Fortaleza Nobre | Resgatando a Fortaleza antiga : Intendência Municipal - O primeiro sobrado da capital [notification_tip][/notification_tip]
Fortaleza, uma cidade em TrAnSfOrMaÇãO!!!


Blog sobre essa linda cidade, com suas praias maravilhosas, seu povo acolhedor e seus bairros históricos.


segunda-feira, 11 de junho de 2012

Intendência Municipal - O primeiro sobrado da capital



A Intendência Municipal - Foto do livro Vistas do Ceará - 1908

 A Intendência Municipal era um sobrado com três frentes, uma para a Travessa Pará, outra para a Rua Floriano Peixoto e outra para a Rua Guilherme Rocha ou Praça do Ferreira, era o solar do Pachecão (Francisco José Pacheco de Medeiros), adquirido pela Municipalidade em 1831 para ali funcionar a Câmara e a Casa de Correção, o que aconteceu a partir de 1833. O sobrado tinha sido construído em 1825, sendo o primeiro de tijolo e telha da Cidade. Depois ali funcionaram além da Câmara a Intendência (Prefeitura) e a sala de júri.

Em 1939 houve um incêndio parcial no quarteirão e o mesmo foi demolido a partir de 1941.

A Intendência Municipal em 1941, em processo de demolição - Arquivo de Eduardo Campos. Agradecimento: Isabel Pires

No local foi feita a grosso-modo uma pequena praça separada da outra apenas pela Rua Guilherme rocha, quando por ela ainda circulavam carros.

Em 1949 o então prefeito Acrísio Moreira da Rocha levantou o Abrigo Central que ali esteve até 1967 quando o prefeito José Walter mandou derrubá-lo.



Praça do Ferreira, vendo-se a Intendência Municipal

Ao tempo da Intendência Municipal, existiam, na parte térrea, estabelecimentos comerciais como garapeiras, cafés, livrarias, etc. Na parte alta ou torre vemos, pelo lado da rua Floriano Peixoto, um grande relógio, inaugurado em 21 de dezembro de 1932 que competiu com a Coluna da Hora (também demolida) de 1934 a 1939. No mesmo quarteirão existiam e marcaram época casas comerciais como o "Café Emygdio", a "Chrisanthemo", a "Casa Mundlos" e a "Livraria Edésio". 



Em 1967, com a destruição da Praça do Ferreira, esta parte foi anexada ao espaço, cortando a rua Guilherme Rocha e em todo o espaço foi implantada uma nova "praça" na gestão José Walter que a ninguém agradou e que agora, felizmente, já não mais existe.

A foto mais antiga é do final da década de 1930 e por trás da Intendência ainda não existiam os edifícios Jereissati e Sul América, mas o prédio dos Albanos, onde funcionou a Casa Albano e "A Libertadora".

A segunda fotografia, de Osmar Onofre, traz a Praça do Ferreira como hoje está vista do mesmo ângulo, o setor das bancas de revistas e jornais no local da antiga Intendência, as novas árvores, as duas pistas, da Rua Major Facundo e da Rua Floriano Peixoto e os dois edifícios antes citados, o primeiro foi por muito tempo ocupado pelo Hotel Savanah e o segundo pertenceu à Sul América Capitalização. No térreo do Edifício Jereissati hoje funcionou (ou funciona?) um bingo.

Rua Floriano Peixoto em 1905 - O prédio com a torre era a Intendência Municipal, adquirido do Pachecão (Francisco José Pacheco de Medeiros) sobrado antiquíssimo, o primeiro de Fortaleza e que foi demolido no inicio de década de 40.
O quarteirão onde ficava o sobrado da Intendência Municipal desapareceu com ele, dando lugar a uma outra praça muito mal cuidada na época. Depois foi construído no local, na administração do prefeito Acrísio Moreira da Rocha, pelo comerciante Edson Queiroz, o Abrigo Central, em 1949. Arquivo Nirez

A Intendência Municipal, onde também funcionava a Câmara Municipal. Vista da Rua Guilherme Rocha - Arquivo Nirez

Fatos Históricos

  • 24 de janeiro de 1831 - Data da escritura de compra e venda do sobrado do português Francisco José Pacheco de Medeiros, o Pachecão à Câmara MunicipalSeria a Intendência Municipal.


Prédio da Intendência Municipal - Foto Cronologia Ilustrada de Fortaleza de Nirez

  • 09 de outubro de 1890 - Assume a Intendência Municipal, o capitão Manuel Nogueira Borges


  • 17 de janeiro de 1891 - Confirmado, através do Decreto nº 1.290, a concessão feita pela Intendência Municipal de Fortaleza a Arnulfo Pamplona, com prazo de 15 anos, para exploração de telefones. 


  • 24 de maio de 1909 - Funda-se, em Fortaleza, a Sociedade Protetora dos Animais, com 202 sócios, em solenidade no salão nobre da Intendência Municipal, sob a presidência do coronel Guilherme Rocha

  • 31 de dezembro de 1928 - Último dia do ano, é inaugurada em Fortaleza a Confeitaria Glória, da firma Almeida & Martins, pertencente a André Almeida e Antônio Martins Filho, na esquina da Rua Floriano Peixoto com Rua Pará, baixos do Paço da Intendência Municipal.


Maravilhosa foto da Intendência Municipal - Foto do livro Vistas do Ceará - 1908

  • 26 de agosto de 1941 - Começa a demolição do quarteirão que fica entre a Rua Major Facundo, Travessa Pará, Rua Floriano Peixoto e Rua Guilherme Rocha, na Praça do Ferreira, para construção do edifício que vai abrigar a Prefeitura Municipal


"O prédio nunca foi iniciado e no local foi construída, de início, uma pequena praça, depois o Abrigo Central e por fim o alongamento da Praça do Ferreira. É triste como se destrói com facilidade em nossa terra. Naquele quarteirão ficava um dos mais antigos e importantes sobrados de Fortaleza, a Intendência Municipal." 
Nirez


Crédito: Livro Cronologia Ilustrada de Fortaleza de Miguel Ângelo de Azevedo
 e Portal do Ceará

3 comentários:

  1. Olá, Leila!
    Não seria o sobrado mais antigo (e o mais alto à época) o do dr José Lourenço?!

    ResponderExcluir
  2. Revendo aqui, de fato do Pachecão tem uns 10 anos a mais...

    ResponderExcluir
  3. O que me deixa curioso é saber qual foi o motivo que fez com q fosse derrubado os 4 quiosques de uma vez! Isso cheira à politicagem

    ResponderExcluir

NOTÍCIAS DA FORTALEZA ANTIGA: