jogo entre Santos e Ferroviário

E os demais times cearenses também contabilizam suas conquistas. Inclusive, um clube nascido no próprio Bairro Benfica que abriga o PV, o Gentilândia Atlético Clube. Fundado em 1934, portanto antes mesmo da inauguração do estádio, o Gentilândia triunfou no campeonato de 1956. Infelizmente, na década seguinte o clube foi desfeito. Aliás, muito do carisma do PV vem da sua relação com o Benfica. Quem anda pelo entorno do estádio sente a presença do futebol nas calçadas, casas e estabelecimentos comerciais. É uma bandeira do Ceará pendurada numa varanda, um escudo do Fortaleza pintado numa fachada ou um torcedor solitário passando vestido com a camisa do seu time de coração, cearense ou nacional. Com certeza, todos fortalezenses estão com saudade do sábado ou domingo à tarde no PV, não apenas os moradores do Benfica. Em 2010, eles vão matar essa saudade. E o que é melhor: vão ganhar um estádio moderno e seguro, mas com o charme que só o PV tem será preservado.

Gentilândia clube 1957, no PV

Curiosidades:

O Campo do Prado perdeu importância a partir de 1941, com o surgimento do Presidente Vargas. "As arquibancadas do campo, na época de madeira, foram levadas para o PV"

Uma vila olímpica no prado

Depois de quase 90 anos de sua fundação, o Campo do Prado, primeiro estádio do futebol cearense, deixará de existir. A área será um parque olímpico. Até o momento, nenhuma homenagem ou menção de despedida foi programada.
O primeiro estádio de futebol do Ceará está prestes a sair de cena de forma silenciosa. A um passo de ter seus últimos metros de grama e de arquibancada retirados para a construção de um moderno parque olímpico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), o Campo do Prado não terá nem uma homenagem de despedida. O curioso é que o portão de entrada da obra fica a poucos metros da sede da Federação Cearense de Futebol (FCF) - no bairro Gentilândia, em Fortaleza, que não planeja nenhuma menção ou homenagem para o local que já foi a praça esportiva onde foram realizadas as primeiras competições oficiais do Estado. "Não nos programamos para nenhum tipo de homenagem ao estádio, embora a gente lamente muito e reconheça a importância história do Prado para o nosso esporte", admite o presidente da FCF, Mauro Carmélio. Um desfecho que nada se compara aos tempos de glamour do estádio, construído em 1913 e que foi palco dos jogos do Campeonato Cearense entre as décadas de 1910 e 1940. Desde então, o Campo do Prado, chamado assim porque recebia também corridas de cavalo, nunca mais foi o mesmo. Primeiro porque nessa época perdeu espaço para o recém-construído Presidente Vargas (PV). Logo em seguida, o terreno do estádio foi incorporado pela então Escola Técnica Federal do Ceará, que depois virou Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet). Na década de 1970, para atender à expansão da instituição de ensino, o Campo do Prado teve suas dimensões reduzidas para 85x42 metros e para se ter uma ideia, um campo de jogos internacionais varia entre 110x75 metros e 100x64 metros. Em 2009, quando o Cefet ascendeu a Instituto, cresceu o sonho de ampliar ainda mais a estrutura esportiva da instituição, com a liberação de R$ 1,8 milhão pelo Governo Federal. Depois de licitada, a obra do Centro Poliesportivo do Instituto começou há pouco mais de um mês. "Eu jamais cederia a área que um dia foi o Campo do Prado, que foi tão importante para nosso futebol, se não houvesse um consenso entre alunos e professores do Instituto. Fizemos uma consulta e todos estão empolgados, pois poderemos sonhar com grandes conquistas e muitos novos atletas formados", comenta o coordenador de esportes do IFCE, Cléber Lopes.

E mais, o projeto de construção do Centro Poliesportivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), que ocupa hoje a área que um dia foi o Campo do Prado, é ousado. Uma parte do terreno será usada para construção de um campo society (para cinco jogadores de linha), uma quadra indoor (para esportes coletivos), um ginásio coberto, uma piscina de hidroginástica e uma pista de atletismo. A outra área servirá para surgimento de um prédio com sala de musculação, fisioterapia, clubes de xadrez, sala de judô, laboratórios e salas para aulas teóricas e práticas de educação física. A previsão é de que as obras estejam prontas até setembro.

Em 1913 foi construído o primeiro estadio do CE, o Campo do Prado. 

Lembranças dos bons tempos

Quem jogou ou viu jogos no antigo Campo do Prado um dia nunca esquece. O historiador Airton Fontenele, 83, conta que presenciou grandes jogos e cenas inusitadas no estádio. Ele revive uma das histórias: "O Bahia veio fazer uma temporada aqui em Fortaleza e pegou o Ceará. O primeiro tempo foi 4 a 0 para o Bahia. No intervalo, descobriram que, no meio da torcida, todo de paletô, estava o goleiro Pintado, que foi ídolo do time e veio visitar a família aqui. Convenceram o homem a ir para o jogo. Ele trocou de roupa e foi mesmo. Fechou o gol no segundo tempo e saiu de campo nos braços dos torcedores, aclamado". O ex-jogador Zé Cândido Silveira, 88, garante que viveu um jogo inesquecível no Campo do Prado. "A primeira partida do Campeonato Cearense de 1940 foi Ferroviário e Penarol, meu time na época. Para surpresa de todos, nós vencemos por 4 a 3. Ninguém acreditou, porque o Ferrim era imbatível, um time espetacular", conta ele, que no Prado jogou ainda pelo Maguary e São João.


Prado em tarde de jogo entre Ceará e Maguary, em 05 de junho de 1927


crédito: Acervo do filme Historia Viva do Futebol Cearense
(publicado no jornal Diário do Nordeste),
OPovo, Nirez, Ercio Flavio, Pedrinho Simoes, revista Manchete,
wikipédia, Edimar Bento, OPovo e pesquisas na internet


4 comentários:

  1. Texto muitos, adorei as fotos. Não vejo a hora de o PV voltar a funcionar. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. pUTZ...
    Esse Blog é simplesmente espetacular!!!
    Parabéns Leila nobre, vc merece um prêmio por esse acervo tão bacana de fotos... relatos... e informações da história do Ceará
    Parabéns!!!
    @fabio_snoficial

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigada pelas gentis palavras, Fábio!

    Abraços

    ResponderExcluir