Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


terça-feira, 12 de junho de 2012

Avenida Monsenhor Tabosa - Antiga Rua do Seminário - Parte Final


Monsenhor Tabosa vista do Praia Centro Hotel - Foto Reuton

Até a década de 60, a Avenida Monsenhor Tabosa era apenas residencial, com belas casas construídas na década de 20. Em 1972, com a inauguração e o sucesso da loja de sapatos Tamancolândia, a avenida passou a atrair cada vez mais lojas de produtos regionais e logo depois de confecções. A Monsenhor Tabosa, estava se tornando um pólo de moda e de atração para os turistas sem se dar conta. A partir daí, quando se fala na avenida, todos associam ao comércio e ao turismo.

Carnaubeira da Av Monsenhor Tabosa - Foto Paulo Targino Moreira Lima

Foto de Tony Rib

Em 1992, a avenida ganhou uma nova cara. A rua que era de mão dupla passou a ser de um só sentido. Substituíram o asfalto por calçamento para amenizar o calor e plantaram carnaubeiras que ao balançarem simulam o som da chuva. Daquelas butiques dos anos 70, quase nada restou. Mas, a Monsenhor Tabosa, entra no século XXI, mantendo o título de passarela da moda do Ceará

Loja Zant - Foto R.mello

Foto de Marisa Turassi

A localidade tem se tornado alvo de investimentos milionários. Segundo a Imobiliária Marcelino Freitas, os preços e a procura estão subindo muito rápido. No ano passado o aumento foi de aproximadamente 21,3% nos valores. Este ano, a previsão é que este percentual aumente ainda mais. A procura, também teve um aumento significativo de 30%.

 
A Monsenhor Tabosa vista do Hotel Blue Tree Towers, no 1º plano o Sebrae - Foto Paulo Yuji Takarada

A avenida que tem tradição comercial a mais de quatro décadas, está atraindo cada vez mais moradores, segundo a Imobiliária Luciano Cavalcante. Formando assim, uma verdadeira malha camuflada entre moradores, lojas, hotéis, restaurantes, postos de gasolina, camelôs, centros de cultura e turismo, entre outros empreendimentos. Pouco a pouco, os prédios residenciais estão ganhando mais espaço. 

Foto de Rodolfo Carlos da Silveira


“O preço dos apartamentos variam de 140 mil a 500 mil, dependendo do tamanho do imóvel e de sua localização na avenida”. É o que diz Rafaela Vasconcelos, 29 anos, funcionária da Imobiliária Magno Muniz. A procura de imóveis na avenida e em seus arredores, sejam comerciais ou não, se deve principalmente à comodidade e praticidade que o local oferece. Sua localização é privilegiada. Fica próximo da praia de Iracema, do Centro, de restaurantes, farmácias e supermercados. 

Foto de Marisa Turassi

Foto de Marisa Turassi

Dona Maria Leopoldina Cavalcante da Silva, 52, mora na avenida há mais de cinco anos. E é com muita satisfação, que ela fala dos benefícios e das mudanças que ocorreram durante esses anos. Segundo ela, o local é seguro e bom para se viver, devido a toda a sua diversidade.

Shopping Monsenhor Tabosa -  Foto de Marisa Turassi 

Seminário - Foto de Paulo César

Balança mas não cai

No começo da década de 70, leves terremotos abalaram alguns estados brasileiros, Incluindo o Ceará. “Eu senti a rede se tremendo, mas num instante parou”, confirma Wilka Galvão. Na rua onde mora, Monsenhor Tabosa, o abalo sísmico foi sentido e assustou a vizinhança. Inclusive “certas moças”, como ela frisa. Wilka refere-se a algumas prostitutas que moravam num prédio vizinho à sua casa. Quando sentiram o tremor de terra todas correram, e como bons cearenses, os vizinhos iniciaram a chacota ao prédio: “Esse ai balança mas não cai!”. A partir de então estava lançado o apelido. A aposentada aponta que o prédio mudou de nome, mas pelas redondezas a forma como é conhecido ainda deve permanecer por um bom tempo...




Parte III
 
Artigo: Monsenhor Tabosa de Corpo e Alma 
(Alan Regis Dantas, Iana Susan, Ônica Carvalho, Lucianny Motta, Fernando Falcão e Sâmila Braga)

2 comentários:

  1. Oi Leila tudo bem, Uma boa parte da minha vida passei na Monsenhor Tabosa ou seja na rua do Seminário, e lendo o post vejo que ninguém lembrou do Parthenon Santa Luzia, colegio
    onde estudei,da mercearia do Paiva, da bananada do Raimundo
    Careca, do delicioso Cuscuz Paulista das de Lenha, da Dona Narcisa e da Panificadora Atlantica, avenida onde durante o carnaval desfilava a Turma Bamba, a Turma dos Camarões e o Maracatu Às de Espada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernandes, obrigada pelo comentário!

      Que boas recordações, hein? :)

      Excluir